• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

CE volta a investigar Microsoft

11 mensagens neste tópico

A Microsoft poderá ter de voltar aos tribunais comunitários para se defender de acusações de monopólio por parte da Comissão Europeia (CE). Desta vez os alvos são o browser Internet Explorer (IE) e a suite de programas Office.

De acordo com informação avançada pela Reuters , a CE está a investigar as queixas de empresas rivais da multinacional que a acusam de inserir ilegalmente o seu browser no Windows e de tornar difícil a interoperabilidade de software semelhante ao Office ou ao Outlook no seu sistema operativo.

Isto não significa que a gigante de Bill Gates possa vir a ser acusada, como realça a CE em comunicado ao afirmar que «estes procedimentos iniciais não implicam que a Comissão tenha prova de uma infracção. Apenas significa que a CE vai investigar a fundo o caso de forma prioritária».

A Microsoft volta assim a estar na mira da justiça europeia, depois de a ter enfrentado em 2004 relativamente ao programa Windows Media Player, onde a multinacional era acusada de ter colocado instalado ilegalmente este software no Windows.

Uma das novas acusações, apresentada pela empresa norueguesa Opera, responsável por um browser rival do IE, baseia-se neste precedente.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O caso de 2004 foi relativamente a muito mais que o window$ media player, foi principalmente referente a protocolos de partilha de ficheiros e impressoras.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Tal como este teria interesse se de facto visasse a interoperabilidade, e não se limitarem a remover o IE do Windows.. Só se pede abertura nos protocolos, APIs, etc..

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

E foi na publicação das especificações que resultou o outro caso... Infelizmente foi só para alguns protocolos (os visados no caso).

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

(repost?)

não havia por aí um tópico onde dizia que o Opera estava a processar a microsoft por causa do IE? isto não é mais um episódio do mesmo caso? isto não é a CE a investigar as acusações da empresa Opera?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

... A Microsoft volta assim a estar na mira da justiça europeia, depois de a ter enfrentado em 2004 relativamente ao programa Windows Media Player, onde a multinacional era acusada de ter colocado instalado ilegalmente este software no Windows.

porra devo ser mesmo burro mas nao captei essa do media player...

entao tipo o Windows é deles o Media Player tb, se eles incluem o WMP no OS onde é a ilegalidade?

e tipo a nike ser acusada de ilegalidade se puser atacadores da nike nos ténnis deles nao? lol

agora acerio, nao captei mesmo essa lol

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

... A Microsoft volta assim a estar na mira da justiça europeia, depois de a ter enfrentado em 2004 relativamente ao programa Windows Media Player, onde a multinacional era acusada de ter colocado instalado ilegalmente este software no Windows.

porra devo ser mesmo burro mas nao captei essa do media player...

entao tipo o Windows é deles o Media Player tb, se eles incluem o WMP no OS onde é a ilegalidade?

e tipo a nike ser acusada de ilegalidade se puser atacadores da nike nos ténnis deles nao? lol

agora acerio, nao captei mesmo essa lol

Basicamente, ao eles incluirem o WMP e só o WMP no Windows, estão a obter vantagem sobre a concorrência ao tirar partido da sua posição dominante. O mesmo que com o IE.
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

bem nao tou a defender a microsoft mas acho isso um bocadinho sem logica, entao se o OS é deles, eles incluem nele o que quizerem. é mau é se eles nao permitirem que outros instalem outros programas de multimedia, isso sim é que ja é mau... nao digo que nao permitiam mas tornavam mais dificil... deve ser isso que se passou

mas nota-se que a microsoft faz sempre tudo para botar os outros abaixo. ate nas minimas coisas. ainda aqui a tempos andei a experimentar o Safari, e tipo quando entrava com firefox no hotmail.com a pagina era diferente de q quando entrava com o Safari... so mesmo para fazer ronha a apple hehe tipo com a mozzilla eles nao se importam, nao representa perigo, mas a apple ja lhes da dores de cabeça.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

não havia por aí um tópico onde dizia que o Opera estava a processar a microsoft por causa do IE? isto não é mais um episódio do mesmo caso? isto não é a CE a investigar as acusações da empresa Opera?

Não, não é o mesmo caso. Isto é uma iniciativa do regulador do mercado e não tem nada a ver com nenhum processo.

porra devo ser mesmo burro mas nao captei essa do media player...

entao tipo o Windows é deles o Media Player tb, se eles incluem o WMP no OS onde é a ilegalidade?

e tipo a nike ser acusada de ilegalidade se puser atacadores da nike nos ténnis deles nao? lol

agora acerio, nao captei mesmo essa lol

Os atacadores são essenciais ao funcionamento do calçado já o leitor multimédia não é essencial ao funcionamento do sistema operativo.

bem nao tou a defender a microsoft mas acho isso um bocadinho sem logica, entao se o OS é deles, eles incluem nele o que quizerem.

O OS é deles, mas estão a vende-lo ao público e isso tem impacto sobre mais coisas do que a liberdade de escolha da m$. Tem por exemplo impacto sobre a possibilidade de haver concorrência no mercado.

nao digo que nao permitiam mas tornavam mais dificil... deve ser isso que se passou

Isso é uma questão diferente e não se passou, o que se passou é que eles ao incluírem o produto deles e ao manterem formatos de ficheiros, protocolos e apis proprietários e fechados, não permitem que o software concorrente consiga inter-operar com o software mais disseminado do mercado (tornando assim o software concorrente praticamente inútil na maior parte dos casos).

A questão é que por o window$ ser lider de mercado o window$ media player é inerentemente lider de mercado, ou seja, não é líder no mercado com base nos seus méritos técnicos/comerciais, ou seja, não há concorrência saudável. Mas para além de ser inerentemente líder de mercado ele torna-se imediatamente a plataforma para a qual os criadores de conteúdos vão criar conteúdos (desprezando os outros na  maior parte dos casos).

É a conjugação de ser lider de mercado, com os formatos, protocolos e apis proprietários com o impacto no mercado de conteúdos que faz com que haja um problema.

Na minha opinião a solução não é retirar o software do window$, mas sim permitir a todos sem limitações acesso a especificações de formatos, protocolos e apis.

so mesmo para fazer ronha a apple hehe tipo com a mozzilla eles nao se importam, nao representa perigo, mas a apple ja lhes da dores de cabeça.

Não é verdade! Eles já fizeram isso também quer com o software da mozilla quer da opera. Só que por pressão mediática acabaram por corrigir.

Por que incluírem software todos incluem.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O OS é deles, mas estão a vende-lo ao público e isso tem impacto sobre mais coisas do que a liberdade de escolha da m$. Tem por exemplo impacto sobre a possibilidade de haver concorrência no mercado.

É a mesma coisa que irmos a um hipermercado e comprarmos um produto e darem outro produto que não tem nada haver com o que compramos como oferta.

Para mim, o único ponto em que a M$ deveria ser processada é na divulgação de API/Protocolos. Ou seja, se o WMP tem um melhor desempenho porque usa uma feature XPTO do windows, feature esta não especificada e mantida escondida, então sim é caso para multa(s) até as especificações serem disponibilizadas para o mundo todo. Que foi o que aconteceu antes.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
É a mesma coisa que irmos a um hipermercado e comprarmos um produto e darem outro produto que não tem nada haver com o que compramos como oferta.

Não é!

Não porque isso dos hipermercados é feito de forma promocional, ou seja, é limitado no tempo e normalmente é apenas uma amostra, o mesmo não acontece em relação ao window$ media player. E normalmente essas promoções são feitos em relação a produtos que se gastam com o uso (desaparecem), o software não tem essa característica (não é um objecto físico sequer). Para além disso há ainda a questão do impacto na produção e distribuição de conteúdos e em outros softwares (servidores, etc...). E estas coisas fazem uma grande diferença embora possa parecer que não, por desconhecimento do funcionamento do mercado e da industria.

Para mim, o único ponto em que a M$ deveria ser processada é na divulgação de API/Protocolos. Ou seja, se o WMP tem um melhor desempenho porque usa uma feature XPTO do windows, feature esta não especificada e mantida escondida, então sim é caso para multa(s) até as especificações serem disponibilizadas para o mundo todo. Que foi o que aconteceu antes.

Este caso não coloca isso de fora. A questão é que a m$ tem duas opções para cumprir a lei e a regulamentação do mercado. Ou não inclui o software, ou publica as especificações de formatos, APIs e protocolos. A m$ fez uma escolha que segundo a Comissão tem um impacto negativo no mercado e é a escolha que a Comissão está a investigar (ainda não há nenhum processo).

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora