• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

alexandre_t

Quantos pontos são precisos para definir um circulo?

19 mensagens neste tópico

Boas tardes a todos,

uma questão, quantos pontos são preciso para definir um circulo, isto é, tenho 1 circulo, quantos pontos ao longo deste tenho que tirar para conseguir saber o raio?

apenas posso marcar pontos ao longo da circunferencia.

cmtps  :hmm:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Acho que são 3 pontos. O que tu queres é, marcar o mínimo de pontos que definam uma circunferência, né?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Bastam dois pontos: um deles o centro, o outro qualquer ponto que pertença à circunferência. A partir destes dois pontos podes saber o centro e o raio da circunferência, que é o que precisas para defini-la.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

pcaldeira:

apenas posso marcar pontos ao longo da circunferencia.

São mesmo três, como disse o Tharis. Agora para a partir dos pontos chegar ao raio, não sei como fazer. Pelo menos com fórmulas. Com um compasso talvez soubesse, mas não consigo encontrar aqui nenhum... ::thumbsup:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Bastam dois pontos: um deles o centro, o outro qualquer ponto que pertença à circunferência. A partir destes dois pontos podes saber o centro e o raio da circunferência, que é o que precisas para defini-la.

Os pontos têm de pertencer à circunferência.

apenas posso marcar pontos ao longo da circunferencia.

EDIT

E esqueci-me de dizer, para descobrir o raio, podes fazer descobrindo o centro e a distância a qualquer dos pontos. Para descobrir o centro fazes isto:

Triangle.Circumcenter.png

As linhas vermelhas são as mediatrizes de cada lado do triângulo. A mediatriz é a recta perpendicular a um segmento de recta (neste caso, lado do triângulo), traçada pelo seu ponto médio.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

pronto essa tua imagem explica tudo  ;) 

tenho que marcar 3 pontos, os 3 pontos tem que estar em diferentes, depois basta calcular os segmentos de recta entre pontos que formam o triangulo e encontrar o ponto dentral de cada segmento de recta, para terminar é traçar uma recta neste ponto que forme um angulo recto (90º) com o segmento de recta, e a intercepção de todos eles vai originar um ponto que é o centro da circunferencia  :ipool:  agora é só criar um programa que faça isso  :cheesygrin: 

@Matlab  :bye2:

obrigado a todos  :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

pronto essa tua imagem explica tudo  ;) 

tenho que marcar 3 pontos, os 3 pontos tem que estar em diferentes, depois basta calcular os segmentos de recta entre pontos que formam o triangulo e encontrar o ponto dentral de cada segmento de recta, para terminar é traçar uma recta neste ponto que forme um angulo recto (90º) com o segmento de recta, e a intercepção de todos eles vai originar um ponto que é o centro da circunferencia  :ipool:  agora é só criar um programa que faça isso  :cheesygrin: 

@Matlab  :bye2:

obrigado a todos  :P

Ainda bem que pude ajudar. :P Precisas de fazer um programa que faça isso como? Vai receber as coordenadas de 3 pontos e calcular, é isso?

(BTW, 1K post!)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

na verdade isto é apenas uma coisinha que preciso testar para o meu projecto.

A ideia é numa imagem tratada digitalmente clickar com o rato ao longo da circunferencia e esses pontos são importados para variaveis que depois automaticamente calculam a circunferencia (tamanho e local no espaço) para ser exportada  :smoke:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

que topico mais cool!

tharis, o teu post numero numero 999, grande post, o dos triangulos... ;)

outra forma que me estou a lembrar para chegar a equação:

o centro tem que ter a mesma distancia até cada um desses pontos, logo basta escrever três expressoes de distancia e iguala-las entre elas, ficas com três equacoes, apos resolveres duas delas deves obter uma bissetriz entre dois desses pontos, usando a terceira descobres o centro.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

que topico mais cool!

tharis, o teu post numero numero 999, grande post, o dos triangulos... :P

outra forma que me estou a lembrar para chegar a equação:

o centro tem que ter a mesma distancia até cada um desses pontos, logo basta escrever três expressoes de distancia e iguala-las entre elas, ficas com três equacoes, apos resolveres duas delas deves obter uma bissetriz entre dois desses pontos, usando a terceira descobres o centro.

Tens razão! Fazer um sistema... é brutal! :P

(Parece que precisei de 998 posts para aprender a fazer 1 bom post ;) )

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Volto a postar só para dizer que à pala desta thread fui comprar um compasso ;)

E já agora, realmente o teu post 999 foi muito bom :P mas não sejas tão modesto, acho que já vi bastantes bons posts teus. Agora não fiques convencido :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Se calhar já estou com demasiado sono, mas imaginemos que tens os três pontos separados por ângulos pequenos, digamos 5º (que parece ser algo mais lógico de acordo com a aplicação pretendida). De que forma é que o método do "triângulo" acha o centro do círculo? É que no caso deste triângulo e de muitos outros o centro não vai estar contido no triângulo.

Esquece, obviamente o centro do círculo não tem que estar no interior do triângulo para que as linhas se cruzem.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Se calhar já estou com demasiado sono, mas imaginemos que tens os três pontos separados por ângulos pequenos, digamos 5º (que parece ser algo mais lógico de acordo com a aplicação pretendida). De que forma é que o método do "triângulo" acha o centro do círculo? É que no caso deste triângulo e de muitos outros o centro não vai estar contido no triângulo.

Esquece, obviamente o centro do círculo não tem que estar no interior do triângulo para que as linhas se cruzem.

Eu também pensei nisso... Mas depois de pensar e fazer um mini-sketch com ms-paint, vi que funcionava.

Volto a postar só para dizer que à pala desta thread fui comprar um compasso ;)

E já agora, realmente o teu post 999 foi muito bom :P mas não sejas tão modesto, acho que já vi bastantes bons posts teus. Agora não fiques convencido :D

Thanks! Vá, já chega de postada hoje... :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Atenção que que as tectas são as mediatrizes dos três segmentos de recta. Não são aquelas rectas que contêm um vértice e o ponto médio de um lado e cujo nome não me lembro. Estas últimas servem por exemplo para encontrar o centro geométrico do triângulo, acho que se chama baricentro.

No caso de os pontos forarem ângulos peqenos, este ponto que o tharis explicou como se encontra, fica fora do trângulo.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Atenção que que as tectas são as mediatrizes dos três segmentos de recta. Não são aquelas rectas que contêm um vértice e o ponto médio de um lado e cujo nome não me lembro. Estas últimas servem por exemplo para encontrar o centro geométrico do triângulo, acho que se chama baricentro.

No caso de os pontos forarem ângulos peqenos, este ponto que o tharis explicou como se encontra, fica fora do trângulo.

Sim, essa foi a confusão, mas já foi tudo esclarecido. E sim, chama-se baricentro. Enquanto as mediatrizes são perpendiculares ao segmento de recta, as medianas (que é o nome que te falta) não precisa de formar, pois é uma recta que passa pelo ponto médio de um segmento e o ponto oposto.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Já agora, a soma dos ângulos internos de qualquer triângulo é sempre 180º, logo é impossível o triângulo ter 3 ângulos de 5º como estavam a considerar.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

(...) mas imaginemos que tens os três pontos separados por ângulos pequenos, digamos 5º (que parece ser algo mais lógico de acordo com a aplicação pretendida).

Leste mal Warrior, eu estava a sugerir que os 3 pontos estivessem sobre a circunferência espaçados de 5º e não que o triângulo tivesse ângulos internos de 5º.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

ena ena...ainda não tinha visto isto bem...ehehhe

isto parece ser um problema interessante...ora vamos cá ver:

*****************************************************************************

*****************************************************************************

*****************************************************************************

dá patra definir com dois e com 3 pontos:

*****************************************************************************

*****************************************************************************

-dois pontos=> definem um segmento de recta que passa no centro da circunfrência (diametro)

o centro da circunfrência é ((X2-X1),(Y2-Y1))

o raio da cincunfrência é (sqr(((X2-X1)^2+(Y2-Y1)^2))/2

*****************************************************************************

*****************************************************************************

-com 3 pontos=> já é um bocado mais difícil :S

a ideia do circuncentro é boa, e vou pegar nela para resolver este problema:

segundo este desenho feito no Autocad vamos ter 5 rectas e 6 pontos:

3pontosdw9.jpg

rectas:

a=> que passa nos pontos 1 e 2

b=> que passa nos pontos 1 e 3

c=> que passa nos pontos 2 e 3

d=> que é mediatriz da recta a

e=> que é mediatriz da recta b

pontos:

P1=> ponto dado

P2=> ponto dado

P3=> ponto dado

P4=> ponto médio da recta a

P5=> ponto médio da recta b

C=> centro da circunfrência e circuncentro do triângulo

mas o que me vai interessar são as rectas "a", "b", "d", "e" e os 6 pontos

****************************************************************************

A equação resumida da recta é:  Y=MX+B onde  Y= imagem; M= declive; X= variável; B= Ordenada na origem.

calcular os declives...

M = Tmv = (F(:)-F(a))/(b-a)

logo

Ma=(Y2-Y1)/(X2-X1)

Mb=(Y3-Y1)/(X3-X1)

como o producto dos declives de duas rectas perpendiculares é -1

Ma*Md=-1(=)Md=-1/Ma

Mb*Me=-1(=)Me=-1/Mb

*****************************************************************************

calcular as ordenadas na origem para as rectas "d" e "e"...

primeiro os pontos P4 e P5

P4x=X1+((X2-X1)/2)

P4y=Y1+((Y2-Y1)/2)

P5x=X1+((X3-X1)/2)

P5y=Y1+((Y3-Y1)/2)

agora as tais ordenadas...

P4y=Md*P4x+Bd(=)Bd=P4y-Md*P4x

P5Y=Me*P5x+Be(=)Be=P5y-Me*P5x

*****************************************************************************

agora que já temos as equações das duas rectas concorrentes, vamos igualá-las, já que elas se vão encontrar em X

Md*x+Bd=Me*x+Be(=)Md*x-Me*x=Be-Bd(=)x(Md-Me)=Be-Bd(=)x=(Be-Bd)/(Md-Me)

ou seja:

Cx= (Be-Bd)/(Md-Me)

Cy= Md*Cx+Bd  ....(neste caso, calculei pela equação da recta "d", mas podia ser pela recta "e"

falta só saber o raio...para isso vamos usar o famoso Teorema de Pitágoras:

R=SQR((Cx-P3x)^2+(Cy-P3y)^2)

acho que é isto....qualquer dúvida digam coisas :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

é só para dizer que já testei isto num programa feito em vb.net, e tinha um erro no cálculo do raio, que já modifiquei :) (está a vermelho)

de resto está a bombar...quando tiver o programa concluído posto aqui o link para o mesmo.

há...o programa é para fazer o tal circulo por 3  pontos, neste caso pontos dados pela posição do rato quando se clica na form, e vai alterando conforme a posição do rato.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora