• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Guedelha

Nem sei por onde começar...

30 mensagens neste tópico

Boas,

desde pequeno que sempre tive curiosidade pela programação. No entanto, só á alguns tempos para cá é que me comecei a interessar verdadeiramente pelo acto de programar. Começei a fazer umas pesquisas e cheguei a uma conclusão: precisava de ajuda. O meu problema é que não sei por onde começar... o que me recomendam voces?

Gostava que me dissessem qual a melhor linguagem para começar a trabalhar e já agora, alguns apoios físicos, como manuais, livros, etc.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas,

Antes de mais, bem vindo ao fórum!

Antes de uma linguagem em concreto deves tentar entender um pouco a programação e a lógica. Existe também no fórum, como deves ter reparado, uma secção dedicada a esta vertente. Dá uma vista de olhos.  :ipool:

Quanto à linguagem para começares, cada um puxa a brasa à sua sardinha. Tens aqui um tópico com uma discussão àcerca disso mesmo:

http://www.portugal-a-programar.pt/index.php?showtopic=2323

Depois se te dirigires a uma secção como por exemplo Pascal encontras um indice de tutoriais e dicas dessa linguagem.

Quanto a dúvidas que vás tendo, não hesites em perguntar, e não desesperes se não te responderem de imediato. Se tal acontecer, é porque ninguém foi capaz de responder e não por não ver o teu post ou ignorá-lo.

Espero ter ajudado.  :)

Cumps,

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu aconselho que dês uma vista de olhos por Pascal e depois passes ao C ou Python. Pessoalmente, entendo-me muito melhor com o Python do que com o C e acho o C mais difícil de aprender que o Python.

O Python tem centenas de recursos online, o que ajuda muito na aprendizagem e poupa-se nos custos. O Python é uma linguagem poderosíssima que oferece um enorme potencial. :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

oi

o python têm algo fantástico... tanto é excelente para cenas avançadas como é para as básicas o que o torna optimo para 1º linguagem... eu iniciei-me com 7 anos em BASIC e sinti as mesmas sensações anos mais tarde quando me iniciei em Python... podia bem ter começado em python a diferença estava apenas nas possibilidades quase ilimitadas do python... já vi de tudo feito em python.. cenas completamente milaborosas e que se eram brutalmente mais dificeis se não houvesse o python

dá uma vista de olhos neste post para veres um puequeno programa completo para ficares com uma ideia

http://www.portugal-a-programar.pt/forums/topic/0-find-topic/?do=findComment&comment=6038

depois tens aqui tudo o que precisas para a aprender em PT ou EN

Vários Cursos On-Line de Python em PT e EN

http://www.portugal-a-programar.pt/index.php?showtopic=1704

tens aqui varios livros e sites e claro a zona python aqui no P@P que está bem recheada

http://www.portugal-a-programar.pt/index.php?showtopic=252

se quere investir num livro e aconselho o "Python Bilbe" e ficas com um livro para o resto da vida... abrange quase tudo nas questões genéricas do python... é claro que tudo se expande com os módulos...

se tiveres alguma duvida... coloca-a

fiquem

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pessoalmente aconselho:

- Pascal: para programação procedimental

- Delphi, Java ou C#: para programação por objectos

- Python: para scripting

Estas linguagens possuem características que permitem o uso correcto dos paradigmas (sem grandes liberdades para fazer "toinices") e ajudam à consolidação dos conhecimentos.

Aconselho também a investires num bom manual e na língua inglesa. Se te dás bem com o inglês, investe em manuais da O'Reilley ou de qualidade semelhante (a Amazoon.co.uk é uma boa opção por razões económicas). Aconselho-te a não comprares manuais da FCA, o facto de estarem em português não é propriamente uma mais valia dado o pouco que têm para dar.

Em paralelo, ou após já saberes alguma coisa de programação, aconselho-te a evoluir para as bases de dados, uma vez que actualmente uma aplicação sem um motor de base de dados por detrás, exceptuando alguns casos especificos, "não faz sentido". Neste caso aposta no conhecimento de SQL e em boas bases de dados: a IBM tem versões gratuítas do BD2, a Oracle também tem versões gratuítas, o MySQL é um standard de facto no open source. Tens outras opções não pagas, como o Interbase ou a versão de desenvolvimento do SQL Sever. Aconselho-te a não usares Access, dado que com qualquer uma das outras ficas com a visão "correcta" de um SGBD a sério.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O Visual Basic .net é uma boa linguagem para se iniciar.

Para scripting o PHP claro.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O Visual Basic .net é uma boa linguagem para se iniciar.

Para scripting o PHP claro.

Permite-se discordar.

O VB é uma treta para uma pessoa se iniciar. A sua "flexibilidade" dá muita corda para um tipo de enforcar. Uma linguagem mais "rígida" e arrumada consolida os conhecimentos e cria disciplina de como fazer as coisas de forma correcta. O VB permite criar muito maus hábitos.

Quanto ao scripting, se estamos a falar de web, o PHP é também uma treta, embora seja das mais usadas e não existam grandes alternativas à mesma. O PHP permite, por exemplo, misturar tudo numa só página: acesso a dados, apresentação, regras funcionais, regras de negócio, etc.. Isto só quer dizer uma coisa: muita porcaria escrita e mistura que normalmente resulta numa salganhada do caraças, em especial para fazer debug e suporte ou evolução.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Pessoalmente aconselho:

- Pascal: para programação procedimental

- Delphi, Java ou C#: para programação por objectos

- Python: para scripting

quando não conhecem um tema não falem dele...

o python também é uma progrmação por objectos, também é uma linguagem de scripting web (com o mod_python) e uma linguagem de Batch Script para sistemas...

um dos objectivos de criação do python foi juntar todas as necessidades de dev numa linguagem só... e que fosse muito acessivel para que permitisse ir mais longe... se se perde menos tempo com sintaxes e estruturas fica mais tempo para a "inteligencia" da aplicação

Quanto ao scripting, se estamos a falar de web, o PHP é também uma treta, embora seja das mais usadas e não existam grandes alternativas à mesma. O PHP permite, por exemplo, misturar tudo numa só página: acesso a dados, apresentação, regras funcionais, regras de negócio, etc.. Isto só quer dizer uma coisa: muita porcaria escrita e mistura que normalmente resulta numa salganhada do caraças, em especial para fazer debug e suporte ou evolução.

isso é a tua opnião... se estruturaes bem o projecto PHP tambem ficas com o N-Tier... se olhares para projectos open-source CMS tipo joomla vais entender isso... tens templates, tens objectos de negócio e objectos de acesso a dados... tudo separadinho como mandam os bons custumes

atenç~~ao que estamos a falar de uma linguagem para web scripting... qual é a opção que apresentas para o "nicho" web script server side? pois a tecnologia ASP e etc seguem as mesmas linhas

não culpem as linguagens por causa das más praticas de programação.. as linguagens são flexiveis.. tanto podem ser bem ou mal programadas

O VB é uma treta para uma pessoa se iniciar

isto é apenas criar mais confusão na cabeça dos novatos...

o VB é sem duvida a linguagem no mundo que têm mais adeptos (mais programadores que a escolheram como linguegem de opção)

é a linguagem com mais projectos realizados em empresas...

eu sei lá

antigamente havia problemas com o VB... admito isso... mas com o DotNet isso mudou... e já falei tanto nisso no forum que chega

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Pessoalmente aconselho:

- Pascal: para programação procedimental

- Delphi, Java ou C#: para programação por objectos

- Python: para scripting

quando não conhecem um tema não falem dele...

Foi por saber do falo que dei a minha opinião.

o python também é uma progrmação por objectos, também é uma linguagem de scripting web (com o mod_python) e uma linguagem de Batch Script para sistemas...

O Python é uma linguagem por objectos?

Nem tando meu caro: suporta, de forma tosca, a filosofia, daí a suportar o modelo OO vai um grande passo.

um dos objectivos de criação do python foi juntar todas as necessidades de dev numa linguagem só... e que fosse muito acessivel para que permitisse ir mais longe... se se perde menos tempo com sintaxes e estruturas fica mais tempo para a "inteligencia" da aplicação

Quanto ao scripting, se estamos a falar de web, o PHP é também uma treta, embora seja das mais usadas e não existam grandes alternativas à mesma. O PHP permite, por exemplo, misturar tudo numa só página: acesso a dados, apresentação, regras funcionais, regras de negócio, etc.. Isto só quer dizer uma coisa: muita porcaria escrita e mistura que normalmente resulta numa salganhada do caraças, em especial para fazer debug e suporte ou evolução.

isso é a tua opnião... se estruturaes bem o projecto PHP tambem ficas com o N-Tier... se olhares para projectos open-source CMS tipo joomla vais entender isso... tens templates, tens objectos de negócio e objectos de acesso a dados... tudo separadinho como mandam os bons custumes

Não é a minha opinião, é um facto: a essência deste tipo de linguagem não ajuda a  separar as camadas, ou seja, dá muita corda para uma pessoa se enforcar e sofrer muito com isso.

Fazer uma separação correcta das camadas em linguagens como PHP ou ASP só quer dizer uma coisa: mais trabalho para o programador, tendo assim que se preocupar com mais detalhes "secundários".

atenç~~ao que estamos a falar de uma linguagem para web scripting... qual é a opção que apresentas para o "nicho" web script server side? pois a tecnologia ASP e etc seguem as mesmas linhas

Sim, o ASP é uma tão grande como o PHP.

Como referi acima, o panorama não é animador neste ponto, não se visulumbram alterantivas sérias a este modelo.

Em 1999 trabava numa startup que tinha uma plataforma proprietária muito superior a essas tretas de ASPs e PHPs. Havia camadas bem separadas: dados, negócio, apresentação, segurança, etc.. Por exemplo, o HTML era unicamente composto por TAGs, não havia uma única linha de código que não fosse HTML. O "truque" passava por TAGs especificas que o nosso web server interpretava.

não culpem as linguagens por causa das más praticas de programação.. as linguagens são flexiveis.. tanto podem ser bem ou mal programadas

Essa é mais ou menos como "as armas não matam as pessoas, as pessoas é que matam as pessoas". Isso é verdade. O que defendo é que a escolha de uma boa linguagem de programação ajuda o programador, em especial quando o mesmo é inexperiente, evitando maus hábitos.

O VB é uma treta para uma pessoa se iniciar

isto é apenas criar mais confusão na cabeça dos novatos...

o VB é sem duvida a linguagem no mundo que têm mais adeptos (mais programadores que a escolheram como linguegem de opção)

é a linguagem com mais projectos realizados em empresas...

O facto de ser uma linguagem ser muito usada não faz dela uma boa linguagem.

A razão do VB ser extremamente usado prende-se, a meu ver, em razões puramente económicas. É que é fácil qualquer um materlar VB. De uma forma correcta ou incorrecta, qualquer puto do 12º ano sabe martelar VB. Ora isso é uma enorme vantagem para empresas que possuem uma grande rotatividade de pessoas. Uma consultora, por exemplo, facilmente encontra no mercado uma pessoa que martele VB e a encaixa num projecto.

O mesmo não acontece se o projecto estiver feito em TCL, que é uma linguagem de script simples sem mistérios nenhuns.

Um anúncio de emprego que tenha VB ou TCL não vai resultar no mesmo número de respostas.

eu sei lá

antigamente havia problemas com o VB... admito isso... mas com o DotNet isso mudou... e já falei tanto nisso no forum que chega

Como sabes cheguei à pouco ao fórum e como tal não li essa tua opinião.

Deixei o VB há muitos anos atrás, passados poucos anos tive de voltar a martelar VB e na altura achei-o tão mau como quando o havia largado. Com o .Net não toquei no VB mas usei C#.

Sinceramente estou-me a borrifar que o VB já esteja melhor, só o voltarei a usar em situações muito particulares.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

tou a imaginar um novato chegar aqui e querer saber como começar... alguem que quer dar os primeiros passos e quer se iniciar (é provavel que o que é uma boa ferramenta para um expert não o seja para um novato... achas que a melhor forma de uma pessoa se iniciar na condução seja um carro de formula 1 ou um carro de rally professional?) e não está para detalhes complexos... como vai ele se orientar se cada um fala coisas completamente opostas ? (apesar de ate ambos estarem correctos)

só com a confusão e diversidade de opniões (o que nos experts é normal mas temos de ter cuidado quando falamos com novatos) o miudo assustase logo...  "bem.. se estes tipos são assim... vou já arranjar outra onda"

peço-te por tudo que tenhas bom senso... que lê estes posts são nesta fase ainda pessoal quase sem conhecimentos... eu conheço este forum

eu já ando a pensar numa forma de criar tipo varios layers tendo em conta os diversos niveis de utilizadores... eu coloco posts avançados e só os lê quem entende.. mas quando alguem se quer iniciar temos de ter bom senso...

desde já te comprimento e és muito bem vindo

precisamos de pessoas assim para ajudar os novos...

até arranjarmos uma forma de gerir estes interesses divergentes apelo ao bom senso neste tipo de perguntas que nos fazem

por mim dou-te as boas vindas M6... adivinho que vamos ter grandes debates aqui

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

tou a imaginar um novato chegar aqui e querer saber como começar... alguem que quer dar os primeiros passos e quer se iniciar (é provavel que o que é uma boa ferramenta para um expert não o seja para um novato... achas que a melhor forma de uma pessoa se iniciar na condução seja um carro de formula 1 ou um carro de rally professional?) e não está para detalhes complexos... como vai ele se orientar se cada um fala coisas completamente opostas ? (apesar de ate ambos estarem correctos)

Se o expert tiver bom senso saberá ajudar e guiar quem necessita. E se o expert é bom, é porque faz uso do melhor que há a todos os níveis e tem a "obrigação" de orientar quem necessita de ajuda pelo mesmo caminho. Já expliquei acima que não uso VB - quero distância disso - e como tal nunca iria recomendar isso a ninguém. Recomendo sim o que acho bom. Não há bichos papões na programação, o que há é paradigmas e ferramentas que suportam esses paradigmas, umas melhores que outras. Dentro do conjunto de ferramentas há umas que são melhores do que outras para certos fins e dentro dessas há umas que ajudam e outras que desajudam o programador. Um expert sabe isto muito bem, já levou com muita coisa no lombo e como tal deve saber indicar o melhor caminho a quem se inicia e, para mim, isso passa pela adopção das melhores ferramentas.

só com a confusão e diversidade de opniões (o que nos experts é normal mas temos de ter cuidado quando falamos com novatos) o miudo assustase logo...  "bem.. se estes tipos são assim... vou já arranjar outra onda"

Se essa é a mentalidade, se esse miudo não está disposto a aprender e a usar o que há de melhor, então não vai muito longe na programação nem na vida...

peço-te por tudo que tenhas bom senso... que lê estes posts são nesta fase ainda pessoal quase sem conhecimentos... eu conheço este forum

eu já ando a pensar numa forma de criar tipo varios layers tendo em conta os diversos niveis de utilizadores... eu coloco posts avançados e só os lê quem entende.. mas quando alguem se quer iniciar temos de ter bom senso...

desde já te comprimento e és muito bem vindo

precisamos de pessoas assim para ajudar os novos...

até arranjarmos uma forma de gerir estes interesses divergentes apelo ao bom senso neste tipo de perguntas que nos fazem

Tento sempre ter bom senso. Mas nunca iria recomendar algo que não uso.

Tenho uma regra de ouro: fazer como os profissionais. Por exemplo, imagina que não sei nada sobre jardinagem. Vou ao Aki - passe a publicidade - e tenho duas opções: comprar barato ou comprar as ferramentas dos profissionais.

Ora se os profissionais usam uma determinada ferramenta é porque ela é superior e como tal é exactamente essa que devo comprar, pois essa vai-me ajudar e a outra o mais provavel é não servir a 100% ou mesmo desajudar...

Esta regra de ouro é também de bom senso, se uma ferramenta não serve para um profissional, então não presta.

Admito que possa ser mais dificil de dominar, e que requeira mais esforço, mas há algo garantido: esse é o caminho certo.

por mim dou-te as boas vindas M6... adivinho que vamos ter grandes debates aqui

Obrigado... Sempre que quizeres uma "teimazinha", estou por aqui! :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

por mim dou-te as boas vindas M6... adivinho que vamos ter grandes debates aqui

Obrigado... Sempre que quizeres uma "teimazinha", estou por aqui! :)

Pois,..isso tambem já eu me aprecebi! :D  Só pesso que tenham sempre em conta de não fugir ao tema das tread's para não abusar do off topic. Mas continuando,....

Em que é que ficamos? Por onde é que 'mandamos' o homem começar? :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

por mim dou-te as boas vindas M6... adivinho que vamos ter grandes debates aqui

Obrigado... Sempre que quizeres uma "teimazinha", estou por aqui! :D

Pois,..isso tambem já eu me aprecebi! :D  Só pesso que tenham sempre em conta de não fugir ao tema das tread's para não abusar do off topic. Mas continuando,....

Em que é que ficamos? Por onde é que 'mandamos' o homem começar? :D

Será que ele já leu alguma coisa ? Depois de ele postar falamos :) Com os Links e o debate que se postou tem muito para perguntar :D

Já sabem a minha opiniao (Pascal)

Nao se esqueçam por favor que isto é iniciação e não desenvolver o qeu já sa sabe ... para mim VB é uma linguagem de desenvolvimento do que se aprende anteriormente, pus um amigo meu a começar por VB e hj arrependo-me, mas ele gosta :) Soube apanhar bem a "materia" e está a dar-se bem, ele vê o Vb como 1 "jogo" e gosto que o veja assim, eu vejo-o como algo mais sério... como 1 impulsionador de experiencias além da Linha de Comandos... alargamento de conhecimentos ... o User  Guedelha nem sabe o que é uma variavel ... era bom começar por aí ...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Será que ele já leu alguma coisa ? Depois de ele postar falamos Wink Com os Links e o debate que se postou tem muito para perguntar Cheesy

Já sabem a minha opiniao (Pascal)

Nao se esqueçam por favor que isto é iniciação e não desenvolver o qeu já sa sabe ... para mim VB é uma linguagem de desenvolvimento do que se aprende anteriormente, pus um amigo meu a começar por VB e hj arrependo-me, mas ele gosta Smiley Soube apanhar bem a "materia" e está a dar-se bem, ele vê o Vb como 1 "jogo" e gosto que o veja assim, eu vejo-o como algo mais sério... como 1 impulsionador de experiencias além da Linha de Comandos... alargamento de conhecimentos ... o User  Guedelha nem sabe o que é uma variavel ... era bom começar por aí ...

Ja li, ja!!! Acredita que li tudo até ao minimo pormenor e que tenho pesquisado muito na internet sobre tutoriais... pesquisei em várias linguas e ja começei a fazer uma especie de comparação das caracteristicas das diferentes linguagens com o que apanho na net e aqui no forum.

No entanto, continuo a precisar de ajuda!! e ja agora...

o que é uma variavel?! :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

o que é uma variavel?! :)

:wallbash: tás a brincar, não? :eek:

Estás mesmo ,...mas MESMO a começar do zero?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
wallbash wallbash wallbash wallbash tás a brincar, não? eek eek eek eek eek

Estás mesmo ,...mas MESMO a começar do zero?

pa... user Guedelha=rei da ironia!!!

sei o que é uma variavel, sei!!! mas sei assim pro desenrasca... agora a serio, alguem podia indicar um sitio onde estivesse explicado o que é uma variavel assim mesmo com a definição e tal... é que eu decoro tudo arranjando definições!!! Mas tenho uma ideia do que é uma variavel, apesar de tudo!!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
O Python é uma linguagem por objectos?

Nem tando meu caro: suporta, de forma tosca, a filosofia, daí a suportar o modelo OO vai um grande passo.

o Python é sim uma linguagem por objectos... aliás em Python é tudo objectos.. o Python é orientado por objectos desde o inicio.. em 1991... e para a maior parte dos que mexem a sério o python é a opção...

quase tudo em open-source e sobre Linux (possivel multi-plataforma) é feito em python... procurem por ficheiros .py numa distro Linux

e em ferramentas... nem se fala... Python é o verdadeiro canivete suiço (não o NetCat)... com Python fazes tudo... e se procurares por módulos que funcionalidades alto nivel... ui... ui... ui

com o melhor dos espiritos posto aqui esta info... mas claro... para mais esclarecimentos "Google It"

The last article gives you the absolute basics of using Python. This time, we'll do the OO side of Python. Yes, Python: a true object-oriented language with classes, inheritance and all.

Ok, my OO background comes from the usual suspects of OO language, C++, Java and Object Pascal (Delphi). So I have this preconceived idea about what Python OO should be. When I discover how OO is implemented in Python, my first reaction was: "What the expletive is this s#~! ?" My idealism about OO is offended by what Python does with object and classes. It offers a new perspective on what can be done with classes and object. Over time Python has grown on me, and now I can really appreciate what it can do. So if you have the same reaction as mine, keep reading. It will grow on you as well.

We are going to tear down

http://evolt.org/node/449

Python is not an old imperative language that added object oriented features when they became trendy. Python was object oriented in early 1991, when it was first released on USENET (yes, USENET, that's how long Python's been object oriented, from back when USENET was useful). You can still download Python 0.9.1 from there and see that it used roughly the same class syntax:

class AbstractParent():
#
# Upcalls from child to parent
def addchild(self, child): unimpl()
	def delchild(self, child): unimpl()

But more important, you can see that Guido was already using the convention of passing "self" as an argument to a method call:

class StripChart() = LabelAppearance(), NoReactivity():
def setbounds(self, bounds):
	LabelAppearance.setbounds(self, bounds)
	self.resetbounds()

In other words, he'd already figured out (perhaps months or as much of a year before the public release of Python) that having self as a parameter was actually more symmetrical when you wanted to call a chosen method and pass your own "self" parameter. And even in the cases where it isn't more symmetrical, it is at least more explicit about what is going on. This functionality simply isn't available in most other OO languages. On the other hand, Python didn't grow a "super" facility for years...but now it has both.

When moving from Java to Python, I found it to be delightfully easy --

certainly the most painless ramp-up I had ever undertaken.  Within one

day I was writing Python in order to implement my ideas rather than in

order to learn Python.

In Python, you define a class with specific syntax:

>>> class SpamLump:

>>>    def __init__(self, radius, consistency):

>>>        self.area = radius * radius * PI

>>>        self.consistency = consistency

>>>

>>>    def taste(self, numtimes):

>>>        for i in range(numtimes):

>>>            print "%s inches of %s gooey goodness." % (self.area, self.consistency)

(Now the underlying object model is actually a dynamic object-based

model rather than a Java-style class-based model, but 90% of Python

programmers don't know that, although they may occasionally wonder at

how the object model manages to keep *not* get in their way...)

To create and use an instance of this class, I write:

>>> s = SpamLump(3, "tough")

>>> s.taste(3)

12.56 inches of tough gooey goodness.

12.56 inches of tough gooey goodness.

12.56 inches of tough gooey goodness.

>>>

So the only things I had to learn, coming from Java, were that the

"constructor" was named "__init__()" and that each method had to have

"self" as the first argument.

Now under the hood (and directly accessible to any Python programmer)

the "class" keyword simply defined a function named "SpamLump" for you.

The function `SpamLump()' allocates space for an object, assigns

"taste" to be a member of that object, invokes the `__init__()'

function passing the new object and any args, and returns a reference

to the new object.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Volto a afirmar: o Python suporta a filosofia, daí a suportar o modelo OO é um grande passo.

E como tens numa dessas sitações, o suporte OO do Python pode muito bem ser considerado "ofensivo".

Boa explicação sobre como usar OO em Python, simples e directa.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

podes crer... apesar de ser mais antigo o Python o Python é uma EVOLUÇÃO DESEJADA em relação aos modelos tradicionais OO...

lá porque a linguagem XPTO usa um modelo não quer dizer que SEJA O MODELO...

eu falo por experiencia... programao nas principais e TENHO muita pena que o Python não seja adoptado pelas empresas.. e tu sabes bem porque não é... não têm nada a ver com a linguagem mas sim com a filosofia por detrás dos movimentos free software e open source...

eu varias vezes tenho tentado introduzir como "oficial" mas logo me dizem... "e onde arranjamos uma formação qualificada em Python? e qual é a empresa que dá suporte OFICIAL e com GARANTIAS em python?"

é este o unico problema do python.. mas se a mudança não começar nos tecnicos (a criação do Python visou apenas questões técnicas dai ser tão bom) onde vai acontecer?

o python é vitima de desconhecimento e digo-te que a expressão que mais ouiço quando alguem se inicia no python é... "o quê.. havia uma linguagem assime eu não sabia? que cena... então isto é mesmo como eu desejava... o quê? tão simples? e tão poderoso? huummm.. tenho de investigar melhor..."

teckV

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

sempre ouvi dizer que a primeira lingua que aprendemos vai influencir toda a nossa carreira de programação, pois começamos a desenvolver algoritmos segundo a lingua que aprendemos em primeiro lugar e não largamos esse "vicio".

andei a pesquisar e a analisar as muitas linguas de programação que existem e decidi-me pelo Pascal para começar!!!

acham que fiz bem? se nao, digam... ainda vão a tempo!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

sempre ouvi dizer que a primeira lingua que aprendemos vai influencir toda a nossa carreira de programação, pois começamos a desenvolver algoritmos segundo a lingua que aprendemos em primeiro lugar e não largamos esse "vicio".

andei a pesquisar e a analisar as muitas linguas de programação que existem e decidi-me pelo Pascal para começar!!!

acham que fiz bem? se nao, digam... ainda vão a tempo!

Acho que fizeste uma excelente escolha... quanto à definição de variável : define: Variável no Google (em Web) -> http://www.google.pt/search?hl=pt-PT&q=define%3A+Vari%C3%A1vel&meta=

Das que encontrei achei mais concisa e lógica a 1ª da nossa amiga WikiPedia :thumbsup:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

podes crer... apesar de ser mais antigo o Python o Python é uma EVOLUÇÃO DESEJADA em relação aos modelos tradicionais OO...

lá porque a linguagem XPTO usa um modelo não quer dizer que SEJA O MODELO...

Pois não. Chama-lhe purismo se quizeres, mas se uma linguagem não suporta esse modelo isso quer dizer que a mesma não pode ser considerada como uma linguagem desse modelo...

eu falo por experiencia... programao nas principais e TENHO muita pena que o Python não seja adoptado pelas empresas.. e tu sabes bem porque não é... não têm nada a ver com a linguagem mas sim com a filosofia por detrás dos movimentos free software e open source...

eu varias vezes tenho tentado introduzir como "oficial" mas logo me dizem... "e onde arranjamos uma formação qualificada em Python? e qual é a empresa que dá suporte OFICIAL e com GARANTIAS em python?"

Podes sempre fazer como eu: coloquei a cabeça no cepo e forcei a entrada do Python num projecto. Esse projecto foi um sucesso e a linguagem passou a ser usada noutras coisas.

Mas é bom ter em atenção de que se a coisa falhasse, havia uma cabeça ia rolar... E isso não seria nada "simpático", uma vez que era a minha...

O open source é um tema interessante de discutir. Uma das "razões" pela sua não adopção é o tema recorrente do suporte e da formação... Isso lido nas entrelinhas só quer dizer uma coisa: temos medo e em caso de dar problemas não temos quem nos ajude nem quem culpar!

Depois há todo um conjunto de "bichos papões" de que a gestão tem medo e de que os vendedores se encarregam de aumentar.

E depois há o reverso da medalha: a IBM factura milhões à custa do open source e vende open source aos mesmos que não o querem adoptar! :thumbsup:

é este o unico problema do python.. mas se a mudança não começar nos tecnicos (a criação do Python visou apenas questões técnicas dai ser tão bom) onde vai acontecer?

Há uma expressão que uso regularmente: só ser bom não basta! O Python é excelente para resolver certos problemas, mas só isso não é suficiente.

o python é vitima de desconhecimento e digo-te que a expressão que mais ouiço quando alguem se inicia no python é... "o quê.. havia uma linguagem assime eu não sabia? que cena... então isto é mesmo como eu desejava... o quê? tão simples? e tão poderoso? huummm.. tenho de investigar melhor..."

teckV

Há por ai muita coisa que as massas desconhecem. Até quem já anda nestas andanças há algum tempo está sempre a descobrir coisas novas e muitas delas excelentes.

Mas como disse em cima: só ser bom não basta...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

sempre ouvi dizer que a primeira lingua que aprendemos vai influencir toda a nossa carreira de programação, pois começamos a desenvolver algoritmos segundo a lingua que aprendemos em primeiro lugar e não largamos esse "vicio".

Não é tanto assim, mas exige algum esforço para largar certos vícios. Comecei no BASIC do 48K e passei para o GW BASIC e daí para o VB. Na altura achava o VB - primeiras versões - o supra sumo. Depois conheci o Pascal e daí passei para o Delphi. Passei a compreender as burrices que fazia e a estupidez de certas implementações que fazia em VB. O Pascal e o Delphi são linguagens mais "puras" no sentido que "forçam" o uso de técnicas correctas e "limitam/evitam" as burrices.

Demorei algum tempo a livrar-me de certos vícios, mas é possível livrares-te deles...

andei a pesquisar e a analisar as muitas linguas de programação que existem e decidi-me pelo Pascal para começar!!!

acham que fiz bem? se nao, digam... ainda vão a tempo!

Fizeste aquela que considero ser a melhor escolha para uma pessoa se iniciar na programação imperativa.

Quando quizeres passar para o paradigma dos objectos, aconselho-te o Delphi, fazes uma transição suave e sem problemas.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Há uma expressão que uso regularmente: só ser bom não basta! O Python é excelente para resolver certos problemas, mas só isso não é suficiente.

diz-me uma coisa que não faças em Python e porque

e porque é que é hoje a linguagem a ser adoptada pelos principais projectos? exemplo... o Entreprise Manager do MySQL 5 entre praticamente todos os novos uitilitarios/ferramentas e aplicações a sair no mundo Linux

Temos o ZOPE como plataforma "Aplication Server"

temos o mod_python para web scripting...

temos os modulos mais bombásticos do momento a sair em Python.. .egg... Scpay, pCapy, pyGTK... sei lá

para ti que és da velha guarda aconselho este post que refere-se a um documento de um "Old Dog" em C e sua passagem para o Python

http://www.portugal-a-programar.pt/index.php?showtopic=

teckV

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora