• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

anolsi

e-Universidade-Toshiba vai vender portáteis a 610 euros

4 mensagens neste tópico

Destina-se a todos os alunos e professores do ensino superior portugueses. Chama-se e-Universidade-Toshiba e vai ser lançado amanhã.

Um comunicado do Ministério da Ciência Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) informa que o programa e-Universidade vai ser lançado pela Toshiba com a colaboração com as empresas Prológica, Microsoft e Auto-desk e a Agência para a Sociedade do Conhecimento (UMIC).

O e-Universidade-Toshiba foi criado com base no regime de créditos sem fiador que está em vigor desde 2007. O Banco Santader-Totta já aderiu à iniciativa.

O apoio financeiro contempla três modalidades: i) pagamento de uma “entrada” de 110 euros acrescido de 36 mensalidades de 15 euros; ;) pagamento inicial de 50 euros, acrescido de prestações mensais de 25 euros; ou pagamento integral no acto de integra – por 610 euros.

Os computadores abrangidos pela iniciativa vão ter instalado o MS Office (versão Enterprise), Visual Studio, Windows Server Administration Tools, Robotics Studio, Windows Media Encoder, AutoCAD, Revit e Autodesk Inventor, AutoCAD Map 3D e Raster Design, entre outros.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

(Actualizada) Os primeiros portáteis e-Universidade deverão começar a ser entregues já no mês de Julho. O processo de pré-reserva inicia-se na próxima semana, através de um site próprio, que estará disponível no endereço www.euniversidade.net.

Será através deste espaço online que os alunos e docentes universitários interessados poderão aderir à iniciativa promovida pela Toshiba em parceria com outras empresas e com o Governo português, segundo o anunciado esta manhã, num evento que marcou o lançamento oficial da iniciativa.

O e-Universidade consiste numa oferta integrada, que junta um computador portátil, software e financiamento para aquisição.

Estão disponíveis três modalidades para aquisição dos equipamentos: pagamento inicial de 110 euros e 36 prestações de 15 euros; pagamento inicial de 50 euros e 24 prestações de 25 euros ou o pagamento integral no acto da entrega. Quem optar por esta possibilidade compra o equipamento por 610 euros.

O financiamento é assegurado pelo Banco Santander Totta, entidade associada ao programa, em colaboração com a Sociedade Portuguesa de Garantia Mútua.

O fornecimento dos computadores fica a cargo da Prológica, bem como a integração logística e a gestão da plataforma online de suporte ao negócio.

O programa e-Universidade conta ainda com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior através da UMIC e da FCCN, que colaboram na facilidade de ligação dos portáteis às redes wireless existentes nos campus universitários.

A Microsoft e a Autodesk completam o grupo de empresas que integram a iniciativa, como fornecedores de software. Entre as aplicações disponibilizadas com o equipamento estão o MS Office, o Windows Media Encoder, aplicações de projecto assistido como o AutoCAD, sistemas geográficos de informação e de multimédia, entre outros.

Programa com expectativas elevadas

A Toshiba acredita que, embora não surja como um segmento "virgem" - ao contrário do e-Escola -, o segmento dos universitários não estava a ser bem explorado, já que não existiam ofertas dedicadas. "Falamos nomeadamente da oferta de software e de financiamento, conseguida agora neste pacote exclusivo, em adição ao hardware", destacou Jorge Borges, da Toshiba, à margem da apresentação da iniciativa.

As expectativas de negócio são por isso "elevadas", com as previsões da fabricante a apontarem para a venda de 10 mil portáteis até ao final do ano. "O wish são 20 mil, mas acreditamos que pelo menos as 10 mil máquinas vendemos", referiu Jorge Borges.

Patrícia Calé

Nota de Redacção:

Actualização - A notícia foi actualizada com as declarações de Jorge Borges e com o futuro endereço Internet da iniciativa e-Universidade.

Correcção - O URL da iniciativa e-Universidade que nos foi fornecido e que publicámos inicialmente não estava correcto. Pelo facto, pedimos desculpa aos nossos leitores. 

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora