• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

yschmitzz

Aprender c++ com tutorial de C

6 mensagens neste tópico

todo lugar que eu leio sobre C++ eles dizem que é apenas um C com adicionais (como diz no proprio nome da linguagem), testei uns codigos em C de win32 no C++ e rodo

entao da pra aprender C++ usando tutorias de C ?

é aconselhavel?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

É uma má ideia. As duas linguagens podem parecer semelhantes (e são-no em alguns aspectos). Mas a forma de programar em C e C++ é completamente distinta e aprenderes C++ com a ajuda de tutoriais em C é um caminho garantido para o desastre sobre muitos aspectos. Não só algumas coisas que funcionam em C não funcionam em C++, como não estarás a utilizar as ferramentas que o C++ te oferece. Não aprenderás nunca portanto como programar em C++.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Depende do tipo de C++.

Na minha opinião devemos ver o C++ como um conjunto de componentes diferentes:

  o  C

  o  Object-oriented C++

  o  Template C++ (Template Metaprogramming)

  o  STL

A maioria dos programadores de C++ só sabe a parte relativa a Object-oriented C++ e C, por isso realmente depende da quantidade de C++ que queres digerir.

(...)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Hmm... não consigo concordar contigo aqui Triton.

O C++ é realmente uma linguagem de programação que vai para além da ideia de C com OOP e Programação Genérica.

Já no próprio core a linguagem introduz novos e importantes conceitos e metodologias.

Por exemplo, em qualquer tutorial C funções terão argumentos passados por pointer, em C++ introduz-se referências que não existem em C e serão consequentemente ignoradas. A confusão não surge deste facto directamente, uma vez que o iniciante à linguagem será eventualmente exposto a referências. Surge antes do facto de estar a copiar código e entender metodologias que enquanto certas num tutorial C serão consideradas erradas em C++.

Depois temos a inclusão de bibliotecas C que não têm lugar em C++. #include <stdlib> não tem lugar em C++ onde deverá ser substituída por <cstdlib>, já para não falar em tutoriais C -- que infelizmente ainda abundam --  onde a forma mais grosseira #include "stdlib.h" ainda exista.

Namespaces é outra área que não será contemplada em tutoriais C mas que trará problemas ao iniciante à linguagem. Mas acima de tudo será o facto de se estar a utilizar ferramentas da linguagem C tais como printf() por exemplo que não têm razão de existir em C++ excepto quando se pretende escrever código compatível com C ou ao nível do sistema (algo que o iniciante a C++ certamente não irá aprender tão cedo).

Acrescentaria talvez à tua lista:

. C++ (porque realmente introduz novas ferramentas)

. Standard Library do C++ (porque substitui algumas metodologias C)

E concluiria sem margem para dúvida que embora seja necessário numa fase mais avançada conhecer um pouco mais a fundo a componente C do C++, durante a fase de aprendizagem estudar a linguagem C++ a partir de C será um erro que se virá a pagar caro.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

E concluiria sem margem para dúvida que embora seja necessário numa fase mais avançada conhecer um pouco mais a fundo a componente C do C++, durante a fase de aprendizagem estudar a linguagem C++ a partir de C será um erro que se virá a pagar caro.

Mas nesse ponto concordamos a 100%.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora