• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

icaro333

O currículo deste curso é bom? Qual a vossa opinião?

4 mensagens neste tópico

Estou a pensar frequentar este curso para me iniciar. São 580 horas. Depois se gostar talvez siga para um Curso Superior. O que acham? é uma boa introdução? Ou aconselham-me outra coisa? Desculpem o post longo.

Abraço e obrigado pelas vossas opiniões!



ANALISTA PROGRAMADOR DE INFORMÁTICA

1 . OBJECTIVOS DO CURSO

Este curso visa preparar os formandos para uma carreira informática de âmbito empresarial e freelancer.

O curso encontra-se dividido em três ciclos distintos, embora complementares, que por sua vez são compostos por módulos relacionados.Esta estruturação do curso pretende dotar o formando de conhecimentos quer ao nível da programação de computadores – elemento fundamental de qualquer carreira informática – quer da componente de análise de sistemas, bases de dados e telecomunicações, incluindo internet, e que são, actualmente, as duas grandes áreas de desenvolvimento informático.

Assim, temos um ciclo direccionado a programação base. Programação que será objecto fundamental para outras linguagens e para se perceber efectivamente como funciona a programação em informática. Será então o pilar para os outro ciclos, tendo então como módulos: Sistemas Operativos (DOS e Unix (superficial) / Linux / Windows Server), Bases de Dados – Access / SQL Server / MySQL, Análise e Concepção de Sistemas, Técnicas de Programação

Num outro ciclo, vocacionado para as novas tecnologias de informática vocacionadas para o mundo das telecomunicações e Internet, incluiu-se os módulos de programação mais utilizados pelas empresas, tais como: ASP.NET, Java, PHP e HTML. Telecomunicações.

O último ciclo está vocacionado para os ambientes informáticos locais e de pequena e média dimensão, incluindo o módulo de Visual Basic, e Visual Basic.NET, Fundamentos de Gestão, Instalação e Administração de redes de Computadores e Segurança de sistemas.


2 . CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

O critério de avaliação tem em conta a avaliação contínua, bem como as notas de trabalhos finais. São também valorizados factores como a assiduidade, participação nas aulas, execução de trabalhos de rotina, etc.

3. PROGRAMA DE CURSO

Ciclo Programação Base – 180 horas (ciclo de entrada)

Sistemas Operativos (DOS e Unix (superficial) / Linux / Windows Server) – 40 horas
Bases de Dados – Access / SQL Server / MySQL – 50 horas
Análise e Concepção de Sistemas – 70 horas
Técnicas de Programação - 20 horas

Ciclo Programação I – 180 horas

HTML – 20 horas
ASP.net – 40 horas
Java – 60 horas
PHP – 40 horas
Telecomunicações – 20 horas

Ciclo Programação II – 190 horas

VB – 60 horas
VB.net – 40 horas
Fundamentos de Gestão – 40 horas
Instalação e Administração de Redes de Computadores – 25 horas
Segurança de Sistemas – 25 horas

4. PROGRAMAS DO CURSO

MÓDULO - Bases de Dados – Access / SQL Server / MySQL

1.Criação da base de dados
1.2. Criação das tabelas
1.3. Criação das chaves primárias
1.4. Formulários
1.5. Menus. Painel de Navegação. Operações usuais sobre os dados utilizando os interfaces
1.6. Inserção
1.7. Consulta
1.8. Modificação
2. Introdução à linguagem SQL
2.1. O que é a linguagem SQL?
2.2. Breve história da linguagem SQL
2.3. Características da linguagem
3. Selecção de Informação de uma Base de Dados
3.1. A instrução SELECT
3.1.1. Selecção de registos
3.1.2. Efectuando projecções
3.1.3. Efectuando restrições
3.1.3.1. A cláusula WHERE
3.1.4. Os operadores relacionais
3.1.5. Os operadores lógicos
3.1.6. Outros operadores
3.1.6.1. O operador BETWEEN
3.1.6.2. O operador IN
3.1.6.3. O operador IS
3.1.6.3.1. A palavra especial NULL
3.1.6.4. O operador LIKE
3.1.6.4.1. Utilização de wildcards
3.1.7. Precedência de operadores
3.1.8. Eliminação de duplicados
3.1.8.1. A palavra especial DISTINCT
3.1.8.2. A palavra especial ALL
4. Ordenação de Informação
4.1. Ordenação dos dados por uma coluna
4.2. Ordenação dos dados por várias colunas
4.3. Selecção de expressões
4.4. Ordenação por posição
5. Relacionando Informação
5.1. O produto cartesiano entre tabelas
5.2. A operação de INNER JOIN
5.3. A operação de OUTER JOIN
5.4. A operação de UNION
5.5. A operação SELF JOIN
5.6. A operação INTERSECT
5.7. A operação MINUS
6. Funções de Agregação
6.1. A função Count
6.2. A função Min
6.3. A função Max
6 .4. A função Sum
6.5. A função Avg
7. Agrupando a Informação
7.1. A cláusula GROUP BY
7.2. A cláusula HAVING
7.3. WHERE vs HAVING
7.4. Agrupamentos e o valor NULL
8. Manipulação de Registos
8.1. O comando INSERT
8.2. O comando UPDATE
8.3. O comando DELETE
9. Manipulação de Bases de Dados e Tabelas
9.1. A instrução CREATE DATABASE
9.2. A instrução DROP DATABASE
9.3. A instrução CREATE TABLE


MÓDULO – ANÁLISE E CONCEPÇÃO DE SISTEMAS

1. A modelação visual
1.1. O que é a modelação
1.2. A importância da modelação
1.3. Princípios da modelação
1.4. A modelação orientada por objectos
2. Introdução à linguagem de modelação UML
2.1. O que é a linguagem unificada de modelação
2.2. A criação e evolução histórica do UML
2.3. Objectivos do UML
2.4. Utilizações do UML
3. Modelação estrutural
3.1. Comportamento do sistema
3.2. Actores
3.3. Casos de uso
3.3.1. Relações dos casos de uso
3.4. Objectos
3.5. Esterotipos e classes
3.6. Relações
3.7. Diagramas de classes
4. Modelação comportamental
4.1. Interacção entre objectos
4.2. Diagramas de interacção
4.2.1. Diagramas de sequência
4.2.2. Diagramas de colaboração
4.2.3. Diagramas de actividade
5. Modelação arquitectónica
5.1. Componentes e interfaces
5.2. Diagramas de componentes
5.3. Diagramas de deployment
5.4. Padrões e frameworks

MÓDULO VI – PROGRAMAÇÃO HTML

1. Introdução à Internet e à World Wide Web
2. Servidores de Web e Http
3. Os browsers e a linguagem Html
4. Introdução à linguagem Html
4.1. Criação de um documento em Html
4.2. Etiquetas
4.3. Estrutura básica de um documento
4.3.1. Secções
5. Formatação de documentos
5.1. Cabeçalhos
5.2. Parágrafos
5.3. Estilos
5.4. Cores
6. Ligações
6.1. URLs
6.2. O que são Uniform Resource Locators
6.3. Criação de um URL
6.4. Os diferentes serviços URL
6.4.1. Email
6.4.2. Ftp
6.4.3. News
6.4.4. Telnet
6.5. Âncoras
7. Imagens
7.1. Os diferentes formatos de imagens
7.1.1. Gif
7.1.2. Jpeg
7.2. Inserção de imagens num documento
7.3. Posicionamento de imagens
7.4. Imagens com ligações
7.5. Imagens de fundo
8. Listas
8.1. Listas ordenadas
8.2. Listas não-ordenadas
8.3. Glossários
9. Tabelas
9.1. Criação de tabelas
9.2. Definição de linhas e colunas
10. Formulários
10.1. Introdução
10.2. Componentes de um formulário
10.3. Envio de dados

MÓDULO - ASP.NET

1. Visão geral da Microsoft. NET Framework
2. Utilização do Mircosoft Visual Studio.Net
3. As linguagens Microsoft. Net
4. Criação de um Web Form ASP.NET
5. Adicção de código
6. Tracing
7. Validação de Inputs
8. Users Controls
9. Acesso a dados
10. Escrever e ler dados XML 
11. Criação e consumo de Web Services XML
12. Configuração, optimização, e instalação de uma aplicação Web ASP.NET
13. Securização de uma aplicação Web ASP.NET

MÓDULO – PROGRAMAÇÃO EM JAVA

1. Introdução à programação em Java
1.1. A linguagem Java
1.2. Características da linguagem
1.3. Compiladores de Java
1.3.1. O Java Development Kit
1.3.2. O Visual J++
1.4. Escrita de um programa em Java
1.5. Compilação
2. Fundamentos da linguagem Java
2.1. Tipos de dados primitivos
2.2. Variáveis
2.3. Palavras reservadas
2.4. Literais
2.5. Comentários
2.6. Expressões
2.7. Operadores
2.7.1. Operadores aritméticos
2.7.2. Operadores relacionais
2.7.3. Operadores lógicos
2.7.4. Operadores de atribuição
2.7.5. Precedência de operadores
2.8. Conversão de tipos
3. Controlo do fluxo de código
3.1. Instruções condicionais
3.1.1. If Else
3.1.2. If Else If
3.1.3. Switch
3.2. Instruções Repetitivas
3.2.1. Do While
3.2.2. While
3.2.3. For
3.3. Instruções de controlo de processamento
3.3.1. Break
3.3.2. Continue
4. Vectores
4.1. Declaração
4.2. Criação
4.2.1. O operador New
4.3. Inicialização
4.4. Vectores bidimensionais
4.5. Vectores multidimensionais
5. Classes e objectos
5.1. Java e a programação orientada por objectos
5.2. Classes
5.3. Objectos
5.4. Constructores
5.5. Métodos
6. Herança
6.1. O conceito de herança
6.2. Criação de um subclasse
6.3. Anulação de métodos
6.4. Modificadores de acesso
6.5. Classes abstractas
6.6. A palavra reservada final
7. Interfaces
7.1. A herança múltipla
7.2. Criação de interfaces
7.3. Implementação de interfaces
7.4. Utilização de mútiplos interfaces
8. Excepções
8.1. try, catch e finally
8.2. Utilização de excepções
8.3. Criação de excepções
9. Packages
9.1. Utilização de packages
9.2. Criação de packages
9.3. Algumas packages da linguagem Java
10. Input/Ouput
10.1. Definição de canal
10.2. Canais de bytes
10.3. Canais de caracteres
10.4. Canais com filtros
11. Applets
11.1. O que são Applets
11.2. Integração de applets em páginas da web
11.3. O ciclo de vida de um applet
11.4. Gráficos
11.5. Fontes
11.6. Cores



MÓDULO - PHP

1. Introdução.
Client-Side Scripts .
Server-Side Scripts. 
2. O Que É Php, O Que Se Pode Fazer E Como Surgiu?. 
3. Enviar Dados Para O Servidor Http.
O Método Get 
Headers. 
O Método Post 
Utilizando Get E Post 
4. Formulários Html.
Definindo Um Formulário 
A Tag <Input>.
Campo De Texto . 
Campo De Texto Com Máscara
Checkbox 
Radio Button.
Submit Button.
Reset Button .
Button
Textarea
Select
Upload De Arquivos
5. Instalação E Configuração Em Ambiente Windows
6. Servidor Apache
7. Php 
8.Mysql.
Strrev
Strtolower
Strtoupper.
Ucfirst
Ucwords
Str_Replace
9.Funções Diversas
Chr 
Ord 
Echo 
Print 
Strlen.
10. Funções Para Tratamento De Arrays
11. Funções Genéricas
Array 
Range 
Shuffle. 
Sizeof. 
12.Funções De “Navegação” . 
Reset 
End 
Next. 
Prev 
Pos 
Key 
Each 
13.Funções De Ordenação.
Sort
Rsort 
Asort 
Arsort 
Ksort 
Usort 
Uasort 
Uksort 
14. Tipos Suportados Pelo Mysql
Numéricos 
Data E Hora
Strings 
15. Realizar Consultas. 
16. Utilizar Headers
17. Utilizar Cookies
O Que São
Gravar Cookies.
Ler Cookies Gravados
18. Manipulando Arquivos
19. Funções Relacionadas A Html 
Htmlspecialchars. 
Htmlentities. 
Nl2br . 
Get_Meta_Tags 
Strip_Tags 
Urlencode 
Urldecode
20. Funções Relacionadas A Arrays.
Implode E Join
Split 
Explode .
21. Comparações Entre Strings.
Similar_Text 
Strcasecmp
Strcmp. 
Strstr. 
Stristr
Strpos
Strrpos 
22. Funções Para Edição De Strings
Chop 
Ltrim 
Argumentos Com Valores Pré-Definidos (Default).
23. Variáveis E Constantes 
Declaração De Uma Variável. 
O Modificador Static . 
Variáveis Variáveis 
Variáveis Enviadas Pelo Navegador 
Urlencode.
Utilizando Arrays 
Variáveis De Ambiente 
Verificando O Tipo De Uma Variável. 
Verificar Se Uma Variável Possui Um Valor.
A Função Isset . 
A Função Empty.
Constantes Pré-Definidas
Definindo Constantes. 
24. Classes E Objetos.
25. Noções De Sql
26. Aceder Ao Mysql Via Php
Estabelecer Conexões. 
Selecionando A Base De Dados 
Realizar Consultas. 
Apagando O Resultado 
Número De Linhas . 
Utilizando Os Resultados.
Alterando O Ponteiro De Um Resultado
27. Aceder Ao Postgresql Via Php
28. Separador De Instruções . 
29. Nomes De Variáveis . 
30. Comentários 
Comentários De Uma Linha: 
Comentários De Mais De Uma Linha:. 
31. Imprimindo Código Html. 
32. Tipos
Tipos Suportados 
Inteiros (Integer Ou Long) . 
Números Em Ponto Flutuante (Double Ou Float) 
Strings 
Arrays
Listas
Objetos
Booleanos
Transformação De Tipos 
Coerções
Transformação Explícita De Tipos
Com A Função Settype
33. Operadores .
Aritméticos 
De Strings 
De Atribuição
Bit A Bit 
Lógicos 
Comparação.
Expressão Condicional 
De Incremento E Decremento.
34. Estruturas De Controle.
Blocos. 
Comandos De Seleção.
Comandos De Repetição 
Quebra De Fluxo 


MÓDULO - VISUAL BASIC

Parte I - Introdução

1. Introdução ao Visual Basic
1.1. Tipos de Objectos
1.1.1. Botões de Controlo
1.1.2. Janelas de Diálogo
1.1.3. Manipulação de Listas
1.1.4. Manipulação de Ficheiros
1.1.5. Diferentes Tipos de Menus
1.1.6. Janelas de Texto
1.2. Convenções de Nomenclatura
1.3. Propriedades, Eventos e Métodos
1.4. Exemplos Pré-Definidos

2. Noções de Programação Orientada para Objectos
2.1. Classes e Instâncias (Objectos)
2.2. Relações Classe/SubClasse e Classe/Instância
2.3. Atributos (Propriedades)
2.4. Herança de Atributos e de Valores de Atributos
2.5. Herança Múltipla
2.6. Polimorfismo

Parte II - Desenvolvimento de Aplicações Gráficas

1. Programar em Visual Basic
1.1. Estrutura Base de uma Aplicação
1.2. Procedimentos
1.3. Controlo de Fluxo

2. Tipos de Dados
2.1. Principais Tipos de Dados Pré-Definidos
2.2. Declaração de Variáveis e Constantes
2.3. Domínio de Existência de Variáveis
2.4. Arrays e Estruturas

3. Classes e Instâncias
3.1. Declaração e Utilização
3.2. Definição de Múltiplas Instâncias
3.3. Objectos do Sistema

4. Utilização do Teclado e Rato
4.1. Leitura de Eventos
4.2. Arrastamento e Posicionamento do Rato
4.3. Aplicações Gráficas

5. Trabalhar com Ficheiros

6. Livrarias Pré-Definidas de Ícones

Parte III - Manipulação de Base de Dados

1. Interface com Ms-Access
2. Base de Dados Relacionais
3. Manipulação de Informação
3.1. Abertura de Base de Dados
3.2. Manipular Registos (inserir, modificar, seleccionar e apagar)
3.3. Controlar Transacções e Validações
3.4. Projectar e Desenvolver Bases de Dados

Parte IV - Comunicação entre Aplicações

1. Troca Dinâmica de Dados (DDE)
2. Estruturação e Inter-Ligação de Objectos (OLE)
3. Livrarias de Inter-Ligação Dinâmica (DLL)

Parte V - Aplicação Prática

MÓDULO - VISUAL BASIC.NET

1. Introdução ao Visual Basic .NET
2. Estudo do framework
3. O IDE
4. Tipos de projecto
5. Leitura e escrita de dados
6. Variáveis
7. Estruturas de decisão
8. Estruturas iterativas
9. Operadores aritméticos, relacionais e lógicos
10. Estruturas de decisão
11. Estruturas iterativas
12. Operadores aritméticos, relacionais e lógicos
13. Estudo dos componentes da linguagem: objectos, propriedades, eventos e métodos
14. Forms
15. Estudo das propriedades e métodos de objectos: Button, TextBox, CheckBox, ListBox, etc...
16. Caixas de diálogo
17. Programação de eventos
18. Menus
19. Arquitectura do .NET Framework
20. Vectores(matrizes)
21. Captura de erros – Excepções
22. Funções e procedimentos - argumentos, sobrecarga(overload), polimorfismo e encapsulamento.
23. Validação de campos: técnicas e exemplos
24. Leitura/Escrita em ficheiros
25. Programação orientada a objectos
26. Herança


MÓDULO - FUNDAMENTOS DE GESTÃO DE EMPRESAS

1. Gestão de stocks (noções elementares da Gestão Racional Optimizada dos Stocks)
1.1. Noção, função e objectivos da gestão de stocks
1.2. A gestão administrativa dos stocks
1.3. A gestão económica dos stocks
1.4. Gestão administrativa das compras e das encomendas

2. Facturação (elemento do processo de compra/venda, da nota de encomenda ao recibo e nota de débito/crédito)
2.1. Noção de contrato de compra e venda
2.2. Fases do contrato de compra e venda e documentação característica
2.2.1. A encomenda: Nota de Encomenda/Requisição
2.2.2. A entrega ou remessa : Guia de remessa
2.2.3. A liquidação : Factura
2.2.4. O pagamento : Recibo
2.2.5. As notas de crédito e de débito

3. Letras
3.1. Noção, características fundamentais e intervenientes necessários
3.2. O saque
3.3. O aceite
3.4. O vencimento
3.5. O aval
3.6. O pagamento
3.7. A selagem
3.8. O protesto
3.9. A reforma
3.10. O desconto

4. Estatística (noções elementares, gráficos, compreensão e elaboração, tipos gráficos
4.1. Recolha e classificação de dados para a elaboração de uma distribuição estatística - Amostragem
4.2. População e unidade estatística
4.3. Carácter estatístico e variável estatística
4.4. Frequências absolutas , frequências relativas e frequências acumuladas
4.5. Representações tabulares e gráficas
4.5.1. Pictograma
4.5.2. Gráficos circulares
4.5.3. Gráficos de barras
4.5.4. Histogramas
4.5.5. Polígonos de frequências
4.6. Medidas de centralização
4.6.1. Moda
4.6.2. Mediana
4.6.3. Média aritmética
4.6.4. Quantis

5. Processamento de salários

6. Noções de Contabilidade Geral
6.1. Estudo do Património Empresarial
6.2. O Inventário e o Balanço
6.3. A conta
6.4. Os lançamentos
6.5. Os Balancetes
6.6. A normalização contabilística e o POC
6.7. Estudo das contas segundo o POC
6.8. Operações de fim de exercício

7. Noções de Cálculo Financeiro
7.1. Funções de proporcionalidade e suas aplicações no campo económico-financeiro .
7.1.1. Proporcionalidade directa
7.1.2. Proporcionalidade inversa
7.1.3. Proporcionalidade composta
7.1.4. Aplicações do conceito proporcionalidade
7.1.4.1. Regra de três
7.1.4.2. Problemas sobre percentagem
7.1.4.2.1. Percentagens directas
7.1.4.2.2. Percentagens aditivas sucessivas e por escalões
7.1.4.2.3. Percentagens indirectas
7.1.4.2.4. Lucros e suas relações
7.2. Regimes de Capitalização
7.2.1. Regime de juros simples
7.2.1.1. Generalidades
7.2.1.2. Taxas proporcionais e taxas equivalentes
7.2.1.3. Taxa média
7.3. Empréstimos com juros antecipados
7.3.1. Generalidades
7.3.2. Valor actual, valor nominal e juro antecipado de um empréstimo
7.3.3. Comparação entre o valor e o capital nominal
7.4. Regime de juros compostos
7.4.1. Generalidades
7.4.2. Capitalização a juros compostos
7.4.3. Comparação dos valores acumulados a juros compostos e a juros simples
7.4.4. Taxas proporcionais e taxas equivalentes em processo de juros compostos
7.4.5. Taxa nominal e taxa efectiva
7.4.6. Taxa média

MÓDULO - Instalação e Administração de Redes de Computadores.



1. Introdução
1.1. Evolução histórica
1.2 Conceito de Redes
1.3. Necessidades de redes de computadores
1.4. Vantagens das redes de computadores
2. Utilizações das redes de computadores
2.1. Redes corporativas
2.2. Redes para pessoas
2.3. Questões sociais
3. Classificação das redes de computadores
3.1. Classificação das redes segundo a dimensão
3.1.1. Redes locais (LAN)
3.1.2. Redes metropolitanas (MAN)
3.1.3. Redes geograficamente distribuídas (WAN)
3.2. Classificação das redes segundo a tecnologia de transmissão
3.2.1. Redes ponto-a-ponto
3.2.2. Redes de difusão
4. Topologias de redes
4.1. Bus
4.2. Estrela
4.3. Anel
4.4. Mesh
4.5. Star-Ring
4.6. Star-Bus
4.7. Hybrid Mesh
5. Orientação de uma rede
6. Modelos e referência
6.1. O modelo de referência OSI
6.2. O modelo de referência TCP/IP
7. Meios de transmissão
7.1 Cablagem
7.2. Meio magnéticos
7.3. Par entrelaçado
7.4. Fibra óptica
8. Protocolos
9. Router, Hub, Modem
14. Domain Name Server
15. Planejar uma rede
16. Criar uma rede
17. Simular uma rede
18. Prática: Criar o cablagem e desenho da rede
19. Partilha
20. Dominios

MÓDULO– SEGURANÇA DE SISTEMAS

1. Introdução à Segurança Informática
1.1. As diversas áreas da segurança informática
1.2. A importância da segurança da informação
1.3. Quem são as entidades que ameaçam um sistema?
1.4. Necessidades de Segurança
1.5. Os principais alvos
1.6. Técnicas utilizadas
2. Vírus
2.1. O que é um vírus?
2.2. O porquê da existência dos vírus
2.3. O modo de funcionamento dos vírus
2.4. Tipos de vírus
2.5. Protecção contra vírus
3. Protecção do PC
3.1. Protecção do BIOS
3.2. Protecção do sistema operativo
3.3. Protecção do screen saver
4. Firewalls
4.1. O que são firewalls
4.2. Componentes de uma firewall
4.3. Protecção de um servidor com uma firewall
4.4. Tipos de firewall
5. Cookies
5.1. O que são cookies?
5.2. Perigos da utilização de cookies
6. Trojans e backdoors
7. Segurança na internet
7.1. Nukes
8. Criptografia[/Code]

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Porque vais perder tempo com cursos se quere seguir o ensino superior ? Não é que o curso não preste, mas é uma perca de tempo.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Porque vais perder tempo com cursos se quere seguir o ensino superior ? Não é que o curso não preste, mas é uma perca de tempo.

É uma boa pergunta. Respondo-te com outra. Tenho 29 anos e gostava de me formar, dependo só de mim financeiramente, e pergunto-me frequentemente, um pouco por receio de me meter numa "empreitada" grande demais para mim, se um curso superior de Informática é compatível com um emprego em full-time?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Parece-me que esse curso se foca demasiado nas tecnologias, em vez de se focar nos paradigmas/conceitos.

Antes de entrar para a universidade, se calhar até acharia isso um bom curso, mas hoje em dia nem por isso. Conhecendo-se os paradigmas, é fácil passar para as tecnologias que os suportam. Não faz sentido aprendermos uma carrada de tecnologias, das quais depois só vamos utilizar metade (ou até podemos ter que usar outras diferentes das que aprendemos). É muito mais importante aprender os conceitos base, pois permite-nos depois aprender as tecnologias que precisamos.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora