• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

b1nar10s

Rockwell / Allen-Bradley

6 mensagens neste tópico

Olá,

Verifico que aqui a tendência é Siemens. Eu tenho preferência por Allen-Bradley e acho a filosofia Siemens intragável, aliás como todo o software alemão em geral.

Se alguém quiser partilhar ideias, conhecimentos, etc. sobre AB estou à disposição. :-)

Um abraço a todos / David  :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Verifico que aqui a tendência é Siemens. Eu tenho preferência por Allen-Bradley e acho a filosofia Siemens intragável, aliás como todo o software alemão em geral.

Aqui, mas não é geral, eu gosto muito mais de Allen Bradley do que Siemens.

Eu utilizo bastante os dois, e são ambos muito fiaveis (isso não está em causa), mas para diagnostivo imediato de um problema, não tem qualquer comparação.

A filosofia do Simatic Manager e das suas várias janelas para Hardware, Variáveis, Ladder/STL, etc, complicam bastante quem utiliza várias aplicações em simultâneo. Além disso no Allen Bradley trabalhamos online e não necessitamos de sair para editar a aplicação.

Em temos de capacidade a Allen Bradley, como por exemplo um CLX5000, é muito superior, e podemos ter diversas aplicações em simultâneo a funcionar sem qualquer problema e com óptimos tempos de ciclo.

São apenas algumas diferenças, mas existem muito mais, e pessoalmente vejo poucas vantagens para a utilização dos autómatos da Siemens! (perdoem-me os fâs da Siemens :))

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A Siemens é o maior fabricante de automação a nível mundial, portanto é natural haver mais tópicos relacionados com Siemens, porque há mais aplicações Siemens.

A Siemens tem um suporte técnico nacional, horrível, horrível não inexistente, portanto é natural haver mais tópicos relacionados com Siemens, porque a AB responde muito muito melhor.

Mas fica por cá que toda a ajuda é útil.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pela minha pequena experiência, a Allen Bradley oferece um revés algo forte relativamente à Siemens, que passa pelo preço. Em geral é mais cara, excepção talvez para algumas soluções, e embora sejam capazes de oferecer um desconto maior do que a Siemens para integradores, é complicado convencer o cliente final a aceitar um orçamento mais caro, quando ainda por cima existem menos programadores para AB no mercado europeu, limitando assim as opções em termos de contratação nos técnicos de manutenção do cliente.

Não vou comentar a facilidade de implementação de código, porque a minha experiência com AB nesse campo é virtualmente nula, mas não me pareceu nada de muito complicado, bastando apenas uma adaptação à sintaxe deles.

Creio que a questão do preço e o facto de não conhecer qualquer escola em Portugal que forme em linguagens diferentes da Siemens faz com que exista uma pequena apetência para AB no mercado europeu. Agradeço qualquer correcção ao que expus aqui. A minha perspectiva é esta, que surgiu quando tive de fazer comparações de orçamentos entre os dois fabricantes. Não é fácil justificar ao cliente final um acréscimo de custo numa solução que não é melhor em termos de fiabilidade, e pela qual se encontram menos profissionais no mercado.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Depende do que estás a vender: peças ou soluções/sistemas.

Se estás a vender um sistema, o custo do autómato é só uma parte do sistema, o custo do software de programação, a dificuldade do desenvolvimento, a rapidez de desenvolvimento, a facilidade de debug, a resposta do suporte técnico e a tua resposta perante o cliente são outras parte importantes do sistema.

Se ponderares todos os custos, chegas há conclusão que mesmo em sistemas que a Siemens é mais barata se calhar não compensa.

A facilidade de implementação do código, só se percebe depois de começar a trabalhar e por qualquer motivo temos que voltar ao Siemens (ou outra marca).

E não concordo contigo quando dizes:

Não é fácil justificar ao cliente final um acréscimo de custo numa solução que não é melhor em termos de fiabilidade, e pela qual se encontram menos profissionais no mercado.

Nunca tive dificuldade, também não vendo por preço, vendo qualidade, serviço, disponibilidade...

Mas cada um tem os seus clientes tipo/alvo, se calhar tenho sorte...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A minha experiência foi limitada no tempo, e na altura em que se sentiu a entrada da crise. Pelo que soube indirectamente, o mercado em Portugal é bastante diferente do Americano, por exemplo, em que practicamente não se discutem preços. Quer-se uma solução que funcione, seja robusta, e pronto. Aqui, o que vi nessa altura foi um esmifrar de preços que nunca pensei exitir nesta área.

Mas bem, estando cá para aprender, isso significa também rever as minhas posições se estiverem incorrectas, e por isso, agradeço quando sou corrigido.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora