• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Rui Carlos

Intel lança processadores Penryn

2 mensagens neste tópico

É a estreia da muito aguardada arquitectura de 45 nanómetros: a Intel acaba de lançar a uma nova família de processadores com a denominação Penryn.

Conforme o modelo, os novos processadores podem ter dois ou quatro núcleos.

A família Penryn conta com 16 modelos, que se distinguem por conter novos materiais que permitem obter maior rendimento energético e desempenho no processamento. No que toca à eficiência energética, destaque para um material isolante que contém Hafnium, cuja constituição mantém-se no segredo dos deuses.

O topo de gama dos Penryn apresenta uma velocidade de processamento 3GHz e dispõe de uma memória cache de 12MB.

Um comunicado da Intel revela que os novos chips são mais amigos do ambiente que os antecessores. Além de já não conterem chumbo, prevê-se que, os novos chips Penryn deixem de conter halogéneo em 2008.

A nova arquitectura da Intel já foi apelidada por Gordon Moore, mítico fundador da Intel, como a maior evolução na área do processamento.

[...']

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Epa... eu aqui já todo entusiasmado... e afinal ainda não é A grande noticia.

Os processadores estão a começar a não ter por onde desenvolver... esta história do multi-núcleo já é um pouco tentar tapar o sol com uma peneira.

Algum palpite para o aparecimento de uma tecnologia que aproxime a curva real de transistors/área à previsão de moore?

Já ouvi falar mais em nanotubos do que ouço hoje em dia :(

Mas verdade seja dita... para uso doméstico neste momento não são precisos grandes avanços nos processadores.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora