• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

ruiguedes

Cobra que engole o corpo

17 mensagens neste tópico

Não sei se devo colocar isto nesta secção, mas aqui vai. Uma cobra está enrolada formando uma circunferencia, em que a boca está a morder a cauda. Se a cobra começar a engolir o seu corpo a partir da cauda, até que ponto consegue engolir se a si própria?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

1/3 do seu comprimento, penso eu de que...

Ou será metade? É metade...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não ligues. Ela tem um comprimento l. E terá um comprimento x engolido, que ocupa x no seu interior e ainda y que é a zona do corpo que ainda não engoliu e que está "vazia por dentro". Pode engolir até y=0 e nesse caso ficas com x=l/2

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Imaginemos que a cobra não sente dor, e que não morre. Será que ela poderá virar o seu corpo ao contrário, ou seja, pele para dentro e a parte de dentro (tripas) para fora?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pensando melhor, é impossível. Tou a ver se descubro a resposta, é que fizeram me hoje esta pergunta, e estou curioso...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Ela pode-se comer até ficar com o comprimento de pi, penso eu de que.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pi não é resposta. Tens que dar unidades. Pi metros? E se ela tivesse 2 metros à partida? Impossível. Se disseres L/pi em que L é o comprimento inicial aí já podemos conversar...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Assim à primeira vista, depende do tamanho do estômago (o do que quer que seja que as cobras tenham), e da sua capacidade de dilatação.

Não estou muito bem a ver o que é que isto tem a ver com Matemática...

PS: A resposta 1/2 deve estar a assumir que aquilo que ela come não se enrola lá dentro, e que não pode comer um parte que já tenha outra parte da cobra lá dentro. Mas o enunciado não diz nada disso...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A mim parece-me a solução tende para o próprio tamanho da cobra.

Já que é possível que a cobra coma sempre mais um bocadinho do seu corpo enquanto enrola.  :hmm:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Dado que não conseguirá comer a sua cabeça e dado que cada bocado que ela come se tem que multiplicar por 2, devido ao espaço de estômago que ela enche ao comer um porção, ela comerá, metade do corpo mais o tamanho da cabeça em todas as circunstâncias.

Este é o meu ponto de vista.

Cumps.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A resposta está na capacidade de dilatação da cobra. Uma vez que o enunciado não é claro neste aspecto, vou arriscar com um palpite.

Eu diria 2/3 do comprimento no caso de uma cobra com propriedades realistas.

EDIT: Bem, após algum tempo de reflexão, posso dizer de um modo geral que a cobra não conseguirá engolir mais o seu corpo quando a medida do raio da circunferência formada por esta, for igual à medida do diâmetro do corpo da cobra. Isto desprezando a capacidade de dilatação de uma cobra, mas sem nunca a substimar.

Portanto, para calcularmos a quantidade de corpo que cada cobra consegue engolir precisaria-mos de saber o comprimento total desta, bem como diâmetro do seu corpo.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Isto desprezando a capacidade de dilatação de uma cobra, mas sem nunca a substimar.

Se fosse um cão ou uma vaca, se calhar até podias desprezar, mas como já vi na televisão cobras a comer cabras (ou algo parecido) maiores do que elas, este factor é tudo menos desprezável.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Se fosse um cão ou uma vaca, se calhar até podias desprezar, mas como já vi na televisão cobras a comer cabras (ou algo parecido) maiores do que elas, este factor é tudo menos desprezável.

Por isso é que disse: "(...)sem nunca a subestimar", pois eu sei o que elas são capazes de fazer. Alem disso, quando disse desprezar, parece que não me fiz entender: apenas não queria que alguém dissesse "E achas que as cobras têm essa flexibilidade toda?".

E já agora, estou em pulgas para saber a resposta.

EDIT: OMG!! Repararam no último vídeo?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora