• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

nokPT

Controlar o caudal de uma bomba actuando na pressão

7 mensagens neste tópico

Tenho uma aplicação onde há uma bomba centrifuga de velocidade constante e estamos a planear controlar o caudal através de uma válvula à saída da bomba.

Já pensamos montar um variador na bomba, mas como é centrifuga, não há garantias de bombar (injectar) a baixas rotações. Por isso optou-se por montar uma válvula modulante há saída da bomba.

Do ponto de vista mecânico, ele dizem que é possível, uma vez que temos a curva da bomba (em papel), tiramos a formula da curva e há medida que vamos fechando a válvula vamos aumentando a pressão e assim controlamos o cauda.

Já alguém fez uma coisa destas?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não fiz, mas sim, isso deve funcionar. Tens que ter em atenção é a canalização à saída da bomba, se estrangulares muito, podes aumentar a pressão a ponto de rebentar com a canalização. É uma questão de experimentares, mete um manómetro e a pressão para essa estrangulação.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Vai ser montado um pressostato com saída analógica 4..20mA entre a bomba e a válvula modulante.

Rebentar a canalização é que não pode ser, tubos de ferro de 2" com betumes (ou asfalto) a 180ºC, seria bonito... E vamos montar válvulas de bypass à bomba que abrem em excesso de pressão.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

E vamos montar válvulas de bypass à bomba que abrem em excesso de pressão.

Problema resolvido. B)
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas, sei que este tópico já está resolvido, mas visto que o meu tema é o mesmo, vou continuar neste tópico.

É assim, tenho um projecto simples, que se dispõe em duas partes: A primeira conta com três bombas centrifugas que levam água para três torres de evaporação, para baixar a temperatura, neste caso devo ler a temperatura da agua, e consoante a temperatura, vou ligando ou desligando bombas.

A segunda parte é idêntica á que começou este tópico, tenho quatro bombas que me enviam a agua para uma tubagem que vai distribuir a água por várias máquinas, e tenho que controlar a pressão da tubagem, e isto porque? Porque as máquinas paradas não consomem agua, então a pressão sobe bastante. em que uma das bombas tem variador de velocidade para aumentar a precisão.

No meu ponto de vista, um CPU 224 chega?

cmps

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Ou seja, na 1ª parte tens (no mínimo) 1AI+3DO e na 2ª parte tens 1AI+1AO+4DO (no mínimo)

O CPU224 em questões de processamento, memória e expansibilidade, chega perfeitamente:

1 CPU224 = 14DI+10DO

1 EM235 = 4AI+1AO

(6 Expansões de reserva)

Alternativamente podes usar o 224XP que tem 14DI+10DI+2AI(0..10V)+1AO(0..10V ou 0..20mA), mais memória e 2ª porta RS485 e 7 expansões (de reserva)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sim, realmente era nesse que tinha pensado. E para HMI um OP177 que me parece que é bom, embora nunca o tenha usado... Mas como já iniciei o projecto no WinCC, dá para ter uma ideia..

cmps

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora