• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

TheDark

Vem aí o e-Universidades

25 mensagens neste tópico

Depois do programa e-escola abranger os alunos de todos os anos, chega a vez dos universitários. Ao abrigo da Rede de Investigação e Aprendizagem Toshiba-Portugal, a empresa vai ter portáteis e-Universidades.

Com um investimento de 1 milhão de euros, durante cinco anos, a Toshiba, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), a Agência para a Sociedade do Conhecimento (UMIC) e a Agência Ciência Viva criaram a Rede de Investigação e Aprendizagem Toshiba Portugal.

A Toshiba apresentou também o e-Universidade-Toshiba, dirigido especificamente a alunos e docentes do ensino superior. O computador é semelhante ao que é distribuído no e-Escolas, um Satellite com processador Intel Dual Core T3200 a 2 GHz, 320 GB de disco, 3 GB de RAM, uma placa gráfica ATI Radeon HD 2400, ecrã de 15,4 polegadas e Windows Vista. Estes computadores vão ter suites de produtividade da Autodesk e da Microsoft e serão compatíveis com a rede wireless das universidades.

Os portáteis vão ter, como opção, acesso à banda larga móvel e duas opções de compra: 50 euros de entrada, mais 24 mensalidades de 25 euros ou sem entrada e 36 mensalidades de 20 euros. Em qualquer uma destas opções, acrescem 25 euros para despesas.

O lançamento destes computadores está para breve, faltando apenas acertar pormenores, nomeadamente com as entidades financiadoras do projecto.

Numa cerimónia onde estiveram presentes, entre outros, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Mariano Gago e o presidente e CEO da Toshiba Corporation, Atsutoshi Nishida, foi apresentado este projecto, que consiste em três pilares.

A institucionalização de uma cátedra de investigação numa Universidade Portuguesa com o nome de CEO da Toshiba, que atraia um investigador de renome para conduzir pesquisas na produção de conteúdos digitais e utilização de tecnologias na educação; apoiar a instalação de laboratórios de investigação com equipamento informático e criar ateliers de Informática orientados para a difusão de conteúdos digitais em Centros Ciência Viva, começando em Coimbra e Estremoz.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Os portáteis vão ter, como opção, acesso à banda larga móvel e duas opções de compra: 50 euros de entrada, mais 24 mensalidades de 25 euros ou sem entrada e 36 mensalidades de 20 euros. Em qualquer uma destas opções, acrescem 25 euros para despesas.

Esperar para ver... Também o e-escolas era assim e depois foi o que se viu... :\

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A modalidade do e-Universidades é diferente do e-Escolas. Aqui o acesso à Internet não está incluído na mensalidade, acresce aos 25€ mensais. No e-Escolas, a mensalidade paga inclui o acesso à net.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em vez de se preocuparem em baixar os preços para os universitários que têm que pagar propinas, casas e mais coisas, não, metem pcs mais caros do que um puto do 5º ano pode ter...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Também podes fazer mais coisas. Tipo trabalhar e estudar.

Acho que isso não devia ser incentivado.... Quem perde mais tempo para estudos, alguém do 5º ano ou da Universidade? E se incentivam ao mesmo tempo o trabalho, que tempo sobra aos universitários?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Acho que vocês estão a abordar isto pelo lado errado. O e-escola é considerado um apoio do estado ao uso das novas tecnologias na educação, "explorando" as operadoras, dando net mais barata (5eur a menos em relação à oferta comercial) e um portátil a preço reduzido. O e-universidades dá a possibilidade da compra de um computador a 2 ou 3 anos com a oferta de internet, e o lucro dos operadores passa a ir para o portátil. É uma ajuda que dão aos estudantes do ensino superior que, embora pudesse ser melhor, faz o que é possível. Não nos podemos esquecer que a FCT e as restantes organizações envolvidas não estão tão ligadas ao governo como os ministérios envolvidos no e-escolas. :cheesygrin:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Também podes fazer mais coisas. Tipo trabalhar e estudar.

Desculpa lá, mas isso é ridículo...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O e-universidades dá a possibilidade da compra de um computador a 2 ou 3 anos com a oferta de internet

Não sei se percebi o que queres dizer, mas o acesso à Internet não está incluído na mensalidade.

Desculpa lá, mas isso é ridículo...

Não é ridículo. O sentido em que eu o disse foi que um aluno do 5º ano não pode trabalhar porque não tem idade para isso (em condições normais, salvo se tiver chumbado demasiadas vezes, ou abandonado e retomado os estudos :cheesygrin:), ao passo que quando entra na faculdade, o aluno tem que ter obrigatoriamente 17 anos (a menos que tenha saltado algum ano).

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não sei se percebi o que queres dizer, mas o acesso à Internet não está incluído na mensalidade.

Tens razão. Correcção: Dão-te a possibilidade de comprares um computador em 2 ou 3 anos sem juros. :cheesygrin:
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Então não estou a perceber... Primeiro dizes para trabalhar e estudar, agora dizes quem um aluno do 5º ano (se levar tudo certinho) não tem idade para trabalhar? Não estou a perceber onde queres chegar...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Então não estou a perceber... Primeiro dizes para trabalhar e estudar, agora dizes quem um aluno do 5º ano (se levar tudo certinho) não tem idade para trabalhar? Não estou a perceber onde queres chegar...

Será um aluno do 5º ano de escolaridade e não do 5º ano da Universidade.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Então continuo na minha... Eu acho ridículo um aluno universitário (a não ser que ande lá a coça-los) ter que se sujeitar a trabalhar durante o estudo para pagar as propinas e etc. Eu já sem trabalho acho que tenho demasiado pouco tempo para tantas cadeiras e trabalhos, quanto mais se andasse a trabalhar ao mesmo tempo...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Então continuo na minha... Eu acho ridículo um aluno universitário (a não ser que ande lá a coça-los) ter que se sujeitar a trabalhar durante o estudo para pagar as propinas e etc.

E se os pais não estiverem a conseguir pagar os estudos? Também é ridículo ele trabalhar para conseguir suportar os seus estudos?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

E se os pais não estiverem a conseguir pagar os estudos? Também é ridículo ele trabalhar para conseguir suportar os seus estudos?

Há situações e situações.
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Bom... mas então chamemos as coisas pelos seus nomes e não consideremos que estudar e trabalhar (principalmente num país como o nosso) é ridículo. Ridículo é afirmar tal coisa.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Marfig eu acho ridiculo é o incentivo que é feito a isso.

Acho que isso devia ser evitado ao máximo. Um aluno não deve ter grande aproveitamento para trabalhar e estudar (se é mesmo para pagar, precisa de trabalhar umas boas horas!).

Por isso é que acho que deviam desde o inicio cagar nos portáteis para os putos e dar logo aos universitários. Para andarem na net, as básicas e secundárias já têm pcs na escola...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Acho que isso devia ser evitado ao máximo. Um aluno não deve ter grande aproveitamento para trabalhar e estudar (se é mesmo para pagar, precisa de trabalhar umas boas horas!).

Não necessariamente. Eu estive a trabalhar 4 horas por dia, num trabalho cuja única qualificação necessária era ter o 12º ano, e dava perfeitamente para pagar as propinas em 3 meses.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Marfig eu acho ridiculo é o incentivo que é feito a isso.

Acho que isso devia ser evitado ao máximo. Um aluno não deve ter grande aproveitamento para trabalhar e estudar (se é mesmo para pagar, precisa de trabalhar umas boas horas!).

O problema é que não se pode colocar sequer a questão de incentivo ao trabalho uma vez que em muitos casos de estudantes portugueses, o trabalho complementar não é uma moda ou uma mania, mas sim uma verdadeira necessidade. Olha, o meu caso. Em que estudei e trabalhei ao mesmo tempo porque senão passava fome e levava a minha mulher à fome. Não tinha mais ninguém para me ajudar. Era isso ou adeus estudos. E no fim não suportei a carga... foi a universidade que abandonei e os estudos ficaram pelo meio.

Eu não vejo o portátil como um incentivo ao trabalho... mas honestamente toda a história dos portáteis desde a primária à universidade já me dá volta ao estômago. Por mim não havia era portáteis para ninguém.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Bom... mas então chamemos as coisas pelos seus nomes e não consideremos que estudar e trabalhar (principalmente num país como o nosso) é ridículo. Ridículo é afirmar tal coisa.

Para mim é! Acho ridículo eu, ou seja quem for, ter de trabalhar para conseguir pagar as propinas. E é precisamente isso que estou a discutir, não propriamente o facto de haver ou não portátil. Eu concordo com a iniciativa, poderia ser uma proposta muito melhor mas não vou discutir isso, não concordo com a cena dos portáteis no secundário/primária mas isso também já é outra história. Mas isso não muda nada, para mim continua a ser ridículo uma pessoa ter que trabalhar ao mesmo tempo que estuda só para pagar as propinas e outras coisas essências que são realmente necessárias. Sim, existem bolsas de estudo mas eu tenho amigos que não têm direito a bolsa porque a acção social diz que têm dinheiro para as pagar, mas nem sempre é bem assim...

Um aluno deve concentrar o seu tempo e o seu aproveitamento em estudos e não preocupar-se com trabalho só para puder continuar na universidade...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Ok. já estou a perceber o teu argumento. Pareceu-me que não compreendias a necessidade de um aluno trabalhar. Honestamente estava a ficar chocado com a tua opinião.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Para mim é! Acho ridículo eu, ou seja quem for, ter de trabalhar para conseguir pagar as propinas. E é precisamente isso que estou a discutir, não propriamente o facto de haver ou não portátil. Eu concordo com a iniciativa, poderia ser uma proposta muito melhor mas não vou discutir isso, não concordo com a cena dos portáteis no secundário/primária mas isso também já é outra história. Mas isso não muda nada, para mim continua a ser ridículo uma pessoa ter que trabalhar ao mesmo tempo que estuda só para pagar as propinas e outras coisas essências que são realmente necessárias. Sim, existem bolsas de estudo mas eu tenho amigos que não têm direito a bolsa porque a acção social diz que têm dinheiro para as pagar, mas nem sempre é bem assim...

Um aluno deve concentrar o seu tempo e o seu aproveitamento em estudos e não preocupar-se com trabalho só para puder continuar na universidade...

Exactamente o que eu queria dizer.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Ok. já estou a perceber o teu argumento. Pareceu-me que não compreendias a necessidade de um aluno trabalhar. Honestamente estava a ficar chocado com a tua opinião.

E eu também! Realmente... não devia ser preciso, mas às vezes não há outro remédio... e eu admiro muito aqueles que o fazem e conseguem resultados.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

E novidades sobre este lançamento? Sempre vão existir os portáteis?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora