• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

deathseeker25

Yahoo é acusada de vender publicidade online em sites com spywares

1 mensagem neste tópico

Um advogado e activista anti-spyware abriu um processo contra a Yahoo acusando o portal de colocar publicidades camufladas com spywares dentro de sites maliciosos.

Ben Edelman, um pesquisador de segurança online e advogado norte-americano, é um dos profissionais que iniciaram o caso na segunda-feira contra empresas que fazem publicidades no Yahoo, como a Craft by Veronica. O caso acusa o Yahoo e a sua subsidiária de venda de anúncios Overture de cobrarem taxas mais altas para publicidades em lugares "Premium", mas colocarem as peças em páginas com spywares ou que tenham o seu endereço muito parecido com portais de grande acesso.

A porta-voz do Yahoo não estava imediatamente disponível para comentários. O processo procura ressarcir o dinheiro pago pelos anunciantes pelos planos "Premium" oferecidos pelo Yahoo, em lugares de alto acesso, como sites pertencentes à Microsoft e à CNN, disse Edelman. Mesmo que o documento do advogado não tenha divulgado uma quantia exacta, a indemnização poderia chegar a centenas de milhões de dólares, revelou ele.

"Parece que existe muito dinheiro envolvido", avaliou Edelman. O caso acusa a Yahoo de colocar publicidade em sites pertences à Intermix Media e à Direct Revenue, duas companhias identificadas num processo, em Abril, como distribuidores de spyware e publicidades não solicitadas. Ambas as companhias dividiram as acusações do promotor geral de Nova York Eliot Spitzer.

Edelman concorda com as acusações de Spitzer sobre as duas companhias. "São software que, pelo menos em algumas vezes, entram no seu computador sem sua permissão", disse ele.

Além disso, a Yahoo posiciona anúncios em sites do tipo "typosquatting", em que hackers registam domínios praticamente idênticos ao de grandes portais ou serviços de e-commerce, com a excepção de uma letra digitada de maneira errada, para ganhar o tráfego de utilizadores distraídos. Muitos dos sites do tipo, afirma o processo, tinham como única fonte de renda o Yahoo.

Fonte: Infortech United

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora