• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ribamar

Fisica - Travões ABS - melhores que sistema normal?

15 mensagens neste tópico

Se não for neste forum, não sei onde outro hei-de colocar esta thread. Aqui vai:

Tive uma pequena discussão com um colega meu de faculdade, sobre atrito.

A certa altura da conversa eu defendo que em condições ideais (pneus efecientes, piso seco e aderente) um carro sem ABS consegue parar em menos distância do que um carro com ABS, se fizer uma travagem brusca e consequentemente vá a derrapar. O meu colega diz que é mentira, toda a gente diz que não pode ser, excepto eu que me lembro no 12º ano na disciplina de Fisica a minha professora ter referido exactamente isso, e termos demonstrado fisicamente isso na aula. Já não me recordo muito bem, mas acho que esta situação se devia ao facto de o atrito de rolamento (ou seja, o atrito a que está sujeito um carro com ABS quando trava bruscamente) ser menor do que o atrito de deslizamento, segundo o que dia o meu livro do 12º ano. Mas já li algures na internet precisamente o contrário. Agora, quem está certo? Eu defendo que quando um carro sem ABS trava e vai a derrapar, a superfície de contacto, neste caso o pneu, é maior do que a area da pastilha que actua sobre o disco de travão, que é a superficie de contacto quando um carro com ABS trava bruscamente. Logo, por ser maior área de contacto a do pneu do que a da pastilha sobre o disco, e devido ao atrito de escorregamento ser maior que o atrito de rolamento, acho que um carro sem ABS, quando aplica travões bruscamente e vai a derrapar, consegue parar em menor distância do que um carro com ABS.

Gostava então que alguém que REALMENTE saiba de física me pudesse esclarecer, ou recomendar bibliografia.

Cumps pa tds

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu estudei fisica durante alguns anos mas a noção é mais básica que isso. É a noção de coeficiente de atrito estatico e coeficiente de atrito dinâmico, os mesmos coeficientes que todos estudámos no liceu. Ora toda a gente sabe que a força de atrito Fa = N * ca em que N e a normal (proporcional ao peso do carro) e ca e o coeficiente de atrito.

O coeficiente de atrito dinamico, que é o que conta quando um corpo esta em contacto com o outro mas em movimento, é o que prevalece numa travagem brusca sem ABS e é também o mais baixo, enquanto o ABS com sucessivas travagens faz uso do coeficente de atrito estático que é significativamente superior. Posto isto só fazendo um estudo empirico sobre os dois coeficientes e o itervalo de travagens do ABS, mas estou inclinado a dizer que o ABS faz o carro travar numa distancia mais curta.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Mas não te esqueças que dentro do atrito dinâmico há dois tipo:  de deslizamento e de rolamento, sendo que o de rolamento é inferior ao de deslizamento, e n minha opinião o de rolamento é o que se aplica quando o abs actua...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

o que são pneus eficientes, piso aderente, etc?

se calhar isto é um pouco relativo...

se o atrito entre o pneu e o piso for muito elevad0, à partida sem ABS trava mais rapidamente, pois os travões estão em constante "funcionamento".

mas penso que na maioria das situações não é isso que acontece, pois sem ABS os pneus começam a derrapar mais facilmente, o que diminui a aderência dos pneus.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Mas não te esqueças que dentro do atrito dinâmico há dois tipo:  de deslizamento e de rolamento, sendo que o de rolamento é inferior ao de deslizamento, e n minha opinião o de rolamento é o que se aplica quando o abs actua...

O que eu estava a dizer e que o ABS por ser um conjunto de bloqueios pequenos das rodas com espaços regulares de tempo entre eles faz uso do atrito estático e não dinâmico, claro que um carro sem ABS faz uso do atrito dinâmico de deslizamento. O outro atrito dinâmico o de rolamento é o que se aplica durante o andamento normal do carro.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

mmmm... bem...

por acaso o problema está posto de forma interessante mas não sei se pode ser analisado dessa forma na realidade.

Vamos esquecer cenas tipo... "ah mas com uns peneus especiais...."

ora bem, o principio basico do ABS é um sistema de controlo em malha fechada com realimentação negativa.

Ok, isto é muito lindo para quem estudou teoria do controlo, vamos cá dizer isto noutras palavras:

é um sistema que "sabe" o resultado do que está a fazer e age conforme este.

Basicamente o ABS tem uns sensores de velocidade nas rodas... enquando as rodas estiverem a uma velocidade congruente umas com as outras estas não variarem bruscamente o ABS vai travando cada vez mais... quando nota que há uma derrapagem ( por exemplo quando todas as rodas estão paradas e o contudor continua a travar bruscamente ) alivia a força com que a pastilha é empurrada contra a jante.

Um sistema electronico destes é inteligente e normalmente resulta de forma eficaz.

resta a seguinte comparação a fazer:

o integral da força com que a pastilha é empurrada contra a jante, a multiplicar pela sua área e pelo coeficiente de atrito ( é estaa fórmula n é? ja n tenho a certeza ) pastilha-jante origina uma paragem ao fim de um  deslocamento nas rodas ( que corresponde a um deslocamento na estrada ) maior ou menor do que o coeficiente de atrito cinético estrada-borracha multiplicado pelo peso do carro e pela área de contacto?

Parece-me que sem entrar em alguns testes não se pode concluir nada.

A solução é colocar uns dinamómetros aki e ali, uns sensores de pressão nas bombas de óleo... carregar os dados para o computador e analisar.

ehehehehe... tanta coisa para no fim dizer: "só testando"

mas é verdade.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Já agr por falar em ATrito... um amigo meu e o professor dele de electronica e electrotecnia(acho eu) pensaram num comboio situado numa zona com vaco, onde só havia ar nas zonas onde passavamos, corredores etc... na zona onde o comboio andava era sem ar, o ar é um grande atrito pelo que fizeram as contas e se esse comboio existisse iam em 8Horas à China (em linha recta) acho que é um pouco exagerado até, e "impossível" de se fazer, mas fica a ideia :D

Façam as contas :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Resta saber tambem se seria viavel a construção/manutenção de um tunel de vacuo.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Resta saber tambem se seria viavel a construção/manutenção de um tunel de vacuo.

Ya, sao tudo questões uqe ficam por esclarecer, se alguém souber alguma coisa do assunto :P

GOoglem :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Já agr por falar em ATrito... um amigo meu e o professor dele de electronica e electrotecnia(acho eu) pensaram num comboio situado numa zona com vaco, onde só havia ar nas zonas onde passavamos, corredores etc... na zona onde o comboio andava era sem ar, o ar é um grande atrito pelo que fizeram as contas e se esse comboio existisse iam em 8Horas à China (em linha recta) acho que é um pouco exagerado até, e "impossível" de se fazer, mas fica a ideia :D

Façam as contas :P

convém não esquecer a dificuldade sentidas por pilotos de aviões militares quando atingem velocidades muito elevadas. basicamente o que quero dizer é que o comboio poderia chegar à China em 8h o problema é que teriamos de submeter os passageiros a teste físicos antes de poderem viajar nesses comboios.

P.S. a  ideia não é nova, já vi no Dicovery uns tipos com um projecto para ligar a Europa aos EUA por um túnel de vacuo e mais uma coisas para que o comboio não estivesse em contacto com carris.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Exactamente! Mas o bom desse tal tunel de vacuo seria não as altas velucidades, mas sim o baixo consumo de energia, mas é a tal coisa, poupava-se energia de um lado, mas perdia-se no outro,... muito provavelmente não compensava.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Vivas!

há algum tempo estive a ler sobre o ABS e...

o que posso dizer é que há condições de piso em que o ABS não é tão eficiente quanto travões normais, e disso tenho certeza absoluta, o que não sei é se será nas condições que dizes, parece-me que aí devem ser os dois bons...

Acho que era em neve (não compacta), em lama e noutra situação qualquer (eram 3... e todas relativas a pisos moles) que era dito que o ABS era menos eficiente... no que diz respeito a distância de travagem... não esquecer que o sistema não serve apenas para diminuir essa distância, mas apresenta benefícios em muitas mais frentes.

Abraço

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

epa.. desculpem volar ao Off topic mas...

tuneis de vacuo.... cooooooll!!!

graaaaande ideia. Para mim é uma muito boa noticia... basicamente a tecnologia tem caminhos por onde avançar, e estou convicto que no futuro serão uma realidade. pois é claro... o comboio no vacuo vai ali todo contente que nada o pára;)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pois... eu até tinha apostado uma almoço com o meu colega, e afinal cada um pagou o seu almoço... é que dependenendo da situação, um ou outro sistema de travagem pode ser mais efeciente do que o outro... Só um reparo..

pedrotuga escreveu:

alivia a força com que a pastilha é empurrada contra a jante.

Ó meu amigo, pastilha contra a jante!? Não será mais pastilha contra o disco!? De qualquer das maneiras deixo link para a total especificação de como funciona um sitema ABS

Cumps

ABS >>> http://auto.howstuffworks.com/anti-lock-brake.htm

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pois... eu até tinha apostado uma almoço com o meu colega, e afinal cada um pagou o seu almoço... é que dependenendo da situação, um ou outro sistema de travagem pode ser mais efeciente do que o outro... Só um reparo..

pedrotuga escreveu:

alivia a força com que a pastilha é empurrada contra a jante.

Ó meu amigo, pastilha contra a jante!? Não será mais pastilha contra o disco!? De qualquer das maneiras deixo link para a total especificação de como funciona um sitema ABS

Cumps

ABS >>> http://auto.howstuffworks.com/anti-lock-brake.htm

epa... penso que é irrelevante se é um travão de disco ou não. O que interessa aqui é que tem que haver contacto entre uma peça fixa com uma peça que esteja solidária com a roda.

looll.. tambem fui ver ao howstuffworks se tinha algum link para aqui afixar, mas depois esqueci-me de o aqui afixar...lool

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora