• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

paullojorgge

[Resolvido] Ubuntu 7.10 - Não tenho som....

9 mensagens neste tópico

Boa tarde!

Estou a chatear o pessoal do portugal a programar, pois instalei recentemente o Ubuntu 7.10 e não consigo encontrar maneira de o meu portátil dar som (modelo - HPdv6559ea). Já mexi nas preferências do alsa mas nada. É que ainda por cima não percebo nada de mexer na linha de comandos do linux.

Já agora, como é que posso compilar um programa em c no linux? Faço o programa no editor de texto mas depois não sei o que fazer para aquilo funcionar.

Espero que me possam ajudar.

Obrigado e cumprimentos a toda a gente que frequente este forum!!!!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Conforme eu tenho aqui escrito, coloca aqui o resultado do comando  $ lspci  na consola.

Exemplo do meu:

linteam@linteam-lap:~$ lspci
00:00.0 Host bridge: Intel Corporation Mobile Memory Controller Hub (rev 0c)
00:01.0 PCI bridge: Intel Corporation Mobile PCI Express Root Port (rev 0c)
00:1a.0 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB UHCI #4 (rev 03)
00:1a.1 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB UHCI #5 (rev 03)
00:1a.7 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB2 EHCI #2 (rev 03)
00:1b.0 Audio device: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) HD Audio Controller (rev 03)
00:1c.0 PCI bridge: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) PCI Express Port 1 (rev 03)
00:1c.1 PCI bridge: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) PCI Express Port 2 (rev 03)
00:1c.2 PCI bridge: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) PCI Express Port 3 (rev 03)
00:1c.3 PCI bridge: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) PCI Express Port 4 (rev 03)
00:1c.4 PCI bridge: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) PCI Express Port 5 (rev 03)
00:1d.0 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB UHCI #1 (rev 03)
00:1d.1 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB UHCI #2 (rev 03)
00:1d.2 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB UHCI #3 (rev 03)
00:1d.7 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB2 EHCI #1 (rev 03)
00:1e.0 PCI bridge: Intel Corporation 82801 Mobile PCI Bridge (rev f3)
00:1f.0 ISA bridge: Intel Corporation Mobile LPC Interface Controller (rev 03)
00:1f.1 IDE interface: Intel Corporation Mobile IDE Controller (rev 03)
00:1f.2 SATA controller: Intel Corporation Mobile SATA AHCI Controller (rev 03)
00:1f.3 SMBus: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) SMBus Controller (rev 03)
01:00.0 VGA compatible controller: ATI Technologies Inc Unknown device 9581
01:00.1 Audio device: ATI Technologies Inc Unknown device aa08
04:00.0 Ethernet controller: Realtek Semiconductor Co., Ltd. RTL8101E PCI Express Fast Ethernet controller (rev 01)
05:00.0 Network controller: Intel Corporation Unknown device 4229 (rev 61)
06:00.0 Memory controller: Intel Corporation Unknown device 444e (rev 01)
0c:04.0 CardBus bridge: Texas Instruments PCIxx12 Cardbus Controller
0c:04.1 FireWire (IEEE 1394): Texas Instruments PCIxx12 OHCI Compliant IEEE 1394 Host Controller
0c:04.2 Mass storage controller: Texas Instruments 5-in-1 Multimedia Card Reader (SD/MMC/MS/MS PRO/xD)
0c:04.3 Generic system peripheral [0805]: Texas Instruments PCIxx12 SDA Standard Compliant SD Host Controller

O objectivo é saber qual é exactamente o teu controlador de som.

Quanto a compilar tens neste tópico informação: http://www.portugal-a-programar.pt/index.php?showtopic=4777

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

então cá vai o resultado do comando:

paulo@paulo-laptop:~$ lspci

00:00.0 Host bridge: Intel Corporation Mobile PM965/GM965/GL960 Memory Controller Hub (rev 0c)

00:02.0 VGA compatible controller: Intel Corporation Mobile GM965/GL960 Integrated Graphics Controller (rev 0c)

00:02.1 Display controller: Intel Corporation Mobile GM965/GL960 Integrated Graphics Controller (rev 0c)

00:1a.0 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB UHCI Contoller #4 (rev 03)

00:1a.1 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB UHCI Controller #5 (rev 03)

00:1a.7 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB2 EHCI Controller #2 (rev 03)

00:1b.0 Audio device: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) HD Audio Controller (rev 03)

00:1c.0 PCI bridge: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) PCI Express Port 1 (rev 03)

00:1c.1 PCI bridge: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) PCI Express Port 2 (rev 03)

00:1c.5 PCI bridge: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) PCI Express Port 6 (rev 03)

00:1d.0 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB UHCI Controller #1 (rev 03)

00:1d.1 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB UHCI Controller #2 (rev 03)

00:1d.2 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB UHCI Controller #3 (rev 03)

00:1d.7 USB Controller: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) USB2 EHCI Controller #1 (rev 03)

00:1e.0 PCI bridge: Intel Corporation 82801 Mobile PCI Bridge (rev f3)

00:1f.0 ISA bridge: Intel Corporation 82801HEM (ICH8M) LPC Interface Controller (rev 03)

00:1f.1 IDE interface: Intel Corporation 82801HBM/HEM (ICH8M/ICH8M-E) IDE Controller (rev 03)

00:1f.2 SATA controller: Intel Corporation 82801HBM/HEM (ICH8M/ICH8M-E) SATA AHCI Controller (rev 03)

00:1f.3 SMBus: Intel Corporation 82801H (ICH8 Family) SMBus Controller (rev 03)

02:00.0 Network controller: Intel Corporation PRO/Wireless 3945ABG Network Connection (rev 02)

06:00.0 Ethernet controller: Realtek Semiconductor Co., Ltd. RTL8101E PCI Express Fast Ethernet controller (rev 01)

07:09.0 FireWire (IEEE 1394): Ricoh Co Ltd R5C832 IEEE 1394 Controller (rev 05)

07:09.1 Generic system peripheral [0805]: Ricoh Co Ltd R5C822 SD/SDIO/MMC/MS/MSPro Host Adapter (rev 22)

07:09.2 System peripheral: Ricoh Co Ltd R5C843 MMC Host Controller (rev 12)

07:09.3 System peripheral: Ricoh Co Ltd R5C592 Memory Stick Bus Host Adapter (rev 12)

07:09.4 System peripheral: Ricoh Co Ltd xD-Picture Card Controller (rev 12)

paulo@paulo-laptop:~$

Obrigado pela ajuda do outro tópico e por toda a tua atenção...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Muito obrigado CR_.

Graças a esse comando consegui saber qual o controlador e com uma pesquisa sobre esse controlador obtive logo uma resposta.

Aqui fica o link que me resolveu o problema, caso tenha curiosidade: http://linuxtechie.wordpress.com/2007/10/19/getting-intel-ich8-family-rev-3-sound-card-to-work-in-gutsy/

O meu problema no linux é não saber quase nada de comandos, pois já vi que por aí é que se resolvem todos os problemas.

Se tivesse algum tutorial, à mão claro, sobre alguns do comandos mais usados ficava agradecido.

Mais uma vez muito obrigado e bom fim-de-semana!!!!!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Estás com sorte. A tua placa é igual à minha e ainda há dias tive problemas por causa dos headphones.

Como nesse blog é mostrada a resolução:

Vais a consola e escreves:

sudo apt-get install linux-backports-modules-generic

Reboot e depois vai as opções de som.

Como eu resolvi (excepto ultima parte por eu tenho um toshiba):

$ wget ftp://ftp.alsa-project.org/pub/driver/alsa-driver-1.0.15.tar.bz2

$ tar -xvjf alsa-driver-1.0.15.tar.bz2

$ cd alsa-driver-1.0.15

$ ./configure

$ make

# sudo make install

# sudo gedit /etc/modprobe.d/alsa-base]

e adiciona (ou altera):

options snd-hda-intel model=hp

Reboot e vai as opções de som.

Experimenta como eles dizem, se não der faz como eu.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Muito obrigado CR_.

Graças a esse comando consegui saber qual o controlador e com uma pesquisa sobre esse controlador obtive logo uma resposta.

Aqui fica o link que me resolveu o problema, caso tenha curiosidade: http://linuxtechie.wordpress.com/2007/10/19/getting-intel-ich8-family-rev-3-sound-card-to-work-in-gutsy/

O meu problema no linux é não saber quase nada de comandos, pois já vi que por aí é que se resolvem todos os problemas.

Se tivesse algum tutorial, à mão claro, sobre alguns do comandos mais usados ficava agradecido.

Mais uma vez muito obrigado e bom fim-de-semana!!!!!

Ó pá manual de comandos...

adduser ---- * Exclusivo do usuário root - Ele adiciona usuários no sistema.

alias ---- * Abrevia linhas de comandos.

cat ---- * Concatena e imprime arquivos.

passwd ---- * Altera senha do usuário no sistema.

userdel ---- * Apaga usuários no sistema.

echo ---- * Repete o que for digitado na sua frente.
last ---- * Informa os últimos logins do usuário.
ftp ---- * Utilitário cliente, responsável pelo protocolo de transferência de arquivos.

login ---- * Inicia uma nova seção em outra conta na máquina.

lpr ---- * Coloca um arquivo ou dados na entrada na fila de impressão.
users ---- * Informa o usuários conectados.
logname ---- * Informa o usuário corrente.

id ---- * Informa os dados de identificação do usuário.

w ---- * Informa os usuários conectados e o que estão fazendo.

who ---- * Informa os usuário conectados e os respectivos terminais.

whoami ---- * Informa o nome do usuário corrente.

chfn ---- * Deve ser desabilitado para usuários sem privilégios de superusuário.

su ---- * Troca o usuário e o grupo da shell.

ps ---- * Exibe os processos em execução.

at ---- * Programa a execução de um comando ou script.

crontab ---- * Executa comandos em determinado horário.

df ---- * Utilizado para exibir o número de blocos livres no HD.

du ---- * Utilizado para saber o espaço ocupado pelos arquivos ou diretórios.

fdformat ---- * Formata disquete em baixo nível

mke2fs ---- * Cria o sistema de arquivo ext2fs

man ---- * Exibe a ajuda de um referido comando

uname ---- * Informa os dados do sistema.

uptime ---- * Informa há quanto tempo foi dado boot...

arch ---- * Informa a arquitetura do computador.

free ---- * Informa como esta sendo utilizado a memória.

mkbootdisk ---- * Cria o disco de boot do sistema.

shutdown ---- * Desliga o sistema.

lsmod ---- * Lista os módulos carregados pelo sistema.

clear ---- * Limpa o conteúdo no terminal.

cal ---- * Exibe o calendário para mês e ano.

date  ---- * Exibe e acerta a data e hora do sistema atual.

kill ---- * Termina um processo.

statserial ---- * Exibe o status das portas seriais.

pwd ---- * Informa o diretório corrente.

cd ---- * Muda o diretório de trabalho.

rm ---- * Remove arquivos ou diretórios.

mv ---- * Move arquivos ou diretórios para outro destino.

mkdir ---- * Cria diretório

chattr ---- * Altera os atributos do arquivo no sistema de arquivo ext2fs.

chgrp ---- * Utilizado para mudar os atributos de grupo de diretórios e arquivos.

lsattr ---- * Informa os atributos do arquivo no sistema de arquivo ext2fs.

chmod ---- * Modifica as permissões de acesso de arquivos ou diretórios.

ls ---- * Lista os arquivos de diretórios e exibe informações.

startx ---- * Inicia o X-Window.

traceroute ---- * Exibe a rota dos pacotes.



--



Descrição dos comandos



adduser

Descrição: Adiciona novos usuários no sistema.



adduser [usuário]



Exemplo: adduser crack22



Volta a lista

------------



alias

Descrição: Ele é muito importante, para agilizar algumas tarefas

e pode ser definido nos arquivos de inicialização.



Exemplo: 

alias diskon= mount /dev/fd0 /mnt/floppy   #Monta disquete

alias diskoff= umount /dev/fd0                 # Desmonta o disquete

alias cdrom.on= mount /mnt/cdrom           #Monta o CD-ROM

alias cdrom.off= umount /mnt/cdrom         #Desmonta o CD-ROM   



Volta a lista             

------------



cat

Descrição: Concatena e imprime arquivos, como ocorre no comando more,

o comando cat é mais amplio.



Exemplo:

- Obtém dados do arquivo de entrada padrão.

-u Não utiliza o buffering para saída, ativa a transferência linha por linha.

-n Numera as linhas.

-v Exibe os caracteres não imprimíveis.



Volta a lista

------------



arch

Descrição: Informa a arquitetura do computador.



arch



Exemplo: arch



Volta a lista

---------------



at
Descrição: Programa a execução de um comando ou script.

Lembre-se de que o sistema conhece as datas dos dias, semanas, etc.

em inglês; então utilize o modelo americano inclusive para abreviação.

Use o comando cal para lembrar destes detalhes do calendário no modelo

americano. Utilize ainda as letras A P N e M para abreviar manha, tarde,

meio dia, e meia noite, porém estes comandos são opcionais. 



at hora [mes] [diadasemna] [semana] [arquivo_ou_comando]

-r : remove a programação

-l : lista as programações existentes.



Exemplo: at 21 ls

Ele vai executar o comando ls as 19 horas.



Volta a lista

-------------



cal
Descrição: Exibe o calendário para mês e ano.

Ao digitar cal ano, este comando exibe um calendário para o ano requerido

de janeiro a dizembro.



cal [-opção] [ mês] [ano]



-m : exibe segunda-feira como o primeiro dia da semana.

-j : exibe o calendário Juliano.

-y : exibe o calendário do ano corrente.



mês : 01, 02, 03 ... 12

ano : 2000, 2001,2002, 2003...

Exemplo: cal -m 03 2003



Tela:

[root@localhost /root]# cal -m 03 2003
    March 2003
Mo Tu We Th Fr Sa Su
                       1   2 

3   4  5    6   7  8   9 

10  11 12 13 14 15  16 

17  18 19 20 21 22  23 

24  25 26 27 28 29  30 

31         



Volta a lista

-----------



cd
Descrição: Muda o diretório atual de trabalho.



cd nome_do_diretorio



Exemplo: cd /home



Se você estiver no diretório / (raiz) e que mudar para outro diretório basta digitar:



cd nome_do_diretorio.



Outras opções:

cd .. : retorna um nível do subdiretório.

cd - : retorna ao diretório anterior.



Tela:

[root@localhost local]# cd /home/httpd
[root@localhost httpd]# cd -
[root@localhost local]# cd ..
[root@localhost /usr]# 



Volta a lista

-----------



chattr
Descrição: Modifica os atributos do arquivo no sistema de arquivo ext2fs



chattr [-opção] [operador atributo] [arquivos...]



Outras opções:

-R - altera os atributos do diretórios e de seu arquivos.

Não é mudado os atributos dos Links simbólicos encontrados.

-V - mostra as modificações realizadas nos atributos dos arquivos.

-v - seta a versão do arquivo.



Operador

+ - adiciona o atributo ao arquivo

- - remove o atributo do arquivo.

= - altera somente os atributos que o arquivo possui.



Atributos

a - A data do arquivo não será mais alterado.

a - Somente poderá ser gravado em modo append.

O arquivo não será sobrescrito, somente o root pode alterar este atributo.

c - O arquivo é automaticamente compactado pelo kernel ao ser gravado.

d - Não será considerado para backup quando o programa dump for executado

i - O arquivo não pode ser modificado, a não ser pelo root que pode reformular

este atributo.

S - As modificações nos arquivos serão gravados de modo síncrono.

s - Quando arquivos com este atributos forem excluídos, os seu blocos no disco serão preenchidos com zero(totalmente apagados).

u - Quando o arquivo é excluído é mantido o conteúdo do arquivo para futura recuperação.



Exemplo: chattr -V +A cluster.c



Volta a lista

------------



chfn
Descrição: Deve ser desabilitado para usuários sem privilégios de superusuário, porque este comando, expõe os demais cadastrados na máquina.

Entre algumas de suas funções, muda informações do finger, tais como o nome,

o trabalho, o endereço, o telefone etc.



chfn [-opções] [usuário]



-f nome - nome do usuário.

-h sala - sala do escritório.

-p fone_office - telefone do escritório.

-f fone_home - telefone do usuário.



Exemplo: chfn -f crack -o 100 -h (48)-xxx-xxxx (onde x é o telefone).



Volta a lista

--------------------



chgrp
Descrição: Utilizado para mudar os atributos de grupo de diretórios e arquivos.



chgrp [opção] [grupo] [arquivos ...]



-c - exibe as informações, mas somente quando a alteração é efetuada.

-f - não exibe informações de erro.

-R - altera o grupo do diretório e de todos os seus arquivos.

-v - exibe as informações detalhadas das alterações dos atributos de cada arquivo.



Exemplo: chgrp -v arquivo1



Volta a lista

-----------------



chmod
Descrição: Modifica as permissões de acesso de arquivos ou diretórios.

Os valores numéricos são utilizados para ajustar as permissões de acesso

de acordo com cada grupo, através do comando chmod.

Também temos outro método utilizando caracteres alfabéticos (r, w e x)

em combinação com os caracteres u, g, o e a.

Esses caracteres tem a conotação conforme o exemplo :



u Significa usuário.

g Significa grupo.

o Significa outros.

a significa para outros.



Ainda deve-se utilizar os caracteres operadores

"+" soma "-" menos e = igualdade, que são usados

para operar nas seguintes funções:



+ Para agregar permissões

- Para excluir permissões

= Para excluir todas as permissões.



Exemplo:



chmod [opções] [operador] [tipo_permissão] [nome_do_arquivo].



Vamos supor, que num determinado arquivo todos os usuários podem executar

e ler, porém não poderão alterar seus dados, com exceção do dono do arquivo.



chmod goa+rx [arquivo]

chmod u+rwx [arquivo]

ls -l [arquivo]

-rwxr-xr-rx  2 root  root 124 fev 6 18:00 [arquivo]



Ainda temos os valores numéricos,

que também são utilizados para ajustar permissões.



chmod [XYZ] [arquivos ...]



X: permissão do proprietário.
Y: permissão do grupo.
Z: permissão para qualquer usuário.

Valores para X, Y ou Z:

0 = nenhuma permissão.
1 = permissão de execução.
2 = permissão de gravação.
3 = permissão de execução e gravação.
4 = permissão de leitura.
5 = permissão de leitura e execução.
6 = permissão de leitura e gravação.
7 = permissão de leitura, gravação e execução.

Exemplo: chmod 740 kernel.txt



As permissões do nosso arquivo kernel.txt, ficou:

(7) O proprietário do arquivo pode ler,escrever e executar.

(4) O grupo do usuário poderá apenas ler.

(0) e os demais usuários não tem permissão de acesso ao arquivo.



Volta a lista

------------------



clear
Descrição: Limpa o conteúdo no terminal.

Quando você digita muitos comandos, preenche o campo visual do terminal;

a fim de possuir uma melhor visão, devemos utilizar o comando clear para tal fim.



Exemplo: clear



Volta a lista

----------------------



crontab
Descrição: Este comando serve para editar ou alterar a entrada do crond. Crond

é um daemon que verifica a cada minuto se tem algo a ser executado. Caso você desejar executar algumas tarefas automaticamente em determinado horário, este

é o comando a ser executado.



crontab [-u usuário] [opções] [arquivo]



-u [usuario] - informa de qual usuário será editado, listado, alterado a entrada

do crontab.



Outras opções:

-l - exibe a entrada do crontab
-r - remove a entrada do crontab
-e - configura a entrada do crontab



[arquivo] - Você pode criar um arquivo com as entradas de crontab,

é mais prático do que editar as entradas do crontab na mão.



O arquivo com as entradas de crontab tem o seguinte formato:



Minuto Hora Dia Mes DiadaSemana Tarefa



Minuto - 0 ~ 59
Hora - 0 ~ 23
Dia - 1 ~ 31
Mês - 1 ~ 12
DiadaSemana - 1 ~ 7 (obs: 0 e 7 representam o domingo)



* - notifica o intervalo completo, se você coloca * no campo hora, a tarefa

será executado a cada hora.
- - indica o intervalo, 0-5 no campo hora, a tarefa será executado a cada hora

no período das 0 às 5.



Ex: 0 5 * * * tarefa
A tarefa será executada todo dia às 5:00



Como utilizar:



Editar as entradas do crontab utilizando a opção -e, às vezes, não é muito prático,

e o crontab fornece a opção de você especificar em qual arquivo estão as suas entradas do crontab.

Crie o arquivo com o editor da sua preferência, por exemplo, tarefas, no diretório /root, com os seguintes dados:



30 * * * * echo Redhat Linux > /root/funciona



Feito o arquivo, digite:



crontab tarefas



Para verificar se a tarefa foi carregado com sucesso, digite:



crontab -u root -l



Tela



30 * * * * echo Redhat Linux > /root/certo



A cada 30 minutos será gerado o arquivo /root/funciona com o conteúdo

"Redhat Linux".



Para eliminar a entrada do crontab de teste, digite:



crontab -u root -r



Volta a lista

--------------



date
Descrição: Informa da data corrente, e permite que você altere a data do sistema.



date  [mostra a data do sistema]



Exemplo: 

# date

Tru Feb 12  9:32:04 2003



Para alterar a hora do sistema digite:



date mmddhhmmYYYY



mm = mês
dd = dia
hh = hora
mm = minuto
YYYY = ano



Para salvar a data na BIOS



clock -w



Exemplo:



date 0212932262003
clock -w



Volta a lista

---------------



df
Descrição: Utilizado para exibir o número de blocos livres no HD.



df [-opção]



-a - Incluí sistema de arquivos com 0 blocos.

-h - Exibe os dados de forma de fácil leitura.

-i - Exibe as informações dos inodes.

-k - Exibe os dados em kbytes

-m - Exibe os dados em megabytes.

-t - Exibe os tipos de sistema de arquivos.

-t tipo - Exibe dados apenas do sistema de arquivo especificado.

-x tipo - Não exibe dados do sistema de arquivo especificado



O comando df, exibe também o conteúdo de demais máquinas montadas

via rede NFS na máquina local.



Exemplo: df -h -t vfat



Volta a lista

---------------------



du
Descrição: Utilizado para saber o espaço ocupado pelos arquivos ou diretórios.



du [-opção] [arquivo]



-a - Exibe o tamanho dos diretórios e arquivos.

-b - Exibe os dados em bytes.

-c - Exibe também o total geral.

-D - Faz referencia a PATH de links simbólicos.

-h - Exibe os dados de forma de fácil leitura.

-L - Faz referencia a os links simbólicos.

-m - Exibe os dados em megabytes.

-s - Exibe apenas o espaço total ocupado.



Exemplo: du -s



Volta a lista

--------------------



echo 

Descrição: Repete o que for digitado na sua frente,

separando por um espaço em branco.



-n O shell não avança a linha.



Quando utilizado com metacaracteres, torna-se uma ferramenta poderosa,

evitando perdas de tempo. O manual interno enriquece a utilização deste comando.



Volta a lista

---------------



ftp

Descrição:Utilitário cliente, responsável pelo protocolo de transferência de arquivos.

Para utilizar este serviço é preciso que a máquina remota tenha instalado o programa servidor que atende as conexões.



Exemplo:

ftp [opções] [link]



Volta a lista

----------------------



fdformat
Descrição: Este comando é para formatar disquetes em baixo nível, para poder gravar arquivos é necessário criar o sistema de arquivo.



fdformat -n [device_parametros]



-n - Desabilita o teste para a verificação de erros , após a formatação.



[device_parametros] - Segue abaixo a lista de parâmetros, para o driver 3.5"

de alta densidade.



Driver A
/dev/fd0H360
/dev/fd0H720
/dev/fd0H1440



Driver B
/dev/fd1H360
/dev/fd1H720
/dev/fd1H1440



Exemplo:

fdformat /dev/fd0H1440



Double-sided, 80 tracks, 18 sec/track. Total capacity 1440 kB.
Formatting ... done
Verifying ... done



Volta a lista

---------------------



free
Descrição: Este comando exibe como esta sendo utilizado a memória física e swap do sistema e quanto esta sendo utilizado como buffer e shared pelo kernel.



free [-opção]



-m - Exibe as informações em bytes

-k - Exibe as informações em kbytes

-m - Exibe as informações em megabytes

-o - Exibe os dados sem levar em consideração a memória utilizada como buffer

-s intervalo - Exibe continuamente no intervalo(em segundos) especificado os dados de memória.



Exemplo: free -s 30



A cada 30 segundos serão exibidos os dados de utilização da memória.



Volta a lista

------------------



id
Descrição: Informa os dados de identificação (ID) do usuário.



id [-opções] [usuário]



-u - Informa o ID do usuário.

-g - Informa o ID do grupo efetivo do usuário.

-G - Informa o ID do grupo real, efetivo, suplementar do usuário.

-n - Informa o nome do usuário ou grupo.Requer -u, -g ou -G.

-r - Informa o ID real do usuário ou grupo.Requer -u, -g ou -G.



Exemplo: id -ng crack22



Volta a lista

---------------------



kill 

Descrição:Termina um processo.

O uso normal dele é kill -9PID, onde PID é o identificador do processo

que foi detectado com o comando ps -aux | less



Exemplo:

# kill -9 1035.



Comando suicida:

# kill -9 -1

Esse comando mata tudo, deixando a máquina em colapso, tirando-a de serviço.



Volta a lista

---------------------



lpr 

Descrição: Coloca um arquivo ou dados na entrada na fila de impressão, do diretório /var/spool da impressora. Os botões de impressão nos utilitários no ambiente gráfico chamam o comando lrp para imprimir os objetos.



Exemplo: lpr [opções] [arquivos]



Outras opções:



-c Faz uma cópia do arquivo a imprimir.

-r  Remove o arquivo após coloca-lo na fila de impressão.

-m Envia e-mail confirmando o fim da impressão

-n Omite informações sobre a impressão.

-p Especifica uma impressora.



Volta a lista

------------------



ls

Descrição: Lista os arquivos de diretórios e exibe informações.



Exemplo:

ls -l  Lista arquivos exibindo ordenadamente suas informações.



Volta a lista

-------------------



last
Descrição: Informa os últimos logins do usuário.



last [-linhas] [usuário]



-linhas números de linhas a serem mostrados.



Exemplo: last -5 crack



Volta a lista

-------------------



login
Descrição: Inicia uma nova seção em outra conta na máquina.



login [usuário]



Exemplo: login crack22



Volta a lista

------------------



logname
Descrição: Informa o nome de login do usuário.



logname [usuário]



Exemplo: logname crack22



Volta a lista

------------------



lsattr
Descrição: Informa os atributos do arquivo no sistema de arquivo ext2fs



lsattr [-opção] [arquivos ...]



-a - Exibe todos os arquivos do diretório, inclusive os que começam com "."

-d - Exibe os diretórios como arquivos, não listando o seu conteúdo (arquivos).

-R - Exibe os atributos dos diretórios e de todos os seus arquivos.

-v - Exibe a versão dos arquivos.



Exemplo: lsattr -av crack22



Volta a lista

-------------------



lsmod
Descrição: Lista os módulos carregados no sistema.



lsmod



Exemplo: lsmod



Volta a lista

-----------------



man
Descrição: Exibe o ajuda do comando que você estiver com dúvida.



man [-] [nome_do_comando]



-f : Exibe somente a descrição do comando.

-k : Amostra as páginas de referência onde exista chave fornecida.



Exemplo: man -f at



Volta a lista

----------------



mkbootdisk

Descrição: Cria o disquete de boot do sistema.



mkbootdisk [versão_do_kernel]



Para ver a versão do seu kernel digite:



uname -r



Teremos na tela: # 2.2.18-14



Exemplo: mkbootdisk 2.2.18-14



Volta a lista

-----------------



mkdir

Descrição: Cria diretório.



mkdir [opção] [diretório]



-m : Seta os modos de permissão do diretório, como o chmod (Ex: -m 755)

-p : Cria diretório na marra, mesmo que o diretório já exista.



Exemplo: mkdir -m 777 -p /info



Ele irá criar a pasta /info, com a permissão 777 (pasta livre).



Volta a lista

---------------



mke2fs

Descrição: Cria o sistema de arquivo Linux Second Extended File System (ext2fs) em um dispositivo, tal como disquete ou HD.



mk2fs [opções] [device]



Outras opções:


-c - Verifica se tem erro no sistema de arquivo.
-m [valor] - Por padrão é reservado 5% de espaço para o root, caso você não queira coloque: -m 0
-v - Executa em modo verbos (explicativo)
-L "Label" - Seta o label do dispositivo.



[Opção]
/dev/hda1
/dev/fd0
.......



Exemplo:



mke2fs -c -m 0 -v -L "Linux" /dev/fd0



mke2fs 1.15, 18-Jul-1999 for EXT2 FS 0.5b, 95/08/09
Filesystem label=Linux
OS type: Linux
Block size=1024 (log=0)
Fragment size=1024 (log=0)
184 inodes, 1440 blocks
0 blocks (0.00%) reserved for the super user
First data block=1
1 block group
8192 blocks per group, 8192 fragments per group
184 inodes per group



Running command: badblocks -b 1024 -s /dev/fd0 1440
Checking for bad blocks (read-only test): done
Writing inode tables: done
Writing superblocks and filesystem accounting information: done



Volta a lista

------------------



passwd

Descrição: Muda a senha do usuário



passwd [usuário]



Exemplo: passwd crack22



Lembrando que apenas o root pode alterar a senha dos demais usuários,

usuários normais apenas podem mudar a própria senha.



Volta a lista

---------------



ps

Descrição: O ps é um utilitário padrão do Linux utilizado para gerenciar processos em um sistema. O comando ps sozinho produz uma lista de todos os processos que pertencem a um determinado usuário, junto com o ID do processo, o terminal em que está sendo executado, o status do processo, o tempo de CPU usado, a linha de comando e o nome do processo em si.



ps [opção]



-a : Exibe todos os processos, mesmo aqueles não pertencentes ao usuário que executa o ps.

-x : Exibe os processos que não possuem um terminal de controle.

-u : Exibe informações sobre o ID de usuário e uso da memória.

-j : Exibe informações de serviços, lista de IDs de usuário e grupo do processo no formato numérico.

-f : Exibe informações de processo em formato de árvore mostrando os processos

e seus relacionamentos.



Exemplo: ps -x



Tela:

[crack22@localhost /root]$ ps -x
  PID TTY      STAT   TIME COMMAND
  181 ttyp0    S      0:00 bash
  183 ttyp0    R      0:00 ps -x
[crack22@localhost /root]$



Volta a lista

---------------



pwd

Descrição: Informa o diretório corrente.



pwd



Exemplo: pwd



Tela:

[root@localhost /home]# pwd
/home 



Volta a lista

----------------



rm

Descrição: Remove arquivos ou diretórios.



rm [opção] [arquivo_ou_diretório]



-f : Apaga os arquivos e diretórios sem confirmação.

-i : Ao remover apresenta um promt de confirmação.

-r : Remove o conteúdo do diretório recursivamente, isto é, apaga o diretórios

e os seus subdiretórios .

-v : Lista o que esta sendo realizado.



Exemplo 1: rm /billgate.txt



Ele vai apagar o arquivo billgate.txt



Exemplo 2: rm -rf -v gate



Tela:

[root@localhost /home]# rm -rf -v gate
removing all entries of directory gate
removing gate/LICENSE
removing all entries of directory gate/subdir
removing gate/subdir/compress
removing the directory itself: gate/subdir
removing the directory itself: gate
[root@localhost /home]#



Volta a lista

-------------



mv 

Descrição: Move arquivos ou diretórios para outro destino.

O usuário deve utiliza-lo com cautela, ou os dados podem ser movidos

para lugares incorretos.



Exemplo:

# mv [opção] [arquivo] [destino]



Outras opções:

-i Utiliza modo interativo solicitando confirmação.

-f Usa o modo forçado, substitui arquivos protegidos.

- Interpreta todos os argumentos.



Volta a lista

------------------



startx 

Descrição: Inicia o X-Window Sistem Gerenciador, colocando o sistema em ambiente gráfico. É lógico, que o usuário deve estar em modo terminal(texto),

para rodar este comando.



Volta a lista

-----------------



shutdown

Descrição: Efetua o desligamento/reinicialização do sistema ee todos os usuários logados são notificados que o sistema será desligado. O sistema pode ser desligado imediatamente (now) ou após um determinado tempo [tempo].



shutdown [opções] [tempo] [msg]



Outras opções:



-a - Digitando Ctr+Alt+Del, qualquer usuário efetua o desligamento/reinicialização do sistema, esta opção esta definido no arquivo /etc/inittab. Para evitar que os usuários não autorizados efetuem o desligamento, edite o arquivo /etc/shutdown.allow (se não existir, crie-o) e coloque os usuários autorizados

(1 usuário por linha). Com a opção -a, somente os usuários que estiverem no arquivo poderão desligar o sistema.

-t [tempo] - O sistema será desligado após aguardado [tempo] segundos.

-k - Não executa o desligamento, apenas envia a mensagem de alerta a todos os usuários.

-r - Reinicializa o sistema após o shutdown.

-h - halt detém o sistema após o shutdown.

-c - Cancela o shutdown em andamento.



[tempo] - Informa a hora que o sistema será desligado, formato HH:MM

(now, o sistema é desligado imediatamente).



[msg] - Informa a mensagem que os usuários receberão.



Exemplo: shutdown -h now



No exemplo, o sistema será desligado imediatamente.



Volta a lista

--------------



statserial

Descrição: Exibe o status dos sinais das portas seriais padrão 9-pinos ou 25 pinos. Este comando é útil para verificar problemas com as portas seriais ou modem.



statserial [opção] [device]



[Opção]
-n - Desabilita o teste em loop.
-d - Lista o status da porta serial em decimal.
-x - Lista o status da porta serial em hexadecimal.



[Device]
/dev/cua0 - porta serial COM1
/dev/cua1 - porta serial COM2
/dev/cua2 - porta serial COM3
/dev/cua3 - porta serial COM4



E assim por diante /dev/cuaX --> COM(X-1)



Exemplo:

statserial -n /dev/cua3



Tela:

Device: /dev/cua3



Signal  Pin  Pin  Direction  Status  Full
Name    (25) (9)  (computer)         Name
-----   ---  ---  ---------  ------  -----
FG       1    -      -           -   Frame Ground
TxD      2    3      out         -   Transmit Data
RxD      3    2      in          -   Receive  Data
RTS      4    7      out         1   Request To Send
CTS      5    8      in          1   Clear To Send
DSR      6    6      in          1   Data Set Ready
GND      7    5      -           -   Signal Ground
DCD      8    1      in          0   Data Carrier Detect
DTR     20    4      out         1   Data Terminal Ready
RI      22    9      in          0   Ring Indicator



Para interromper o teste continuo digite: Ctr + C



Obs:

- Este comando somente funciona em dispositivos que suporta TIOCMGET.
- Somente o root pode executar.



Volta a lista

----------------



su
Descrição: Troca o usuário e o grupo da shell.



su [-opção] [usuario]



-l - Efetua o login carregando o ambiente do usuário.

-m - Efetua o login preservando o ambiente, não é carregado o ambiente do novo usuário.



su [usuario]



Exemplo: su crack22



Obs: O root pode torna-se qualquer usuário sem a necessidade da senha.

Usuários comuns somente poderão virar root, digitando a senha.



Volta a lista

----------------



traceroute

Descrição: Exibe a rota que pacotes percorrem de uma máquina local até uma determinada máquina remota. É muito utilizado por por usuários de protocolos

Word Wide (www) especialmente para medir o tempo em download etc.



Exemplo:

# traceroute host



Volta a lista

---



uname
Descrição: Informa os dados do sistema



uname [opção]



-a - Exibe todas as informações.

-m - Exibe o modelo do equipamento.

-p - Exibe informações sobre o modelo de processador que roda na máquina.

-n - Exibe o nome da máquina (hostname).

-s - Exibe o nome do sistema operacional.

-v - Exibe a data de compilação do sistema operacional.

-r - Exibe a versão do sistema operacional (kernel).



Exemplo: uname -a



Volta a lista

-------------



uptime

Descrição: Informa o tempo em que foi dado boot no sistema, a hora atual,

quantos usuários estão logados e a média de processos pendentes nos últimos

1,5 e 15 minutos.



uptime



Exemplo: uptime



Volta a lista

-----------------



userdel

Descrição: apaga usuário no sistema



userdel [-r] [usuário]



-r - Apaga o diretório do usuário no diretório home.

Os demais arquivos ou diretórios do usuário deletado devem ser apagados manualmente.



Exemplo: userdel crack22



Volta a lista

------------



users

Descrição: Informa os usuários que estão utilizando o sistema.



users



Exemplo: users



Volta a lista

---------------



w

Descrição: Informa quem esta conectado no sistema e o que estão fazendo.



w [-opções] [usuário]



-h -Não imprime o cabeçalho.

-s -Exibe o dados em formato reduzido.

-l -Exibe os dados em formato extenso.



Exemplo: w -s crack22



Volta a lista

--------------



who
Descrição: Informa os usuários conectados e os respectivos terminais.



who [-opções]

-H - Mostra o cabeçalho.

-i - Mostra há quanto tempo o usuário esta inativo.

-q - Mostra quantos usuários estão conectados e os seus nomes.



Exemplo: who i



Volta a lista

-------------------



whoami
Descrição: Informa o nome do usuário corrente.



whoami



Exemplo: whoami

Fonte: winuxmicro

Cortesia

www.biovolts.com

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Já!!!

Agora está tudo bem. O pior mesmo foi configurar a grafica e o som do portatil para o Ubuntu 7.10. Mas agora parece estar tudo em ordem.

Obrigado!!!!!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora