• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

softklin

Design e programação para a web são realmente inseparáveis?

10 mensagens neste tópico

NOTA: estive para colocar isto em discussão de programação, mas caso não esteja bem aqui, peço a algum mod que mova isto para a secção correcta, por favor.

Estou a pensar focar parte dos meus conhecimentos em programação para a Web, nomeadamente PHP. Sei desenhar páginas tabeless, sei tratar de dados provenientes do utilizador, e o que tenho para aprender (POO, tratamento de uploads, etc) já está na minha mira. Eu gosto imenso de PHP, mas o problema é que sou um zero a design!

Design sei estruturar uma base de um site, mas coisas como combinação de cores, desenho de gráficos, são coisas que me escapam por completo. Gostava de pedir a opinião a quem anda neste ramo de Web Development que me informasse de:

  • Os clientes em geral estão interessados em pessoal que apenas saiba fazer a parte de programação de um website?
  • Tipos de design pretendidos no geral (mais elaborados, mais simples, ...)
  • É possível pegar em templates já feitos, e depois personalizá-los? Qual a licença que permite isso? É bem aceite pelos clientes em geral?

Não estou a pensar em dedicar-me a Web Development a full time, mas sim como regime freelancer. Gostava que partilhassem a vossa opinião!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Isto é uma pergunta um pouco dificil e pegajosa já que as respostas 'colam' em todas as direcções.

Tem que haver sempre alguem que esteja no mínimo familiarizado com as duas coisas para mexer nas peças que unem uma coisa à outra. Imagina, um tema para o SMF ou para o joomla ou para quqlaquer outro software do estilo. Tanto a pessoa que faz o tema como a que desenvolve o software têm que estar até certo ponto pelo menos familiarizadas com a outra tecnologia.

Idealmente a separação ao nível da utilização do software deve ser o mais próximo de total possível.

Quanto a negócios, depende da clientela que estás à procura. Para pessoal mais novo é dificil arranjar clientes que paguem uns milhares de euros, esse tipo de cliente prefere pessoas com garantias(experiencia) ou empresas com créditos.

Na verdade sitezitos curriqueiros pouco ou nenhum desenvolvimento têm, até é um trabalho mais para um designer. Mas lá está... este tem que saber como instalar lá o CMSzito da treta ou lá o que for.

Clientes um pouco mais aventureiros/inovadores lá quererão uma coisa um pouco personalizada mas sem usar artilharia pesada. Acho que é que queres apontar a tua mira, nesse caso, sim o melhor é seres um hibrido designer/programador.

Depois há os cientes grandes, pessoal que paga a sério para soluções a sério, mas isso é dificil de arranjar esse tipo de clientes. Provar a alguem que podes por uma peça de software que é escalável, segura, eficiente e que não fecha o cliente numa gaiola de incompatibilidades não é facil.

Por experiencia própria digo-te: é dificil 'fazer uns trocos' a programar PHP, isto porque infelizmente há mais pessoas que querem ter um site joomla com um tema todo pipi do que propriamente adoptar soluções muito mais adequadas em grande parte dos casos.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Considero que podem ser coisas diferentes, depende muito do programador e da forma de trabalhar. No caso da web é necessário que um programador tenha alguns conhecimentos de design se trabalhar sozinho, caso contrário, se tiver o apoio de um designer, então passa bem sem o conhecimento de design. O mesmo para um designer que tenha o apoio de um programador.

Como freelancer, para mim a melhor forma de obter e manter clientes foi ser sempre o mais honesto e claro possível, isto porque apanhei alguns clientes já escaldados por outros "profissionais" que lhe deixaram a carteira em estado de avançada degradação e os sistemas que pretendiam, ainda pendurados na gaveta. Mas concordo com o pedrotuga, acrescentando o facto de que a concorrência não ser o mais leal possível ;).

Irás ter de concorrer com amadores que fazem umas coisas, talvez até melhor design que tu, e que não percebem nada de programação, mas como o cliente raramente vê o código e com PHP podes fazer uma enorme cagada e continuar um site a funcionar, vais concorrer com pessoas que fazem sites por  100€, e se pedires um preço que seria mais justo vais receber muitos "não".

Alguns dos sistemas que fiz não tinha design nada de especial, mas curiosamente, o pior de todos os que fiz, contém um design péssimo no meu entender, já me deu direito a bónus, porque os utilizadores se fartavam de louvar o site. A minha preocupação sempre se centrou na usabilidade e não no aspecto, coisas que são muitas vezes incompatíveis ou difíceis de conjugar.

Resumindo, embora não considere fundamental, existe sempre alguma necessidade de jogar com os dois lados, o da programação e o do design, e quanto a ser freelancer no mercado que já existe, ou tens muita sorte, ou vais precisar de lutar muito para adquirires clientes, pelo menos enquanto não estabeleceres uma boa reputação entre os teus clientes e deres provas do teu trabalho.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pedrotuga, esse é um dos problemas com que me deparo: o pessoal que é designer até faz umas coisas vistosas e tal, e conquista logo a audiência, e a programação pode ser a mais manhosa possível,a pesar de funcionar. Pelo que me dizes, os clientes são um pouco do tipo "o que interessa é que seja bonito e funcione". Não estou a pensar ficar rico a fazer código PHP, pelo contrário, seria mais um extra, a fazer uma coisa que gosto.

Knitter, pretendo ser honesto claro, e apenas aceitar um trabalho que esteja ao meu alcance. Mas lá está: hoje em dia, mais com a "chegada da Web 2.0", querem-se páginas visualmente atractivas, boa combinação de cores, etc. A página do código... "ah, desde que funcione..." é a meu ver um bocado o espírito actual. Logo, vou logo perder pelo design, quase tudo na verdade.

Independentemente de ser boa ideia ou não, vou-me atirar ao PHP, porque é uma linguagem que quero mesmo aprender a fundo. A parte do design, já vi que vou ter de me esforçar, ver o que anda por aí, ver o que os clientes hoje querem. Talvez começar por ir desenhando uns templates, e pô-los num website de distribuição de templates, sempre me obriga a dar o melhor de mim :D

E claro, obrigado pelas vossa opiniões! :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sempre podes tentar arranjar alguém que domine o campo do webdesign e fazem uma parceria. Ele desenha, tu programas... Vão ter de dividir o que ganharem mas talvez assim consigas mais clientes porque sempre tens design bonito para oferecer o que irá certamente chamar atenção de mais clientes.

Ou podes tentar cativar os clientes especificando que percebes pouco de design mas que relativamente à programação fazes as coisas como deve ser e não às 3 pancadas como a maioria dos pseudo-programadores (que são na verdade designers) que anda por ai que pouco percebem do assunto. Tens de tentar fazer os clientes ver esse aspecto... Não é tarefa fácil, eu sei, mas se realmente não percebes muito de design e não tens grande interesse em perceber e preferes ficar-te apenas pelo PHP, não acho que tenhas muita escolha...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Nazgulled, pois uma equipa era bom... mas tem de ser algo a ver. Penso que é melhor adquirir mais umas bases de design, por mínimas que sejam, para que possa pelo menos perceber o desenvolvimento dessa parte.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas a todos...

Gostaria de vos falar um pouco da minha história, que penso que vai ajudar a responder à questão deste caro amigo...

Trabalho à 8 anos e tenho o curso de técnico de informática (nível 3 - 12º Ano).

Comecei por trabalhar apenas como programador (tive a sorte de acabar o curso e arranjar logo emprego - os tempos também eram outros), e trabalhei no desenvolvimento de um ERP juntamente com uma equipa 4 de programadores.

Aos poucos e para fazer uns "biscates", comecei também a desenvolver uns sites em php. Como as minhas noções de design eram nulas, e como era estritamente necessário para mim saber fazer o design de um site, desde cedo que tive de me começar a desenrascar também nesta área.

Como informático que era, não tive grandes problemas em começar a trabalhar com um software de edição de imagem, e em pouco tempo já dominava o sistema (á medida que ia evoluindo o meu php, ia evoluindo de forma similar a trabalhar com esse software).

Agora só faltavam mesmo os conceitos de design que eram poucos ou nenhuns... a solução foi simples e eficaz...

Ao navegarmos diariamente na internet, todos os dias visualizamos sites que nos agradam e da qual gostamos imenso. Alguns deles simples, outros mais complexos.

Porque não olhar para um site desses e tentar fazer algo parecido (começando pelos mais simples, é claro...)?

Não estamos a fazer plágio, porque não estamos a copiar na íntegra, apenas estamos a pegar em ideias que alguém bem mais entendido na área decidiu construir, por achar serem as mais correctas.

Por exemplo... Gostei da maneira como aquele site está organizado... Gostei das cores daquele... Gostei dos menus do outro... Agora vou pegar em tudo e tentar fazer um que reúna todas estas características!!!

Em muito pouco tempo acabamos por conseguir construir algo de raiz, retirado apenas da nossa mente, que cada vez vai ficando mais rica e mais cheia de ideias, através da constante observação...

É um pouco como um programador... Todos os programadores investigam diariamente a melhor maneira de programar algo em que estejam a trabalhar... Para isso recorrem muitas vezes à leitura de artigos ou de pedaços de código feitos por alguém mais experiente. Porque não fazer o mesmo relativamente ao design de um site?

Se um site for simples, bonito e funcional, podem crer que é um site bem feito. Nem sempre a complexidade de um design significa beleza ou funcionalidade.

Espero ter sido útil em alguma coisa.... Comigo resultou... Se precisarem de algum tipo de ajuda nesta área estarei ao vosso dispor...    :confused:  Abraços para todos

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Para fazer sites para clientes da treta, não é preciso muitos conhecimentos, mas uma empresa que queira ganhar dinheiro, precisa de uma equipa especializada na coisa e tem que criar uma equipa de designers ou webdesigners( se é que eles realmente existem em Portugal ) e webdevelopers. Quer dizer, o pessoal que faz sites para o Estado deve ganhar rios de dinheiro e sempre fez sites de fraquíssima qualidade, mas pronto.

Um designer tem muitas noções que um programador sem talento e sem estudo nunca vai ter.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crystalvirus, obrigado pela tua opinião! É sempre bom ter outros pontos de vista. Por acaso é uma ideia que sempre tive, a de basear-me noutros trabalhos. Outra forma que uso também é alterar ou desenvolver templates já feitos (mas uma remodelação total, claro).

Quer dizer, o pessoal que faz sites para o Estado deve ganhar rios de dinheiro e sempre fez sites de fraquíssima qualidade, mas pronto.

É verdade... Só de olhar para alguns sites, é que nem são visualmente atraentes, nem funcionais! Sites de junta freguesias, câmaras municipais, portais e educação, etc.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Os sites de câmaras já começam a ser bons (pelo menos aqui no Oeste há concorrência :P), mas só porque empregam empresas mais pequenas locais em vez de contratarem empresas grandes e que só têm fama, mas qualidade nenhuma.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora