• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Hipnoted

Fusão da BEA/Oracle aprovada pela CE

1 mensagem neste tópico

A Comissão Europeia deu hoje luz verde a dois negócios aprovando a compra da BEA Systems por parte da Oracle e o negócio entre a sueca Scribona e a Tech Data. Em ambos os casos, Bruxelas apurou que as operações não terão impacto negativo no mercado comunitário, nomeadamente no que se refere à concorrência saudável no sector.

Na primeira situação, o executivo comunitário acredita que não existirá monopólio do mercado uma vez que, apesar de ambas as companhias estarem orientadas para o ramo empresarial, as diferentes abordagens a este segmento não serão representativas de uma posição dominante, isto porque a Oracle fornece software empresarial e serviços relacionados, incluindo middleware, bases de dados, enquanto que a BEA está orientada para o software de middleware.

Outro ponto que leva a Comissão a apoiar o negócio é o facto de a empresa resultante desta fusão conseguir uma posição suficientemente marcante para concorrer directamente com empresas como a IBM, Sun, Microsoft e SAP.

Por outro lado, a compra da Scribona por parte da Tech Data foi aprovada depois de Bruxelas examinar os efeitos a nível comunitário da operação no mercado de distribuição retalhista de produtos de tecnologias de informação, especialmente nos países mais abrangidos por ambas as companhias: Suécia, Finlândia e Noruega.

Depois de analisar os parâmetros deste negócio, a CE concluiu que, nestes três países, os rivais das companhias em questão poderão continuar a seguir as suas operações sem temerem o comportamento da empresa resultante da fusão.

Paralelamente, Bruxelas apurou ainda que na Suécia, Finlândia e Noruega, os distribuidores enfrentam várias pressões competitivas provenientes dos fabricantes de produtos de tecnologias de informação e de software, que vendem os seus produtos directamente ao mercado retalhista sem que haja necessidade de passar por armazéns de distribuição grossista, pelo que não será esta fusão a prejudicar o mercado.

Fonte

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora