• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

maiden

Ensino Superior - Engenharia Informática e de Computadores

4 mensagens neste tópico

Boas,

Venho criar este post de forma a tentar esclarecer alguns assuntos em relação ao ensino superior, que penso que são mal divulgados. Talvez não seja o fórum mais adequado para o fazer, mas penso que existe por aí algum pessoal que está a fazer / terminou o seu curso há pouco tempo, bem como aqueles que se pretendem candidatar este ano e possam estar um pouco mais informados que eu.

Desde que entrei para o Curso Tecnológico de Informática que tenho como objectivo a entrada para o IST do TagusPark, pois já o visitei e gostei bastante das condições e do ambiente, bem como da própria localização (já que sou da linha de Sintra). Já ouvi bastantes pessoas dizerem que o IST é bastante "puxado" a nível de trabalhos e testes, mas sinceramente sou a favor de alguma exigência a nível de ensino. Após algum tempo e uma visita à Universidade Nova de Lisboa, pensei candidatar-me à sua Faculdade de Ciências e Tecnologia porque achei o campus bastante agradável e inclusive já me falaram bastante bem da universidade, apesar de ser um bocado mais difícil para mim nomeadamente a nível de deslocações, pois teria de atravessar o rio todos os dias. Ultimamente pensei ainda no ISEL, mas não conheço as instalações nem a qualidade do ensino.

A maior questão que me levou a abrir este tópico foi a nível de provas de ingresso necessárias. No ISEL (fundo da página) e na UNL apenas pedem exame de Matemática (apesar das informações da UNL serem do ano lectivo anterior) enquanto no IST, segundo o que percebi, pedem para além do exame de Matemática um exame de Biologia / Geologia (para esquecer pois nunca dei nenhuma destas disciplinas) ou de Física / Química. O problema é que vá-se lá saber porquê a senhora ministra decidiu acabar com a disciplina de Física / Química no 12º ano do Curso Tecnológico de Informática, ou seja, só tive 2 anos de Fisíca e Química. Não sei se fiz mal a leitura dos quadros do site do IST, mas pareceu-me tratar-se do que disse aqui. Alguém sabe como isto anda agora?

Outra questão tem a ver com as propinas. Apenas consegui ver as propinas do IST, não sei se as outras serão semelhantes ou não. Tenho de entrar em contacto directo com eles ou existe por aí algum sítio onde conste essa informação?

Depois estou um bocado confuso em relação aos cursos integrados vs cursos "normais". Segundo o que percebi necessito dos 5 anos para terminar o curso, mas não compreendo muito bem as diferenças.

Por fim não estou a ver como funciona o sistema de créditos, que varia de disciplina para disciplina.

Sei que talvez já seja um pouco tarde para este tipo de questões, mas como disse não acho que os alunos do ensino secundário sejam devidamente aconselhados, algo que deveria ser alterado num país em que se fala de abandono escolar, mas isto é outra questão.

Obrigado desde já pela atenção.

Cumps,

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Posso dizer-te que no ISEL as propinas estão em 795€ anuais. E já agora, para ser picuinhas, na UNL o curso é Engenharia Informática, não de Computadores :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Tentar explicar assim algumas coisas das muitas que perguntas:

- FQ só tem 2 anos, não 3. Todas as disciplinas com que te candidatas tens de fazer exame nacional.

- Os cursos de mestrado integrado são isso mesmo, mestrados. Em vez de fazeres o curso em 3 anos para licenciatura, e possivelmente um mestrado depois, és "obrigado" a fazer o mestrado em 5 anos, digamos que "saltas" a licenciatura.

- Não conheço nenhuma página para ver as propinas, mas normalmente são o mesmo valor para todos os cursos de informática, pois são o máximo permitido por lei. Podes sempre mandar um mail para a universidade a perguntar.

- Desde a entrada de Bolonha, o curso passou a ser um conjunto de créditos, e não de disciplinas. O número de créditos que cada disciplina vale depende da carga de trabalho que os professores consideram necessária para a concluir. Podes até juntar disciplinas de vários cursos, o que importa é o número de créditos que tens, e isto é útil especialmente para quem pensa em mudar de uma universidade para outra, uma vez que agora está uniformizado a nível europeu.

Acho que não falhei nada, qualquer dúvida pergunta novamente.

Edit: Pelo post do TheDark posso ver que são mais baratas no ISEL.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não conhecendo exactamente as instituições que referes posso indicar-te como funciona o sistema de créditos que deverá ser igual ou semelhante em todo o lado.

A cada disciplina é atribuído um número de créditos que foi considerado após avaliação do número de horas despendido para essa disciplina, no final terás um limite de créditos a que te poderás inscrever por ano/semestre e terás concluído o curso quando atingires o número de créditos necessários que irá variar entre 180 a 240.

Com 180 adquires a licenciatura de Bolonha, que não é mais que o grau de bacharel, com os 240 adquires o grau de mestre. Os cursos integrados permitem que sigas num só curso os dois graus, isto é, permite-te terminar directamente com grau de mestre. É um pouco como as licenciaturas que davam grau de bacharel no plano antigo, entravas para o curso de licenciatura que na verdade era um curso de 3 + 2 anos, divido em duas componentes.

Quanto ao curso normal não sei se te referes a um curso normal no plano de Bolonha ou um curso normal no plano antigo, se for do plano antigo ficarás com um grau de licenciatura e terás um curso de 5 anos, mais tarde podes fazer os créditos que a instituição entender para te conferir o grau e mestrado. Se o curso for normal adequado a Bolonha, irás ter um curso de 3 anos que te confere um grau de Bacharel, poderás sempre concorrer para um mestrado mais tarde mas neste caso as regras são diferentes do que nos integrados.

Quanto às propinas, não sei se a informação estará publicada algures, normalmente no site as instituição estão publicadas. No caso do IPL sei que sim, mas se não estiverem, pelo menos sabes que não passarão do valor máximo indicado pelo governo, que sinceramente não sei quanto é este ano. As propinas não são todas iguais e variam de instituição para instituição, nem sempre são o máximo.

Edit:

As regras para atribuição de créditos dependem de instituição para instituição, a uniformização é mais teórica que real, no caso do IPL não podes juntar créditos de vários cursos, podes fazer créditos de vários anos até um determinado limite mas apenas do mesmo curso, depois os créditos implicam alterações mais profundas que as disciplinas, por exemplo, um aluno que este ano queira fazer exames na época especial só o pode fazer se tiver no máximo 30 créditos em atraso. No curso de informática, um aluno que tenha projecto e 2 outras cadeiras para fazer em época especial está automaticamente chumbado porque duas cadeiras valem em média 12 créditos e projecto vale 20. Se por acaso não tiver projecto então pode fazer até 4 cadeiras diferentes dado que não terá mais que 24 créditos atrasados. Cada instituição definiu regras de acordo com os regulamentos que já existiam, com os cursos que têm e com as escolhas do sei concelho científico.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora