• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Hipnoted

Microsoft desenvolve conversor para OOXML

21 mensagens neste tópico

Após toda a polémica em torno do formato livre OOXML, a Microsoft decide apoiar um projecto para criar um conversor em open source.

A Microsoft decidiu apoiar um projecto em open source, a iniciar em 15 de Fevereiro, no SourceForge, para criar um conversor de documentos Office em .doc, .xls ou .ppt para o formato OOXML.

A medida surge depois de toda a polémica que rodeou a eleição do OOXML como formato ISO.

Também para facilitar a implementação do formato OOXML, a Microsoft decidiu disponibilizar aos programadores documentação sobre os formatos já utilizados.

A comunidade de software open source questiona os motivos que levam a Microsoft a querer entrar neste mercado, enquanto o Burton Group, auto intitulado independente, revelou acreditar que o OOXML vai ser adoptado pela maioria dos utilizadores, pois o rival ODF não funciona bem em ambientes empresariais.

Fonte

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

o rival ODF não funciona bem em ambientes empresariais.

Sai um colete de forças para a mesa 7! Não funciona bem? Quando muito, não funciona com o Microsoft Office. Solução? Migrar para OpenOffice OU a Microsoft ter 2 dedos de testa e dar suporte a ODF no Office.
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

E o facto de o ODF não ser perfeito, torna o OOXML bom?

o facto do ODF não ser perfeito e o facto do office não ter suporte a ODF, faz com que seja preciso criar alternativas... (não estou do lado do OOXML, estou a constatar uma realidade)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

o facto do ODF não ser perfeito e o facto do office não ter suporte a ODF, faz com que seja preciso criar alternativas... (não estou do lado do OOXML, estou a constatar uma realidade)

O OOMXL é novo, o tempo q demorou a formulação do formato e a implementação no Office dava para implementar o ODF 2 vezes. Besides, não respondeste à mnh pergunta: o facto de o ODF não ser perfeito, torna o OOXML bom?
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Existe plugin de odf para o m$ office. E não compreendo tanta relutância por parte da M$ em implementar um formato padrão.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

E o facto de o ODF não ser perfeito, torna o OOXML bom?

Não, o facto de um produto X ser mau, não torna o produto Y bom. É uma analogia errada.

Agora em relação aos 2 formatos, na minha opinião ambos não são bons. Mas entre os 2 o OOXML é melhor.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O estudo da Burton é uma palhaçada! É totalmente parcial! Não foi feita qualquer investigação! E faz afirmações que não fundamenta!

Podem ver a resposta da ODF Alliance em: http://www.odfalliance.org/resources/BurtonGroupResponse.pdf

E podem ler mais sobre esta questão em:

http://www.groklaw.net/article.php?story=20080116214144572

http://arstechnica.com/news.ars/post/20080114-analyst-group-slams-odf-downplays-microsoft-iso-abuses.html

Sai um colete de forças para a mesa 7! Não funciona bem? Quando muito, não funciona com o Microsoft Office. Solução? Migrar para OpenOffice OU a Microsoft ter 2 dedos de testa e dar suporte a ODF no Office.

Não é verdade! Há plugins para m$ office que permitem lidar com ODF. Por exemplo;

http://www.sun.com/software/star/openoffice/index.xml

http://odf-converter.sourceforge.net/

Já à muito que há pessoal a queixar-se do ODF. Por exemplo, http://fussnotes.typepad.com/plexnex/2007/10/cdf-disrupting-.html

Isso é bullshit. Os tipos da Open Documment Foundation estão a fazer birrinha! E a Open Document Foundation não é muito pessoal e só eles é que se estão a "queixar". O que eles dizem não é verdade (aliás a respota ao estudo da Burton também responde a este tipos). E o próprio W3C já veio dizer que o CDF não serve de alternativa ao ODF.

o facto do ODF não ser perfeito e o facto do office não ter suporte a ODF, faz com que seja preciso criar alternativas... (não estou do lado do OOXML, estou a constatar uma realidade)

Não, faz não!

Faz com que se deva continuar a trabalhar no desenvolvimento de novas versões do ODF (é algo que continua a ser feito activamente no ambito do OASIS). Por exemplo estão agora a ser discutidas e aprovadas modificações que permitem mais facilmente a sua adopção por ainda mais softwares (sim porque ao contrário do OOXML já há software que foi desenvolvido sem apoio técnico e financeiro do criador do formato, e que suporta o ODF).

Agora em relação aos 2 formatos, na minha opinião ambos não são bons. Mas entre os 2 o OOXML é melhor.

Isso não é verdade!

O formato tem mais erros que o ODF, não pode ser implementado na sua totalidade por mais ninguém que não a m$ (porque parte da sua especificação é secreta), não existe uma única implementação de referência do OOXML (até já a m$ confirmou que não cumpre a sua própria especificação de 7000 páginas), não re-utiliza standards, e falha no cumprimento de imensas outras boas práticas no que toca a formatos de ficheiros, principalmente quando se quer que o formato seja uma norma.

Podem saber melhor porque é que não devemos aceitar o OOXML lendo alguns artigos em:

http://blog.softwarelivre.sapo.pt/category/ooxml/

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Ehehe... confiar um standard à microsoft!?!?

ROTFL!

Pessoal, a microsoft pode ter tido muito coisa boa como impulsionar a usabilidade de um computador, implementar em grande escala conceitos pouco emergentes etc.

Mas, meter a microsoft como motor de um standard!?!?

ou é para eu rebentar a cabeça de tanto rir ou há outra empresa com o nome 'microsoft' que deve ser diferente da que eu estou a pensar.

Sinceramente, os problemas de compatibilidade informatica que existem hoje são erros da microsoft no passado ou insistencia na má qualidade de software e desrespeito de standards. Exemplo disso é internet explorer.

Não é por nada, mas a microsoft nem os seus standards segue, aliás, não tem standards... faz uma coisa, e depois no futuro faz-se outra coisa baseada na primeira, as vezes com alguma compatibilidade, outra sem nenhuma, que interessa isso, o importante é que todos comprem um pc novo que seja capaz de seguir os 'standards' actuais da MS.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Em relação ao seu último comentário, o que é que os computadores das novas oportunidades têm a ver com este tema? Nada. As decisões sobre esses computadores são da responsabilidade dos operadores!

A m$ não fez isso... A m$ imitou quem fazia isso, e depois detruiu-os.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Ehehe... confiar um standard à microsoft!?!?

ROTFL!

Pessoal, a microsoft pode ter tido muito coisa boa como impulsionar a usabilidade de um computador, implementar em grande escala conceitos pouco emergentes etc.

Mas, meter a microsoft como motor de um standard!?!?

ou é para eu rebentar a cabeça de tanto rir ou há outra empresa com o nome 'microsoft' que deve ser diferente da que eu estou a pensar.

Sinceramente, os problemas de compatibilidade informatica que existem hoje são erros da microsoft no passado ou insistencia na má qualidade de software e desrespeito de standards. Exemplo disso é internet explorer.

Não é por nada, mas a microsoft nem os seus standards segue, aliás, não tem standards... faz uma coisa, e depois no futuro faz-se outra coisa baseada na primeira, as vezes com alguma compatibilidade, outra sem nenhuma, que interessa isso, o importante é que todos comprem um pc novo que seja capaz de seguir os 'standards' actuais da MS.

O temido embrace, extend and extinguish. http://en.wikipedia.org/wiki/Embrace,_extend_and_extinguish

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Interessante.

Não tinha de todo conhecimento disso, engraçado que esse texto vai precisamente ao encontro daquilo que eu disse. Pelo menos não me podem acusar de pregar a teoria da conspiração.

Obrigado CR,

sigam o link :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Retirado do Link acima:

In 2004, to prevent a repeat of the "browser wars," and the resulting morass of conflicting standards, Apple (makers of Safari), Mozilla (makers of Firefox), and Opera (makers of the Opera browser) formed the Web Hypertext Application Technology Working Group to create open standards to complement those of the World Wide Web Consortium.[24] Microsoft has so far refused to join, citing the group's patent policy, which requires that all proposed standards be possible to implement on a royalty-free basis.[25]

Realmente as vezes a M$ consegue ultrapassar os limites :|

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Retirado do Link acima:

Realmente as vezes a M$ consegue ultrapassar os limites :|

Não estou a ver onde está o problema....
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

É triste que não consigas ver...

Com este tipo de atitudes a m$ provoca várias coisas bastante negativas:

* deteoração de tecnologias, pois elas são modificadas para atingir objectivos que nada têm a ver com a sua evolução e que frequentemente vão contra a evolução;

* desaparecimento da concorrência;

* diminuição da liberdade de escolha;

* estagnação da inovação;

* abandono dos standards;

* diminuição da interoperatibilidade entre aplicações concorrentes e/ou complementares;

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

É triste que não consigas ver...

Com este tipo de atitudes a m$ provoca várias coisas bastante negativas:

* deteoração de tecnologias, pois elas são modificadas para atingir objectivos que nada têm a ver com a sua evolução e que frequentemente vão contra a evolução;

* desaparecimento da concorrência;

* diminuição da liberdade de escolha;

* estagnação da inovação;

* abandono dos standards;

* diminuição da interoperatibilidade entre aplicações concorrentes e/ou complementares;

Isso é basicamente isto e consequências disto:

O temido embrace, extend and extinguish. http://en.wikipedia.org/wiki/Embrace,_extend_and_extinguish

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

* deteoração de tecnologias, pois elas são modificadas para atingir objectivos que nada têm a ver com a sua evolução e que frequentemente vão contra a evolução;

* desaparecimento da concorrência;

* diminuição da liberdade de escolha;

* estagnação da inovação;

* abandono dos standards;

* diminuição da interoperatibilidade entre aplicações concorrentes e/ou complementares;

Não estou a ver como a M$ preferir não entrar no dito grupo, vai provocar isso.

* Acho que a M$ ao não entrar, não está a proibir as restantes empresas a continuar a evoluir.

* Também não acho, que a M$ ao não entrar no grupo, faz com que a concorrência desapareça.

* Diminuição de escolha? Esta escapa-me completamente....

* Estagnação da inovação? Só se for estagnação da M$. Mas isso acho que a M$ é a principal prejudicada.

* Abandono dos standards? A M$ já não respeitava os standards muito antes de sequer a formação do dito grupo ter sido pensada.

* Diminuição da interoperabilidade? Como é que a não entrada no grupo, vai diminuir a interoperabilidade dos browsers em relação à situação corrente?

Simplesmente não compreendi o facto de a M$ decidir não se juntar ao grupo é passar dos limites. Aliás acho uma coisa porreira, demonstra o valor de liberdade da nossa sociedade. Seria muito mau, a M$ ter de ser obrigada a se juntar ao grupo.

Dizer que a M$ passou dos limites é como dizer que o Santana Lopes passou dos limites porque não se juntou ao PS.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Ninguém disse que é por a m$ não entrar no grupo. Tem sim a ver com a m$ não utilizar e respeitar os standards e por a m$ tentar de forma sem ética fazer com que a sua má especificação se tornasse um standard. Bem como por causa de outras práticas não éticas e muitas vezes ilegais dessa empresa.

Já agora a m$ liderava o OASIS (entidade que gere a especificação do ODF), quando este iniciou a especificação do ODF. A m$ escolheu colocar-se de fora.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora