• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

booser

Opinioes sobre linux

22 mensagens neste tópico

Uma vez a minha escola levou a minha turma a uma acção de formação sobre software livre(open source) e maioria do tempo eles so falavam do linux:

o linux vai ser o sitema operativo(de eleição) do futuro , que e uma grande vantagem saber mexer no linux , tem muitas vantagens alem de ser grátis ;

tambem falaram de software utilizado no linux(caso do open office, gimp, firefox) o problema e que falar das vantagens é facil, só que das desvantagens, nem se deram ao trabalho de mencionar.

Qual a vossa opiniao sobre o linux , e se vale a pena em investir no linux e os porques?

Qual a  media de preços de software para linux?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Qual a vossa opiniao sobre o linux , e se vale a pena em investir no linux e os porques?

Se vale a pena "investir" nele, tu é que sabes. Depende das tuas necessidades. Por exemplo, se gostas de programar (que não necessites da .net framework), navegas na net, vês uns emails e pouco mais, uma distribuição GNU/Linux pode ser uma solução válida (e gratuita). Tudo depende do uso que dás às coisas e depende do hardware. Se tiveres uma câmara de vídeo HD toda XPTO, se calhar vai-te ser mais difícil arranjares software e drivers de qualidade para ela. No caso do utilizador comum, seria uma aposta a considerar, mas não sei se é o teu caso.

Qual a  media de preços de software para linux?

Salvo raras excepções, o software é gratuito.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

desculpa , eu quis dizer hardware (erro meu)

Agora não entendi ...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A minha opinião como utilizador é que é um sistema que te habituas a usar facilmente, que é simples e prático, seguro, e que tem muito software disponivel a distância de um clique, gratuitamente. Não precisas de antivirus nem desse tipo de programas, o que torna o teu sistema ligeiramente mais rápido.

Quanto a desvantagens, tens sempre aquele programa ou aquela biblioteca que têm que ser instaladas à mão, ou aquele problema que te vai obrigar a ir abrir a consola. Talvez não seja tão "simplificado" como o windows, mas é o suficiente para quem não é preguiçoso. Além disso, muitos dos programas a que estás habituado em windows, não existem exactamente iguais em Linux, mas há normalmente alternativas.

Quanto ao preço do software, o joaoqalves disse tudo :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Preço do hardware? Não precisas de hardware especial para correr Linux :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

o que eu quero perguntar é , um preço de um pc compativel para linux?

Um colega disse-me que é dificil encontrar hoje em dia hardware compativel

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Regra geral, a maior parte do hardware é suportado. O que acontece é que por vezes algum hardware não é suportado assim que sai para o mercado porque os fabricantes não fazem drivers para Linux, e a comunidade tem que os fazer.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

o que eu quero perguntar é , um preço de um pc compativel para linux?

Um colega disse-me que é dificil encontrar hoje em dia hardware compativel

Esse "hoje em dia" do teu colega, deve ter sido há 10 anos atrás, de certeza. Hoje em dia, todo o tipo de hardware corre na perfeição em GNU/Linux, basta ir ao google. Agora se é hardware mais específico (como o que supracitei no post) aí tens de ter mais cuidado. Outra coisa com que tens de te acautelar é com as placas gráficas, normalmente as Nvidia são mais simples de configurar do que as ATi, mas quase todas as ATi correm na boa :D.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Se o falco aqui vier vai dizer que Linux suporta muito mais hardware que Windows :P E a verdade é que muitas vezes funcionam coisas out-of-the-box que no Windows precisas dos cds de drivers. Falo por exemplo de camaras fotograficas.

Linux vai-te correr exactamente no mesmo computador em que estás a escrever, tal como o windows. A diferença é que poderás não conseguir usar uma ou outra particularidade sem algum esforço (teclas multimedia do teclado p exemplo). Ainda assim, na maioria dos casos, funciona perfeitamente :D O teu colega enganou-te :D

Mas, de qualquer maneira, se quiseres ver como é, saca um LiveCD do Ubuntu, por exemplo, põe na drive de CDs, reinicia o PC, e escolhe a primeira opção que te aparece no LiveCD. Vai-te iniciar um ambiente normal de Linux que não te vai mexer no computador, isto é, não te instala nada a não ser que digas EXPLICITAMENTE.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A diferença é que poderás não conseguir usar uma ou outra particularidade sem algum esforço (teclas multimedia do teclado p exemplo).

eheh hoje em dia nem isso (claro que há sempre excepções). Por exemplo no Gnome basta ir às preferências-> Atalhos de teclado e escolher.

Se o conselho do JoaoRodrigues e experimenta o LiveCD do Ubuntu.

Qual a  media de preços de software para linux?

Não é nem mais caro nem mais barato que para os outros sistemas operativos. Tem a ver com o vendedor não com o sistema. A questão é que em GNU/linux tens quase tudo o que precisas com software Open Source (que é normalmente gratuito).

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

ya obrigadao, também me lembro de eles na acção de formação dizerem que no OpenOffice as extensões de ficheiros não são todas compativeis com o MicrosoftOffice.

Uma pergunta um bocadinho parva:

Se os programas do opensource sao gratis como e que os programadores ganham o "pao de cada dia"?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Uma pergunta um bocadinho parva:

Se os programas do opensource sao gratis como e que os programadores ganham o "pao de cada dia"?

Vendem suporte e formação sobre o software.
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Vendem suporte e formação sobre o software.

Basicamente o negócio é os serviços e não os produtos, nem todos mas a maioria é.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
ya obrigadao, também me lembro de eles na acção de formação dizerem que no OpenOffice  as extensões de ficheiros não são todas compativeis com o MicrosoftOffice.

O Office da Microsoft não lê os odt do OpenOffice, mas o contrário acontece :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O Office da Microsoft não lê os odt do OpenOffice, mas o contrário acontece :D

Acho que há um plugin para o office ler odt.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Há sempre plugins para tudo :P Mas às vezes interessa é as coisas funcionarem de raiz. E sendo uma das criticas que mais ouço ao GNU/Linux e ao software livre em geral o facto de se ter que "hackar" o programa para se fazer o que se quer, achei interessante trazer essa particularidade à luz do dia :D

EDIT: Fora o priceless do PDF do Openoffice :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

EDIT: Fora o priceless do PDF do Openoffice :D

Como se fosse tão bom como o plugin do Acrobat da Adobe  :dontgetit:.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Dou-te um exemplo. Um amigo meu estava a fazer um poster para uma conferência no Powerpoint. Esteve, não estou a exagerar, 15 min à espera do PDF pelo plugin da Adobe. Após 15min, comparámo-lo com o feito em meio minuto pelo Openoffice. Se não eram iguais, o do OO estava melhor :P A partir desse dia, até o prof começou a pedir para ser a malta com OO a passar para pdf as coisas :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Uma pergunta um bocadinho parva:

Se os programas do opensource sao gratis como e que os programadores ganham o "pao de cada dia"?

Não, não é parva: eu próprio nalguns casos questiono-me sobre o assunto.

O que se passa normalmente (repito: *normalmente*), é que o software é desenvolvido por equipas distribuidas que comunicam por mailing lists/IRC/etc. Há mesmo ferramentas especializadas para organizar equipas nesses moldes (SVN, por exemplo). Essas equipas são compostas por todo o tipo de pessoas. Algumas, de facto, recebem por esse trabalho, enquanto que outras são profissionais que contribuem nos tempos livres.

Estás a ver as campanhas de fundos da Wikipédia? Muitos projectos de F/LOSS (Free/Liber Open Source Software) têm sistemas de donativos semelhantes. Outros são também financiados por empresas de tecnologia que estão interessadas no desenvolvimento dos projectos. Algumas dessas empresas contribuem mesmo com código. (Estou-me a lembrar, por exemplo, que grande parte do código do emulador Bochs foi contribuido pela Mandrake, e que a IBM já contribuiu com código para o kernel).

Em geral, os programadores envolvidos no Software Livre (que cada vez são mais) consideram o trabalho dispendido no desenvolvimento como sendo para bem da comunidade, e muita gente está disposta a dar o seu contributo sem receber muito por isso. Não me perguntes como é que se centra um negócio à volta de um trabalho de uma só pessoa, mas sei (ou acho) que há quem viva assim, mesmo com software livre.

JJ

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora