• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

IBM "reduz" processadores a 29,9 nanómetros

2 mensagens neste tópico

Os investigadores da IBM dizem ter dado mais um passo na miniaturização dos processadores ao desenvolver uma técnica que lhe permitiu produzir protótipos de 29,9 nanómetros, quando o recorde anterior se situava nos 32,5 nanómetros.

Denominada "litografia óptica" a nova técnica de produção garante a precisão de chips com semicondutores de até 30 nanómetros de espessura, diz a IBM. Saliente-se que actualmente os processadores estão a ser produzidos com tecnologia de 65 nanómetros.

O novo método da Big Blue envolve o uso de dois lasers de precisão para a "inscrição" do processador, em vez de apenas um, tornando assim as linhas mais nítidas. No lugar da água, o chamado processo de imersão foi realizado com um líquido de menor índice de refracção, o que permitiu reduzir a dimensão da onda do raio de luz e torná-lo mais preciso.

O processo de litografia óptica dará continuidade à Lei de Moore, que prevê que a quantidade de transistores que podem ser colocados numa pastilha de silício duplique a cada 18 meses. Formulada em 1965, a máxima da Intel manteve-se praticamente constante nas últimas décadas, tendo chegado perto do limite nos últimos dois anos devido às escalas cada vez mais reduzidas dos condutores, o que resultaria em problemas de dissipação de calor e instabilidade nos processadores.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

FOGO!!! esses gajos nao param pá! Onde é que isto vai parar?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora