• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

Microsoft abandona limitações no Windows 7 para netbooks

18 mensagens neste tópico

O Windows 7 Starter edition já não vai limitar o utilizador a correr apenas três aplicações de cada vez. A versão do novo sistema operativo da Microsoft para netbooks estava a ser criticada por este constrangimento.

De acordo com informação publicada no blog do Windows, a Microsoft garante que os utilizadores vão poder abrir as aplicações que quiserem. Segundo escreve Brandon LeBlanc, o feedback recebido de parceiros e clientes que queriam uma experiência mais rica nos netbooks, a Microsoft decidiu repensar este limite que existia em versão Starter de sistemas operativos anteriores, como o XP e Vista.

O limite a 3 aplicações abertas em simultâneo no PC excluía processos a correr em background, com o aplicações anti-vírus, ligações wireless e Bluetooth ou ferramentas de sistema, como o Explorer e o Control Panel. Mas só seria possível ter aberto o Word, o Outlook e o Internet Explorer, estando vedada a abertura de qualquer outra aplicação em simultâneo.

As versões Starter estavam até agora limitadas a países emergentes e com um alcance geográfico limitado, uma política que muda com o Windows 7 Starter Edition.

Mas, no mesmo blog, Brandon LeBlanc lembra que nesta versão do Windows 7 não serão integradas todas as funcionalidades do novo sistema operativo e que os donos de netbooks poderão optar pelo Windows 7 Home Premium para terem uma experiência mais completa.

Entre a lista de features que não estão contempladas no Windows 7 Starter contam-se o Aero Glass, a personalização, a possibilidade de mudar de utilizador sem fazer log-off, o suporte a vários monitores em simultâneo, a leitura de DVDs e o Windows Media Center, para além do Modo XP que permite correr aplicações desenhadas para Windows XP no Windows 7.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Esta limitação é uma parvoíce.

Era, porque deixou de existir.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu não sabia sequer que havia essa limitação!!!

Que cena tão idiota!...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu não sabia sequer que havia essa limitação!!!

E ao que parece existe desde o XP. ;)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Existiu durante muito tempo...

A m$ em vez de se demonstrar solidária com os que menos podem em países de terceiro mundo, criou essa limitação estúpida, para criar um window$ a ser vendido de forma mais barata. O interessante é que criar esta limitação não representa um baixar do custo de desenvolvimento do produto, mas sim o oposto (porque é preciso fazer mais coisas)... Ou seja, por ter esta limitação a criação do produto fica de facto mais caro à m$.

O produto foi ignorado...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Note-se que a única limitação abandonada é o limite de três aplicações... as restantes limitações (essas sim, considero razoáveis) ainda lá estão.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Existiu durante muito tempo...

A m$ em vez de se demonstrar solidária com os que menos podem em países de terceiro mundo, criou essa limitação estúpida, para criar um window$ a ser vendido de forma mais barata. O interessante é que criar esta limitação não representa um baixar do custo de desenvolvimento do produto, mas sim o oposto (porque é preciso fazer mais coisas)... Ou seja, por ter esta limitação a criação do produto fica de facto mais caro à m$.

O produto foi ignorado...

Como essa versão do windows é desenvolvida para correr em netbooks que apresentam fracas capacidades de processamento penso que a intenção da limitação imposta pelos engenheiros da Microsoft seria garantir uma maior eficiência e estabilidade ao sistema operativo, o que tem a sua lógica.

Tudo tem uma razão de ser, o problema é da´forma como as informações são apresentadas, pois esta decisão foi certamente estudada, e como actualmente os netbooks evoluiram os pressupostos que teriam dado origem a esta limitação deixaram de se verificar e então resolverem inactivar esta limitação.

Não me parece que a limitação tenha sido por ideais economicistas.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Como essa versão do windows é desenvolvida para correr em netbooks que apresentam fracas capacidades de processamento penso que a intenção da limitação imposta pelos engenheiros da Microsoft seria garantir uma maior eficiência e estabilidade ao sistema operativo, o que tem a sua lógica.

Tudo tem uma razão de ser, o problema é da´forma como as informações são apresentadas, pois esta decisão foi certamente estudada, e como actualmente os netbooks evoluiram os pressupostos que teriam dado origem a esta limitação deixaram de se verificar e então resolverem inactivar esta limitação.

Não me parece que a limitação tenha sido por ideais economicistas.

A limitação fora originalmente introduzida por ideais económicos, sim.

A ideia era aumentar as diferenças em funcionalidade entre as versões Starter Edition e Home Premium (a Home Basic vai deixar de existir com o Windows 7), e encorajar as pessoas a pagar pelo upgrade.

Parece-me uma boa razão de ser...

Os netbooks já eram capazes de correr mais de 3 aplicações ao mesmo tempo - tanto que já se viam netbooks a correr o XP Home Premium - antes do desenvolvimento do Windows 7.

Eficácia e estabilidade são pouco afectadas pelo número de processos permitidos neste caso particular.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O starter edition não foi criado para os netbooks, foi criado para mercados do terceiro mundo e outros países com taxas de copia ilegal extremamente altas. Só mais tarde surgiram os netbooks, altura em que a m$ resolveu utiliza-los para os netbooks... Já oiço falar dele desde 2004 (pelo menos)...

Embora com uma opinião conhecida por ser parcial eis um site com um artigo (de 2005) que elucida um pouco mais mais sobre a história do Starter Edition (não esperem é que seja toda a verdade):

http://www.winsupersite.com/showcase/windowsxp_starter_edition.asp

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

(...) a correr o XP Home Premium (...)

Vista Home Premium?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Vista Home Premium?

Estava mesmo a falar do XP. É mais indicado para netbooks, porque usa menos recursos.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Mas não há um XP Home Premium. Há XP Starter, Home, Professional e Media Center. Acho que não me escapou nenhum.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Meu engano, estava claramente a pensar no XP Home Edition.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sim... São duas características que associamos claramente à empresa e aos seus produtos... Mas quando as negamos :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora