• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

mpeixoto

Certificação CCNA - Referencial por módulos

22 mensagens neste tópico

CCNA - Cisco Certified Network Associate

Curso: CCNA 1

    Módulo 1: Introdução às Redes

1.1 Fazendo Conexão à Internet

1.1.1 Requisitos para a conexão à Internet

1.1.2 Conceitos Básicos de PCs

1.1.3 Placa de Rede

1.1.4 Instalação da placa de rede e modem

1.1.5 Visão geral da conectividade em alta velocidade e por discagem

1.1.6 Descrição e configuração TCP/IP

1.1.7 Testando a conectividade com o ping

1.1.8 Navegador Web e plug-ins

1.1.9 Resolução de problemas com conexões na Internet

1.2 A Matemática das Redes

1.2.1 Apresentação binária de dados

1.2.2 Bits e bytes

1.2.3 Sistema numérico Base 10

1.2.4 Sistema numérico Base 2

1.2.5 Convertendo números decimais em números binários de 8 bits

1.2.6 Conversão de números binários de 8 bits em números decimais

1.2.7 Representação decimal pontuada em quatro octetos

1.2.8 Hexadecimal

1.2.9 A lógica booleana ou binária

1.2.10 Endereços IP e máscaras da rede

• Módulo 2: Conceitos Básicos de Redes

2.1 Terminologia de Redes

2.1.1 Redes de dados

2.1.2 História das Redes

2.1.3 Dispositivos de rede

2.1.4 Topologias de rede

2.1.5 Protocolos de rede

2.1.6 Redes locais (LANs)

2.1.7 Redes de longa distância (WANs)

2.1.8 Redes de áreas metropolitanas (MANs)

2.1.9 Storage-area networks (SANs)

2.1.10 Virtual Private Network (VPN)

2.1.11 Vantagens das VPNs

2.1.12 Intranets e extranets

2.2 Largura de Banda

2.2.1 Importância da largura de banda

2.2.2 O Desktop

2.2.3 Medição

2.2.4 Limitações

2.2.5 Throughput

2.2.6 Cálculo da transferência de dados

2.2.7 Digital versus analógico

2.3 Modelos de Redes

2.3.1 Usando camadas para analisar problemas num fluxo de materiais

2.3.2 Usando camadas para descrever a comunicação de dados

2.3.3 Modelo OSI

2.3.4 Camadas OSI

2.3.5 Comunicação ponto-a-ponto

2.3.6 Modelo TCP/IP

2.3.7 Processo detalhado de encapsulamento

• Módulo 3: Meios Físicos para Redes 

3.1 Meios em Cobre

3.1.1 Átomos e Electrões

3.1.2 Voltagem

3.1.3 Resistência e Impedância

3.1.4 Corrente

3.1.5 Circuitos

3.1.6 Especificações de Cabos

3.1.7 Cabo Coaxial

3.1.8 Cabo STP

3.1.9 Cabo UTP

3.2 Meios Ópticos

3.2.1 O Espectro Electromagnético

3.2.2 A Teoria de Raios de Luz

3.2.3 Reflexão

3.2.4 Refracção

3.2.5 Reflexão Interna Total

3.2.6 Fibra Multimodo

3.2.7 Fibra Unimodo

3.2.8 Outros componentes ópticos

3.2.9 Sinais e Ruídos em Fibras Ópticas

3.2.10 Instalação, Cuidados e Testes de Fibras Ópticas

3.3 Meios Sem-fio

3.3.1 Padrões e Organizações de Redes Locais Sem-fio

3.3.2 Topologias e Dispositivos Sem-fio

3.3.3 Como as Redes Locais Sem-fio se comunicam

3.3.4 Autenticação e associação

3.3.5 Os espectros de radiofrequência e de microondas

3.3.6 Sinais e ruído numa WLAN

3.3.7 Segurança para Sem-fio

• Módulo 4: Testes de Cabos

4.1 Fundamentos para o Estudo de Testes de Cabos Baseados em Frequências

4.1.1 Ondas

4.1.2 Ondas Senoidais e Ondas Quadradas

4.1.3 Exponentes e Logaritmos

4.1.4 Decibéis

4.1.5 Visualizando Sinais em Tempo e Frequência

4.1.6 Sinais Digitais e Analógicos em Tempo e Frequência

4.1.7 Ruído em Tempo e Frequência

4.1.8 Largura de Banda

4.2 Sinais e Ruído

4.2.1 Sinalização Através de Cabeamento de Cobre e de Fibra Óptica

4.2.2 Atenuação e Perda por Inserção em Meios de Cobre

4.2.3 Fontes de Ruído nos Meios de Cobre

4.2.4 Tipos de Diafonia

4.2.5 Procedimentos para Testar Cabos

4.2.6 Outros Parâmetros de Testes

4.2.7 Parâmetros Baseados em Tempo

4.2.8 Testando Fibras Ópticas

4.2.9 Um Novo Padrão

• Módulo 5: Cabeamento para redes locais e WANs

5.1 Cabeamento de LAN

5.1.1 Camada física de rede local

5.1.2 Ethernet no Campus

5.1.3 Meios Ethernet e requisitos de conectores

5.1.4 Meios de conexão

5.1.5 Implementação de UTP

5.1.6 Repetidores

5.1.7 Hubs

5.1.8 Sem-fio

5.1.9 Bridges

5.1.10 Comutadores

5.1.11 Conectividade do Host

5.1.12 Comunicação Ponto-a-Ponto

5.1.13 Cliente/Servidor

5.2 Cabeamento de WANs

5.2.1 Camada física de WAN

5.2.2 Conexões seriais de WAN

5.2.3 Roteadores e Conexões Seriais

5.2.4 Roteadores e Conexões ISDN BRI

5.2.5 Roteadores e Conexões DSL

5.2.6 Roteadores e Conexões de Cabos

5.2.7 Instalando Conexões de Console

• Módulo 6: Conceitos Básicos de Ethernet

 

6.1 Conceitos Básicos de Ethernet

6.1.1 Introdução à Ethernet

6.1.2 Regras de nomenclatura da Ethernet IEEE

6.1.3 Ethernet e o modelo OSI

6.1.4 Nomenclatura

6.1.5 Quadros da camada 2

6.1.6 Estrutura do quadro Ethernet

6.1.7 Campos de um quadro Ethernet

6.2 Operação da Ethernet

6.2.1 Media Access Control (MAC)

6.2.2 Regras MAC e detecção de colisões/backoff

6.2.3 Temporização Ethernet

6.2.4 Espaçamento entre quadros (Interframe spacing) e backoff

6.2.5 Tratamento de erros

6.2.6 Tipos de colisão

6.2.7 Erros da Ethernet

6.2.8 FCS e além

6.2.9 Auto-negociação da Ethernet

6.2.10 Estabelecimento de um link, full duplex e half duplex

• Módulo 7: Tecnologias Ethernet

7.1 Ethernet 10 Mbps e 100 Mbps

7.1.1 Ethernet 10 Mbps

7.1.2 10BASE5

7.1.3 10BASE2

7.1.4 10BASE-T

7.1.5 Cabeamento e arquitectura do 10BASE-T

7.1.6 Ethernet 100-Mbps

7.1.7 100BASE-TX

7.1.8 100BASE-FX

7.1.9 Arquitectura Fast Ethernet

7.2 Gigabit Ethernet e 10 Gigabit Ethernet

7.2.1 Ethernet 1000-Mbps

7.2.2 1000BASE-T

7.2.3 1000BASE-SX e LX

7.2.4 Arquitectura Gigabit Ethernet

7.2.5 Ethernet 10 Gigabit

7.2.6 Arquitecturas 10 Gigabit Ethernet

7.2.7 Futuro da Ethernet

• Módulo 8: Comutação Ethernet

8.1 Comutação Ethernet

8.1.1 Bridging da Camada 2

8.1.2 Comutação da Camada 2

8.1.3 Switch operation

8.1.4 Latência

8.1.5 Modos de um Switch

8.1.6 Spanning-Tree Protocol (Protocolo Spanning-Tree)

8.2 Domínios de Colisão e Domínios de Broadcast

8.2.1 Ambiente de meios compartilhados

8.2.2 Domínios de colisão

8.2.3 Segmentação

8.2.4 Broadcasts da Camada 2

8.2.5 Domínios de broadcast

8.2.6 Introdução a fluxo de dados

8.2.7 O que é um segmento de rede?

• Módulo 9: Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP

9.1 Introdução ao TCP/IP

9.1.1 História e futuro do TCP/IP

9.1.2 Camada de aplicação

9.1.3 Camada de Transporte

9.1.4 Camada de Internet

9.1.5 Camada de acesso à rede

9.1.6 Comparação do modelo OSI com o modelo TCP/IP

9.1.7 Arquitectura da Internet

9.2 Endereços de Internet

9.2.1 Endereçamento IP

9.2.2 Conversão decimal/binário

9.2.3 Endereçamento IPv4

9.2.4 Endereços IP classes A, B, C, D e E

9.2.5 Endereços IP reservados

9.2.6 Endereços IP públicos e privados

9.2.7 Introdução às sub-redes

9.2.8 IPv4 X IPv6

9.3 Obter um endereço IP

9.3.1 Obtendo um endereço da Internet

9.3.2 Atribuição estática do endereço IP

9.3.3 Atribuição de endereço IP utilizando RARP

9.3.4 Atribuição de endereço IP BOOTP

9.3.5 Gerenciamento de Endereços IP com uso de DHCP

9.3.6 Problemas de resolução de endereços

9.3.7 Protocolo de Resolução de Endereços (ARP)

• Módulo 10: Conceitos Básicos de Roteamento e de Sub-redes

10.1 Protocolo roteado

10.1.1 Protocolos roteáveis e roteados

10.1.2 IP como protocolo roteado

10.1.3 Propagação de pacotes e comutação num roteador

10.1.4 Internet Protocol (IP)

10.1.5 Anatomia de um pacote IP

10.2 Protocolos de roteamento IP

10.2.1 Visão geral de roteamento

10.2.2 Roteamento X comutação

10.2.3 Roteado X roteamento

10.2.4 Determinação do caminho

10.2.5 Tabelas de roteamento

10.2.6 Algoritmos e métricas de roteamento

10.2.7 IGP e EGP

10.2.8 Vector de estado do link e de distância

10.2.9 Protocolos de roteamento

10.3 As mecânicas da divisão em sub-redes

10.3.1 Classes de endereços IP de rede

10.3.2 Introdução e razão para a divisão em sub-redes

10.3.3 Estabelecimento do endereço da máscara de sub-rede

10.3.4 Aplicação da máscara de sub-rede

10.3.5 Divisão de redes das classes A e B em sub-redes

10.3.6 Cálculo da sub-rede residente através do ANDing

• Módulo 11: Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação 

11.1 Camada de Transporte TCP/IP

11.1.1 Introdução à camada de transporte

11.1.2 Controle de fluxo

11.1.3 Visão geral de estabelecimento, manutenção e término de sessões

11.1.4 Handshake triplo

11.1.5 Janelamento

11.1.6 Confirmação

11.1.7 Protocolo de Controlo de Transmissão (TCP)

11.1.8 Protocolo de Datagrama de Usuário (UDP)

11.1.9 Números de porta TCP e UDP

11.2 A Camada de Aplicação

11.2.1 Introdução à camada de aplicação TCP/IP

11.2.2 DNS

11.2.3 FTP

11.2.4 HTTP

11.2.5 SMTP

11.2.6 SNMP

11.2.7 Telnet

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Curso: CCNA 2

• Módulo 1: WANs e roteadores 

1.1 WANs

1.1.1 Introdução às WANs

1.1.2 Introdução aos roteadores de uma WAN

1.1.3 Redes locais e WANs com roteadores

1.1.4 Função do roteador numa WAN

1.1.5 Abordagem da Academia para laboratórios práticos

1.2 Roteadores

1.2.1 Componentes internos do roteador

1.2.2 Características físicas do roteador 

1.2.3 Conexões externas do roteador 

1.2.4 Conexões das portas de gerenciamento 

1.2.5 Conectando as interfaces de console 

1.2.6 Conectando a interfaces LAN 

1.2.7 Conectando as interfaces WAN

• Módulo 2: Introdução aos roteadores

2.1 Operando o software Cisco IOS

2.1.1 A finalidade do software Cisco IOS

2.1.2 Interface do usuário do roteador

2.1.3 Modos da interface do usuário do roteador

2.1.4 Características do software Cisco IOS 

2.1.5 Modo de operar do software Cisco IOS

2.2 Inicializando um roteador

2.2.1 Inicializando roteadores Cisco pela primeira vez

2.2.2 LEDs Indicadores utilizados no roteador

2.2.3 Examinando a inicialização (boot) do roteador

2.2.4 Estabelecendo uma sessão HyperTerminal

2.2.5 Efectuando o login no roteador

2.2.6 Ajuda do teclado na CLI do roteador

2.2.7 Comandos avançados de edição

2.2.8 Histórico de comandos do roteador 

2.2.9 Solucionando erros de linha de comando 

2.2.10 O comando show version

• Módulo 3: Configurando um roteador

3.1 Configurando um roteador

3.1.1 Modos de comando da CLI

3.1.2 Configurando o nome de um roteador

3.1.3 Configurando senhas de roteador

3.1.4 Examinando os comandos show

3.1.5 Configurando uma interface serial

3.1.6 Alterando configurações

3.1.7 Configurando uma interface Ethernet

3.2 Terminando a configuração

3.2.1 Importância dos padrões de configuração

3.2.2 Descrições de interface

3.2.3 Configurando a descrição da interface

3.2.4 Banners de login

3.2.5 Configurando a mensagem do dia (MOTD)

3.2.6 Resolução de nomes de hosts

3.2.7 Configurando tabelas de hosts

3.2.8 Backup e documentação da configuração

3.2.9 Fazendo backups de arquivos de configuração

• Módulo 4: Aprendendo sobre outros dispositivos

4.1 Descobrindo e conectando-se a vizinhos

4.1.1 Introdução ao CDP

4.1.2 Informações obtidas com o CDP

4.1.3 Implementação, monitorização e manutenção do CDP

4.1.4 Criando um mapa de rede do ambiente

4.1.5 Desactivando o CDP

4.1.6 Solucionando problemas do CDP

4.2 Obtendo informações sobre dispositivos remotos

4.2.1 Telnet

4.2.2 Estabelecendo e verificando uma conexão Telnet

4.2.3 Desconectando e suspendendo sessões Telnet

4.2.4 Operação Telnet avançada

4.2.5 Testes alternativos de conectividade 

4.2.6 Solucionando problemas de endereçamento IP

• Módulo 5: Gerenciamento do Software Cisco IOS

5.1 Sequência de Inicialização e Verificação do Roteador

5.1.1 Inicialização iniciada ao ligar o roteador (Power-on

        boot sequence)

5.1.2 Como um dispositivo Cisco localiza e carrega o IOS

5.1.3 Uso do comando boot system

5.1.4 Registrador de configuração (configuration register)

5.1.5 Solução de problemas que podem ocorrer na

        inicialização do IOS

5.2 Gerenciamento do Sistema de Arquivos Cisco

5.2.1 Visão geral do sistema de arquivos do IOS

5.2.2 As convenções na nomenclatura do IOS

5.2.3 Gerenciamento de arquivos de configuração com o

        uso do TFTP

5.2.4 Gerenciamento de arquivos de configuração com o

        uso do recurso copiar-e-colar

5.2.5 Gerenciamento de imagens do IOS com o uso do

        TFTP

5.2.6 Gerenciamento de imagens do IOS com o uso do

        Xmodem

5.2.7 Variáveis de ambiente

5.2.8 Verificação do sistema de arquivos

• Módulo 6: Roteamento e protocolos de roteamento

 

6.1 Introdução ao roteamento estático

6.1.1 Introdução ao roteamento

6.1.2 Modo de operação de rotas estáticas

6.1.3 Configurando rotas estáticas

6.1.4 Configurando o encaminhamento de rotas default

6.1.5 Verificando a configuração de uma rota estática

6.1.6 Solucionando problemas na configuração de uma

        rota estática

6.2 Visão geral sobre roteamento dinâmico

6.2.1 Introdução aos protocolos de roteamento

6.2.2 Sistemas autónomos

6.2.3 Finalidade de um protocolo de roteamento e de

        sistemas autónomos

6.2.4 Identificando as classes dos protocolos de

        roteamento

6.2.5 Características do protocolo de roteamento por

        vector da distância

6.2.6 Características do protocolo de roteamento por

        estado do enlace

6.3 Visão geral sobre os protocolos de roteamento

6.3.1 Determinação do caminho (Path determination)

6.3.2 Configuração de roteamento

6.3.3 Protocolos de roteamento

6.3.4 Sistemas autónomos e IGP versus EGP

• Módulo 7: Protocolos de Roteamento de Vector da distância

7.1 Roteamento de Vector da distância

7.1.1 Actualizações do roteamento de vector da distância

7.1.2 Problemas de loop no roteamento de vector da

        distância

7.1.3 Definição de uma contagem máxima

7.1.4 Eliminação de loops de roteamento via split horizon

7.1.5 Inviabilização de rota

7.1.6 Como impedir loops de roteamento com

        actualizações accionadas

7.1.7 Como impedir loops de roteamento com

        temporizadores de retenção

7.2 RIP

7.2.1 Processo de roteamento do RIP

7.2.2 Configuração do RIP

7.2.3 Uso do comando ip classless 

7.2.4 Problemas comuns de configuração do RIP 

7.2.5 Verificação da configuração do RIP 

7.2.6 Solução de problemas de actualização do RIP

7.2.7 Como impedir actualizações de roteamento numa

        interface

7.2.8 Balanceamento de carga com RIP

7.2.9 Balanceamento de carga em vários caminhos

7.2.10 Integração de rotas estáticas com o RIP

7.3 IGRP   

7.3.1 Recursos do IGRP

7.3.2 Métricas do IGRP

7.3.3 Rotas IGRP

7.3.4 Recursos de estabilidade do IGRP

7.3.5 Configuração do IGRP

7.3.6 Migração do RIP para o IGRP

7.3.7 Verificação da configuração do IGRP

7.3.8 Solução de problemas do IGRP

• Módulo 8: Mensagens de Erro e de Controle do Conjunto de Protocolos TCP/IP

8.1 Visão geral de mensagens de erro TCP/IP 

8.1.1 ICMP (Internet Control Message Protocol)

8.1.2 Relatórios e correcção de erros

8.1.3 Entrega de mensagens do ICMP

8.1.4 Redes inalcançáveis

8.1.5 Uso do ping para testar o alcance de um destino

8.1.6 Detecção de rotas excessivamente longas

8.1.7 Mensagens de eco

8.1.8 Mensagem destination unreachable 

8.1.9 Relatórios de erro diversos

8.2 Mensagens de controlo do conjunto de protocolos TCP/IP   

8.2.1 Introdução às mensagens de controlo

8.2.2 Solicitações do ICMP para redireccionamento/ 

        alteração

8.2.3 Sincronização de clock e estimativa de tempo de

        trânsito

8.2.4 Formatos de solicitações de informação e de

        mensagens de resposta

8.2.5 Requisições de Máscara de Endereço

8.2.6 Mensagem de descoberta de roteador

8.2.7 Mensagem router solicitation (solicitação de

        roteador)

8.2.8 Mensagens de congestionamento e de controlo de

        fluxo

• Módulo 9: Princípios da Resolução de Problemas com Roteadores

9.1 Análise da tabela de roteamento

9.1.1 O comando show ip route

9.1.2 Determinação do gateway de último recurso

9.1.3 Determinação de origem e destino de rotas

9.1.4 Determinação dos endereços das camadas 2 e 3l

9.1.5 Determinação da distância administrativa da rota

9.1.6 Determinação da métrica da rota

9.1.7 Determinação do próximo salto da rota

9.1.8 Determinação da última actualização de roteamento

9.1.9 Observação de vários caminhos para um destino

9.2 Testes de rede

9.2.1 Introdução aos testes de rede

9.2.2 Abordagem estruturada para solução de problemas

9.2.3 Teste por Camada OSI

9.2.4 Solução de problemas da camada 1 com indicadores

9.2.5 Solução de problemas da camada 3 com o comando 

        ping

9.2.6 Solução de problemas da camada 7 com Telnet

9.3 Visão geral da solução de problemas de roteadores

9.3.1 Solução de problemas da camada 1 com o comando

        show interfaces

9.3.2 Solução de problemas da camada 2 com o comando

        show interfaces

9.3.3 Solução de problemas com o comando show cdp

9.3.4 Solução de problemas com o comando traceroute

9.3.5 Solução de problemas de roteamento

9.3.6 Solução de problemas com o comando show

        controllers

9.3.7 Introdução ao comando debug

• Módulo 10: TCP/IP intermediário

10.1 Operação do TCP

10.1.1 Operação do TCP

10.1.2 Sincronização ou handshake triplo

10.1.3 Ataques de recusa de serviço

10.1.4 Janelamento e tamanho da janela

10.1.5 Números de sequência

10.1.6 Confirmações Positivas

10.1.7 Operação do UDP

10.2 Visão geral das portas da camada de transporte

10.2.1 Várias conversas entre hosts

10.2.2 Portas para serviços

10.2.3 Portas para clientes

10.2.4 Numeração das portas e números de portas

          conhecidos

10.2.5 Exemplo de várias sessões entre hosts

10.2.6 Comparação entre endereços MAC, endereços IP e

          números de portas

• Módulo 11: Listas de Controlo de Acesso (ACLs)

11.1 Fundamentos das listas de controlo de acesso

11.1.1 O que são ACLs

11.1.2 Como as ACLs funcionam

11.1.3 Criando ACLs

11.1.4 A função de uma máscara curinga

11.1.5 Verificando as ACLs

11.2 Listas de Controlo de Acesso (ACLs)

11.2.1 ACLs padrão

11.2.2 ACLs estendidas

11.2.3 ACLs com nome

11.2.4 Posicionando as ACLs

11.2.5 Firewalls

11.2.6 Restringindo o acesso do terminal virtual

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Curso: CCNA 3

• Módulo 1: Introdução ao Roteamento Classless

1.1 VLSM

1.1.1  O que é VLSM e porque é usado

1.1.2  Desperdício de endereços

1.1.3  Quando usar VLSM

1.1.4  Cálculo de sub-redes com VLSM

1.1.5  Agregação de rotas com VLSM

1.1.6  Configurando a VLSM

1.2  RIP Versão 2

1.2.1  Histórico do RIP

1.2.2  Características do RIP v2

1.2.3  Comparando RIP v1 com v2

1.2.4  Configurando RIP v2

1.2.5  Verificando RIP v2

1.2.6  Identificando e Resolvendo Problemas com RIPv2

1.2.7  Rotas padrão

• Módulo 2: OSPF com uma única área (Single-Area OSPF)

2.1 Protocolo de roteamento link-state

2.1.1  Visão geral do roteamento link-state

2.1.2  Características do protocolo de roteamento link-state

2.1.3  Como são mantidas as informações de roteamento

2.1.4  Algoritmos de roteamento link-state

2.1.5  Vantagens e desvantagens do roteamento link-state

2.1.6  Comparação entre os roteamentos distance vector e link-state

2.2 Conceitos do OSPF com uma única área (Single-Area OSPF)

2.2.1  Visão geral do OSPF

2.2.2  Terminologia OSPF

2.2.3 Comparação entre o OSPF e os protocolos de roteamento distance vector

2.2.4  Algoritmo do caminho mais curto

2.2.5  Tipos de rede OSPF

2.2.6  Protocolo Hello do OSPF

2.2.7  Etapas da operação do OSPF

2.3  Configuração do OSPF com uma única área (Single-area OSPF)

2.3.1  Configuração do processo de roteamento OSPF

2.3.2  Configuração do endereço de loopback e da prioridade do roteador no OSPF

2.3.3  Modificação da métrica de custo do OSPF

2.3.4  Configuração da autenticação do OSPF

2.3.5  Configuração dos temporizadores do OSPF

2.3.6  OSPF, propagação de uma rota padrão

2.3.7  Problemas comuns de configuração do OSPF

2.3.8  Verificação da configuração do OSPF

• Módulo 3: EIGRP

3.1  EIGRP

3.1.1  Comparando o EIGRP e o IGRP

3.1.2  Conceitos e terminologia do EIGRP

3.1.3  Características do projecto do EIGRP

3.1.4  Tecnologias EIGRP

3.1.5  Estrutura de dados do EIGRP

3.1.6  Algoritmo EIGRP

3.2  Configuração do EIGRP

3.2.1  Configurando o EIGRP

3.2.2  Configurando a sumarização do EIGRP

3.2.3  Verificando o EIGRP básico

3.2.4  Criando tabelas de vizinhos

3.2.5  Descobrir rotas

3.2.6  Seleccionar rotas

3.2.7  Mantendo tabelas de roteamento

3.3  Identificando e Resolvendo Problemas com Protocolos de Roteamento

3.3.1 Processo de identificação e resolução de problemas com protocolos de roteamento

3.3.2 Identificando e resolvendo problemas de configuração do RIP

3.3.3 Identificando e resolvendo problemas de  configuração do IGRP

3.3.4 Identificando e resolvendo problemas de configuração do EIGRP

3.3.5 Identificando e resolvendo problemas de  configuração do OSPF

• Módulo 4: Conceitos de comutação

4.1  Introdução às redes locais Ethernet/802.3

4.1.1  Desenvolvimento da rede local Ethernet/802.3

4.1.2  Factores que afectam o desempenho da rede

4.1.3  Elementos das redes Ethernet/802.3

4.1.4  Redes half-duplex

4.1.5  Congestionamento da rede

4.1.6  Latência da rede

4.1.7  Tempo de transmissão da Ethernet 10BASE-T

4.1.8  As vantagens da utilização de repetidores

4.1.9  Transmissão full-duplex

4.2  Introdução à comutação de redes locais

4.2.1  Segmentação de redes locais

4.2.2  Segmentação de redes locais com bridges

4.2.3  Segmentação de redes locais com roteadores

4.2.4  Segmentação de redes locais com switches

4.2.5  Operações básicas de um switch

4.2.6  Latência do switch Ethernet

4.2.7  Comutação da Camada 2 e da Camada 3

4.2.8  Comutação simétrica e assimétrica

4.2.9  Buffers de memória

4.2.10  Dois métodos de comutação

4.3 Operação do Switch

4.3.1  Funções dos switches Ethernet

4.3.2  Modos de transmissão de quadros

4.3.3  Como os switches e as bridges aprendem endereços

4.3.4  Como os switches e as bridges filtram quadros

4.3.5  Porquê segmentar as redes locais?

4.3.6  Implementação da microssegmentação

4.3.7  Switches e domínios de colisão

4.3.8  Switches e domínios de broadcast

4.3.9  Comunicação entre switches e estações de trabalho

• Módulo 5: Switches

5.1  Projecto de uma Rede Local

5.1.1  Objectivos de um projecto de rede local

5.1.2  Considerações do projecto de uma rede local

5.1.3  Metodologia de projecto de uma rede local

5.1.4  Projecto de camada 1

5.1.5  Projecto de camada 2

5.1.6  Projecto de camada 3

5.2  Switches de Redes Locais

5.2.1 Redes locais comutadas, visão geral da camada de acesso

5.2.2  Switches da camada de acesso

5.2.3  Visão geral da camada de distribuição

5.2.4  Switches de camada de distribuição

5.2.5  Visão geral da camada central

5.2.6  Switches da camada central

• Módulo 6: Configuração de Switches

6.1  Inicialização do Switch

6.1.1  Inicialização física do switch Catalyst

6.1.2  LEDs indicadores do switch

6.1.3 Verificação dos LEDs das portas durante o POST do switch

6.1.4 Visualização do resultado da primeira inicialização de um switch

6.1.5 Examinando o recurso de ajuda (help) da CLI do switch

6.1.6  Modos de comando do switch

6.2  Configuração do SWITCH

6.2.1  Verificação da configuração padrão do switch Catalyst

6.2.2  Configuração do switch Catalyst

6.2.3  Gerenciamento da tabela de endereços MAC

6.2.4  Configuração de endereços MAC estáticos

6.2.5  Configuração da segurança das portas

6.2.6  Adições, movimentações e alterações

6.2.7  Gerenciamento do arquivo do sistema operacional do switch

6.2.8  Recuperação de senha no 1900/2950

6.2.9  Actualização do firmware do 1900/2950

• Módulo 7: Spanning-Tree Protocol

7.1  Topologias Redundantes

7.1.1  Redundância

7.1.2  Topologias redundantes

7.1.3  Topologias comutadas redundantes

7.1.4  Tempestades de broadcast

7.1.5  Múltiplas transmissões de quadros

7.1.6  Instabilidade do banco de dados MAC

7.2  Spanning-Tree Protocol

7.2.1  Topologia redundante e spanning-tree

7.2.2  Spanning-Tree Protocol

7.2.3  Operação Spanning-Tree

7.2.4  Escolha da bridge raiz

7.2.5  Estágios dos estados das portas spanning-tree

7.2.6  Recálculo da spanning-tree

7.2.7  Protocolo Rapid Spanning-Tree

• Módulo 8: Redes locais virtuais

8.1  Conceitos de VLAN 

8.1.1  Introdução a VLANs    

8.1.2  Domínios de Broadcast com VLANS e Roteadores   

8.1.3  Operação de VLANs  

8.1.4  Vantagens das VLANs  

8.1.5  Tipos de VLANs

 

8.2  Configuração de VLANS    

8.2.1  Conceitos básicos de VLANs  

8.2.2  VLANs Geográficas  

8.2.3  Configurando VLANs estáticas  

8.2.4  Verificando a configuração de uma VLAN

8.2.5  Salvando a configuração de uma VLAN  

8.2.6  Excluindo VLANs

 

8.3  Identificando e Resolvendo Problemas com VLANs 

8.3.1  Visão geral

8.3.2 Processo de identificação e resolução de problemas das VLANs

8.3.3  Prevenindo tempestades de broadcast

8.3.4  Identificando e Resolvendo Problemas com VLANs

8.3.5 Cenários de identificação e resolução de problemas de VLANs

• Módulo 9: VLAN Trunking Protocol

9.1  Trunking   

9.1.1  História do Trunking

9.1.2  Conceitos de Trunking    

9.1.3  Operação de Troncos    

9.1.4  VLANs e Trunking    

9.1.5  Implementação de Trunking

9.2  VTP

9.2.1  A história do VTP

9.2.2  Conceitos do VTP

9.2.3  Operação do VTP

9.2.4  Implementação do VTP

9.2.5  Configuração do VTP

9.2.6  Configuração do VTP

9.3  Visão Geral do Roteamento entre VLANs

9.3.1  Conceitos básicos de VLANs    

9.3.2  Introduzindo o roteamento entre VLANs

9.3.3  Questões e soluções de conectividade entre VLANs 

9.3.4  Interfaces físicas e lógicas  

9.3.5  Dividindo interfaces físicas em subinterfaces

9.3.6  Configurando o Roteamento Entre VLANs

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Curso: CCNA 4

• Módulo 1: Escalonando Endereços IP       

1.1  Escalonando redes com NAT e PAT

1.1.1  Endereçamento privado

1.1.2  Introdução ao NAT e ao PAT

1.1.3  Principais recursos do NAT e do PAT

1.1.4  Configurando NAT e PAT

1.1.5  Verificando configurações PAT

1.1.6  Solucionando problemas em configurações NAT e PATAT

1.1.7  Problemas no uso de NAT

1.2  DHCP           

1.2.1  Introdução ao DHCP

1.2.2  Diferenças entre BOOTP e DHCP

1.2.3  Principais recursos do DHCP

1.2.4  Operação do DHCP

1.2.5  Configurando o DHCP

1.2.6  Verificando a operação do DHCP

1.2.7  Solucionando problemas do DHCP

1.2.8  DHCP relay

• Módulo 2: Tecnologias WAN

2.1 Visão geral das tecnologias WAN

2.1.1  Tecnologia WAN

2.1.2  Dispositivos WAN

2.1.3  Padrões WAN

2.1.4  Encapsulamento WAN

2.1.5  Comutação por pacotes e por circuito

2.1.6  Opções de enlace WAN

2.2 Tecnologias WAN

2.2.1  Discagem analógica (Dialup)

2.2.2  ISDN

2.2.3  Linha privada

2.2.4  X.25

2.2.5  Frame Relay

2.2.6  ATM

2.2.7  DSL

2.2.8  Cable modem

2.3  Projecto de WAN

2.3.1  Comunicação por WAN

2.3.2  Etapas do projecto de uma WAN

2.3.3  Como identificar e seleccionar os recursos de rede

2.3.4  Modelo de projecto em três camadas

2.3.5  Outros modelos de projecto em camadas

2.3.6 Outras considerações sobre o projecto de WANs

• Módulo 3: PPP

3.1  Links Seriais Ponto-a-Ponto

3.1.1  Introdução à comunicação serial

3.1.2  Multiplexação por divisão de tempo

3.1.3  Ponto de demarcação

3.1.4  DTE/DCE

3.1.5  Encapsulamento HDLC

3.1.6  Configurando o encapsulamento HDLC

3.1.7  Solucionando problemas de uma interface serial

3.2  Autenticação PPP

3.2.1  Arquitectura em camadas do PPP

3.2.2  Estabelecendo uma sessão PPP

3.2.3  Protocolos de autenticação do PPP

3.2.4  PAP (Password Authentication Protocol)

3.2.5  CHAP (Challenge Handshake Authentication Protocol)

3.2.6  Processo de encapsulamento e autenticação do PPP

3.3 Configurando o PPP

3.3.1  Introdução à configuração do PPP

3.3.2  Configurando o PPP

3.3.3  Configurando a autenticação PPP

3.3.4  Verificando a configuração do encapsulamento PPP serial

3.3.6 Solucionando problemas da configuração do encapsulamento serial

• Módulo 4: ISDN e DDR

4.1 Conceitos de ISDN

4.1.1  Introdução ao ISDN

4.1.2  Padrões e métodos de acesso do ISDN

4.1.3  Modelo em três camadas e protocolos ISDN4.1.4  Funções da ISDN

4.1.5  Pontos de referência do ISDN

4.1.6  Determinando a interface ISDN do roteador

4.1.7  Tipos de switch ISDN

4.2  Configuração do ISDN

4.2.1  Configurando o ISDN BRI

4.2.2  Configurando o ISDN PRI

4.2.3  Verificando a configuração do ISDN

4.2.4  Solucionando problemas de configuração da ISDN

4.3  Configuração DDR

4.3.1  Operação DDR

4.3.2  Configurando DDR legado

4.3.3  Definindo rotas estáticas para DDR

4.3.4  Especificando o tráfego significativo para DDR

4.3.5  Configurando informações de discadores DDR

4.3.6  Perfis de discador

4.3.7  Configurando perfis de discador

4.3.8  Verificando a configuração DDR

4.3.9  Solucionando problemas de configuração DDR

• Módulo 5: Frame Relay

5.1  Conceitos do Frame Relay

5.1.1  Introdução ao Frame Relay

5.1.2  Terminologia do Frame Relay

5.1.3  Suporte em camadas da pilha do Frame Relay

5.1.4  Largura de banda e controle de fluxo do Frame Relay

5.1.5  Mapeamento de endereços e topologia do Frame Relay

5.1.6  LMI de Frame Relay

5.1.7  Etapas de uma operação de ARP Inverso e de LMI

5.2  Configurando Frame Relay

5.2.1  Configurando Frame Relay básico

5.2.2  Configurando um mapa estático de Frame Relay

5.2.3  Questões de alcançabilidade com actualizações de roteamentos no ambiente NBMA

5.2.4  Sub-interfaces de Frame Relay

5.2.5  Configurando Sub-interfaces de Frame Relay

5.2.6  Verificando a configuração do Frame Relay

5.2.7  Resolvendo problemas com a configuração do Frame Relay

• Módulo 6: Introdução à Administração de Redes

6.1  Estações de Trabalho e Servidores

6.1.1  Estações de trabalho

6.1.2  Servidores

6.1.3  Relação cliente-servidor

6.1.4  Introdução ao Sistema Operacional de Rede

6.1.5  Microsoft NT, 2000 e NET

6.1.6  UNIX, Sun, HP e LINUX

6.1.7  Apple

6.1.8  Conceito de serviço em servidores

6.2  Gerenciamento de Rede

6.2.1  Introdução ao gerenciamento de rede

6.2.2  OSI e modelo de gerenciamento de rede

6.2.3  Padrões SNMP e CMIP

6.2.4 Operação do SNMP

6.2.5Estrutura de informações de gerenciamento e de MIBs

6.2.6  Protocolo SNMP

6.2.7  Configuração do SNMP

6.2.8  RMON

6.2.9  Syslog

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

mpeixoto não percebi o porquê de postar esses módulos todos.

É algum curso? Ou é o quê? Convém especificar...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

As certificações cisco são as mais consagradas a nível de redes e também as mais caras e difíceis de tirar mas é um investimento.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

"A certificação da Cisco consiste em três níveis, tendo como base o CCNA (Cisco Certified Network Associate), seguido do CCNP ( Cisco Certified Network Professional) e finalmente o CCIE(Cisco Certified Internet Expert) que são os profissionais das TI(Tecnologias de Informação) mais bem pagos no mundo. Aqui é importante salientar que o caminho não é fácil é não concebido para se fazer tudo de seguido, para o nível inicial não existe nenhuma precedência tendo como únicos requisitos ter mais de 13 anos e saber ler e escrever, enquanto o nível profissional e expert requerem tempo de prática, e sólidos conhecimentos em redes.

A certificação do CCNA da Cisco Systems, pelo 5 ano consecutivo é considerada como a certificação de entry level mais valiosa no mundo das redes. A aprovação de cada um dos cursos confere um diploma valido internacionalmente, emitido pela própria Cisco que pode ser renovado sem qualquer custo adicional cada 2 anos mediante a apresentação de uns pequenos exames chamados de bridge (i.e ponte de interligação do delta de conhecimento)."

Este texto foi-me enviado por email por um director de uma academia Cisco aqui em Portugal.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Tabelas de preços para os cursos CCNA e CCNP, alguém consegue arranjar, assim rapidamente?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Tabelas de preços para os cursos CCNA e CCNP, alguém consegue arranjar, assim rapidamente?

Vê na Rumos.
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Ai minha carteira...

É melhor perguntar, onde posso fazer apenas os Exames?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Ai minha carteira...

É melhor perguntar, onde posso fazer apenas os Exames?

Rumos, a Galileu acho que também faz.
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Na AnySolution é 1550€ a pronto pagamento e 1750€ a prestações.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Obrigado, mas recebi resposta da Rumos.

€220+IVA para fazer cada exame, marcar com 4 dias de antecedência.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Obrigado, mas recebi resposta da Rumos.

€220+IVA para fazer cada exame, marcar com 4 dias de antecedência.

e como te vais preparar para o exame? comprar livros?

cumps

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

:D, agora é que vi este tópico. Pois bem quem quiser informações sempre pode, como disse o djthyrax, recorrer ao fórum da PTSec. Tem lá um tópico relacionado com isto.

Obrigado, mas recebi resposta da Rumos.

€220+IVA para fazer cada exame, marcar com 4 dias de antecedência.

e como te vais preparar para o exame? comprar livros?

cumps

Para te prepares para o exame é necessário arranjares ou comprar um Study Guide. O que tenho e me foi recomendado é o CCNA: Cisco Certified Netwok Associate Study Guide 5th edition.

ATENÇÃO: O exame que nós conhecemos como o 640-801 via mudar e só o poderemos fazer até dia 30 de Novembro.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em faculdades que tenham acordos com a Cisco, os primeiros módulos do CCNA são grátis, não sei se só os primeiros 2 ou se os primeiros 4. Pessoalmente tirei apenas o primeiro, na ESTG-IPLEIRIA.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Na AnySolution é 1550€ a pronto pagamento e 1750€ a prestações.

Pode sempre optar pela formação certificada cisco disponibilizada pela True-Skills, em Lisboa. O nosso sitio na web é http://www.true-skills.com/formacao/subareas/cisco

Disponham sempre. Estaremos cá para ajudar.

Para ajudar a entender deixamos uma breve explicação da diferença entre: o formato Academia VS Learning Partner (CLP)

Ambos atribuem no final a certificação CCNA, sendo que as abordagens pedagógicas são francamente distintas. A Academia pauta-se por ser dispersa ao longo do tempo com uma duração acima das 180hr lectivas e de auto-estudo e versa um público académico (estudantes a frequentar a sua licenciatura). Na vertente CLP a formação é concentrada em duas semanas, com uma duração de 70hr e versa um público já empregado ou que pretende obter a certificação de uma forma expedita.

Cumprimentos

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora