• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

Microsoft quer ter todos os planos com Governo este ano

1 mensagem neste tópico

A Microsoft ambiciona ter todos os protocolos com o Governo, no âmbito do Memorandum assinado em Fevereiro que prevê um conjunto de 20 iniciativas, firmados até ao final do ano, disse ao DN o ainda director-geral da subsidiária portuguesa, João Paulo Girbal, que deixa estas funções para assumir um cargo internacional no grupo.

Depois de assinado o memorandum, a Microsoft e os vários ministérios têm de estabelecer os planos de projecto, pretendendo a empresa ter todos estabelecidos até ao final deste ano, o que daria mais do que um anúncio por mês.

O memorandum prevê um total de 20 iniciativas, com vários ministérios. Até agora, já foram formalizados os protocolos com o Ministério da Economia, para o desenvolvimento de Cursos de Especialização Tecnológica - CET, nas Universidades do Minho, Aveiro e Beira Interior e na Escola Tecnológica Forino e para a instalação de Centros de Desenvolvimento de Software por Indústria, tendo já sido seleccionados os sectores da Cerâmica e Vidro e do Têxtil e Vestuário. Também já foi estabelecido um dos protocolos para a difusão da fala e língua natural portuguesa, tendo a Microsoft assinado, recentemente, um protocolo de colaboração com o INESC-ID e com o Grupo Português de Computação Gráfica. Para breve estará a assinatura de mais um protocolo com o Ministério da Educação, soube o DN.

No âmbito das qualificações dos portugueses, a Microsoft garante que está em processo de tradução dos currículos, na tentativa de serem introduzidos no próximo ano lectivo. Isto para o ensino secundário. Para o ensino superior, a formação de professores vai iniciar-se em Junho, para que sejam introduzidos os currículos a partir de Setembro.

João Paulo Girbal explicou ao DN que a Microsoft está empenhada em prosseguir com o memorando, mas há medidas cujos resultados só se conseguirão apurar a prazo.

Esta será uma das prioridades do novo director-geral da Microsoft Portugal, Nuno Duarte que, no entanto, remete para mais tarde declarações sobre os seus objectivos nessas funções.

Nuno Duarte tem 16 anos de experiência nas tecnologias, tendo saído da Novabase para assumir a direcção da Microsoft Portugal. Na Novabase, Nuno Duarte era presidente executivo da Engineering Division.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora