• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

SMS Dador aumenta doações de sangue ao IPS

3 mensagens neste tópico

Uma iniciativa promovida pelo Instituto Português do Sangue (IPS), em parceria com a Fundação Vodafone Portugal, está a facilitar a convocação de dadores para acções de recolha de sangue. As tradicionais cartas enviadas para os dadores presentes na base de dados do IPS foram substituídas por SMS. O projecto, que foi responsável pelo envio de 165 mil SMS, no seu primeiro ano de existência, possibilitou aumentar as doações de sangue ao IPS, revelou ao SOL, Luís Pestana, responsável máxima da Fundação Vodafone Portugal.

Em declarações ao SOL, a Presidente da Comissão Executiva da Fundação Vodafone Portugal, Luísa Pestana, adianta que o projecto surgiu depois de contactos entre ambas as entidades, com vista à «utilização de Tecnologias de Informação, neste caso, para a convocação de dadores de sangue recorrendo ao SMS.»

Depois de uma fase piloto, que decorreu em 2006, no Centro Regional de Sangue do Porto, onde foram alcançados «bons resultados», o projecto avançou para todo o território nacional e, este ano, já foram enviados cerca de 165 mil SMS para os dadores.

Além do impacto positivo junto dos dadores, a responsável avança que também o IPS «beneficiou largamente com a iniciativa, pois conseguiu aumentar as doações de sangue.»

O papel da Fundação Vodafone na iniciativa, onde investiu 85 mil euros, foi o «desenvolvimento da aplicação que permite fazer o envio dos SMS para qualquer rede móvel nacional» e o suporte de«todos os custos de envio das mensagens escritas para os dadores de sangue, independentemente da rede móvel», realça.

Deste modo, as cerca de quatro cartas enviadas por ano aos dadores inscritos na base de dados do IPS foram substituídas por mensagens escritas, um método considerado pela responsável como «muito mais ágil na convocatória.»

Em relação aos resultados obtidos junto dos dadores, Luísa Pestana refere que esta iniciativa «teve um impacto positivo», pois defende que «a taxa de recepção é maior do que a tradicional carta de correio, além de que a convocatória por SMS pode ser realizada com uma menor antecedência, pelo que não é tão fácil que o dador se esqueça de comparecer.»

Questionada sobre o facto de a Fundação Vodafone continuar a apoiar iniciativas semelhantes, Luísa Pestana revela que «sempre que se justificar, a Fundação Vodafone apoiará projectos desta natureza.»

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Há uns meses, da última vez que fui dar sangue, já recebi o aviso por SMS. :confused:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Curioso eu também recebi :D

E acho que é uma medida bem mais eficaz que a carta para casa, além de mais barata...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora