• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Rui Carlos

Modificar aplicação GPL

11 mensagens neste tópico

O meu problema é basicamente o seguinte: modifiquei uma aplicação GPL que deixou de funcionar e que não é mais mantida pelo autor original, e queria saber o que devo fazer para disponibilizar publicamente a nova versão.

Devo alterar o nome da aplicação? Tenho que identificar as alterações que fiz?

Se alguém me puder dar uma ajuda, agradecia.

PS: Eu sei o que é o Google, e já estou a ler a FAQ da GPL, mas mesmo assim qualquer ajuda é bem-vinda :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Manda uma PM ao falco para ele visitar este tópico. Ele é que percebe destas coisas. :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Tens que usar uma licensa compatível com a GPL. Uma que é é a própria GPL :P

O copyright passa a ser teu mas tens que respeitar o copyright original.

Assim sendo tens que referir que é uma versão baseada na versão original e tens que dizer qual é a original e qual o seu autor.

Penso que não é preciso mais nada.

Tanto quanto sei a GPL existe precisamente para desbloquear situações deste tipo. Entre muitas outras garantias que dá claro.

Faz download de um software que tenha sido resultado de um fork e vê as copyright notes deles.

Há muitos: joomla, pidgin, kohana, etc.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não precisas fazer nada de especial, além de manter a licença que já vinha ou de distribuíres segundo uma licença compatível, existem mais além da GPL.

Não precisas de identificar onde começa o teu código nem onde acaba o código antigo, nem sequer de manter ou acrescentar qualquer nome aos ficheiros.

A aplicação não precisa mudar de nome, não precisa ser marcada como fork/alteração/etc, apenas precisas garantir que os requisitos da GPL se cumprem, e restante legislação aplicável. De forma simples, não precisas fazer nada além de distribuíres o software, se assim entenderes.

Não poderás usar o nome do autor para promover a aplicação, nem assumir como totalmente desenvolvida por ti, mas isso é algo que é definido pela legislação portuguesa e não pela GPL, ou outra licença.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em princípio vou adicionar copyright dos ficheiros que alterei o meu nome. Penso que aqui não há muito a dizer.

O que me faz um pouco de confusão agora é o nome/versão  :P

Pelo que percebi posso manter ou alterar o nome. Tendo em conta que as alterações que fiz apenas alteram a aplicação interiormente, penso que não faz muito sentido alterar o nome. Por outro lado, ao manter o mesmo nome pode vir a causar alguma confusão (se bem que como o autor disse que deixou de manter a aplicação, não deve ser grave).

Sabem-me dizer qual é a opção mais habitual? Alterar ou manter o nome da aplicação?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em princípio vou adicionar copyright dos ficheiros que alterei o meu nome. Penso que aqui não há muito a dizer.

Pessoalmente não sou grande defensor desta opção, até porque amanhã existe mais um programador a fazer uma alteração e vai ser "natural" adicionar o seu próprio nome, dentro de pouco tempo tens um ficheiro de código com 20 nomes de pessoas diferentes, e como é que identificas o que cada um alterou? Mas é uma opção tua.

Quanto a manter ou dividir, se quem mantinha o software anteriormente deixou de o fazer, então acho que manter o nome é o mais natural, é o mesmo software, se as duas aplicações existem ao mesmo tempo, então a modificação do nome é mais natural, algo que acontece em divisões de software, mesmo que mais tarde um deles acabe por desaparecer.

Neste caso acho que manter o nome será o mais correcto e terá mais vantagens.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sabem-me dizer qual é a opção mais habitual? Alterar ou manter o nome da aplicação?

Na minha opinião era usares um marker na versão tipo: Winblows 6.1.5878797.1-rcg
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Quanto ao nome do projecto acho que devias dar outro nome, mas como tudo depende. Há projectos como o Firefox que te obrigam mesmo a isso.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Acabei por seguir uma solução semelhante à que o djthyrax deu (a versão terá o 'r' no início).

Quanto ao nome do projecto acho que devias dar outro nome, mas como tudo depende. Há projectos como o Firefox que te obrigam mesmo a isso.

Custa-me um bocado mudar o nome da aplicação, pois daria a ideia que era algo novo, e não apenas algumas modificações em algo já existente. Ainda para mais quando a nível de funcionalidades é a mesma coisa.

Fiz uma alteração mínima ao nome, mas mais para ser mais explícito o conteúdo do programa.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
O copyright passa a ser teu mas tens que respeitar o copyright original.

Não passa!

O Direito de Autor não é cedido ele apenas tem o direito de continuar a re-distribuir a obra e as modificações que ele faça, pode é modificar o copyright notice (o que é legalmente diferente). Ele apenas passa a ser também autor. Mas os direitos dos outros autores não passam para ele.

Sabem-me dizer qual é a opção mais habitual? Alterar ou manter o nome da aplicação?

É uma escolha que nada tem a ver com a lei de direito de autor, nem com as licenças de direito de autor. Por vezes alguns autores registam marcas com o nome da obra e nesses casos, normalmente ou pagas uma licença para usar a marca (se o detentor da marca aceitar licenciar), ou então tens que remover todas as menções à marca (que a lei exija), e mudar o nome da obra. Este caso acontece por exemplo no projecto Debian, com todos os produtos da Mozilla, ou com o CentOS, que removeu as marcas da Red Hat (onde necessário).

Não havendo uma necessidade legal, normalmente quando os responsáveis anteriores não apadrinham a continuação do trabalho, é boa prática mudar o nome, mas é apenas uma questão de cortesia para com o autor e também para os utilizadores ficarem conscientes do que se passa.

Pessoalmente não sou grande defensor desta opção, até porque amanhã existe mais um programador a fazer uma alteração e vai ser "natural" adicionar o seu próprio nome, dentro de pouco tempo tens um ficheiro de código com 20 nomes de pessoas diferentes, e como é que identificas o que cada um alterou?

Notas de publicação, ficheiro de registo de modificações, e sistemas de controlo de versões. Estas coisas dizem-te alguma coisa?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Notas de publicação, ficheiro de registo de modificações, e sistemas de controlo de versões. Estas coisas dizem-te alguma coisa?

Claro que sim, por isso é que não sou defensor de colocar o nome no ficheiro mas sim manter esse registo de outra forma. O que acho é que se se começa a colocar os nomes nos ficheiros de código, novos colaboradores podem ver isso como sendo o processo normal dentro da equipa, e ao fim de pouco tempo torna-se confuso. Há formas melhores de manter o registo de quem alterou o quê e de garantir os devidos créditos a cada colaborador.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora