• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

mpeixoto

Balanço dos 2 anos do Governo

O que acham deste Governo?   45 membros votaram

  1. 1. O que acham deste Governo?

    • Positivo
      20
    • Negativo
      10
    • Mais ou menos
      9
    • Nem me aquece nem me arrefece
      6

Please inicie sessão ou registe-se para votar.

78 mensagens neste tópico

Além de votarem digam o porquê do vosso voto, se estão de acordo com a atitude do Governo, se as novas leis e medidas que introduziram são boas, se são más, se acham que vão conseguir fazer tudo o que prometeram... digam o que pensam sobre este assunto!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu votei Positivo. Fizeram muita coisa que não concordo mas as coisas que fizeram que eu concordo pesam mais ou foram mais na minha opinião. Não concordo com os valores dos actuais impostos do IVA,IRC,ISP o fecho de algumas urgências e maternidades. Mas todos os programas do Plano Tecnológico para mim bate todas as más acções do governo. E também claro de que a nossa economia já cresce, pouco mas cresce, e o défice já está a baixar.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Exacto, apesar de tar a fazer muitas coisas que não são do melhor, está a fazer com que este país ande minimamente para a frente.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu votei Positivo. Fizeram muita coisa que não concordo mas as coisas que fizeram que eu concordo pesam mais ou foram mais na minha opinião. Não concordo com os valores dos actuais impostos do IVA,IRC,ISP o fecho de algumas urgências e maternidades. Mas todos os programas do Plano Tecnológico para mim bate todas as más acções do governo. E também claro de que a nossa economia já cresce, pouco mas cresce, e o défice já está a baixar.

Concordo com o que disseste, só alterando assim:

O Plano Tecnológico é uma boa iniciativa e nossa economia cresce;

Mas os valores actuais dos impostos do IVA, IRC, ISP e o fecho de urgências, centros de saúde e maternidades bate tudo.

Por isso, o meu voto é NEGATIVO

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas.

Eu de forma alguma quero estar aqui a defender o governo, não me interpretem mal, mas há um facto que eu não posso deixar de comentar (e não é em relação á opinião em particular do colega, mas sim porque é um forma de falar que se 'vê' por todo lado.

Por exemplo e passo a explicar:

(...)Mas os valores actuais dos impostos do IVA, IRC, (...) batem tudo.

E agora pergunto eu: Mas e porque que é que isso é mau? O simples facto de aumentarem os impostos pode não ser mau, depende é claro de quem vai pagar mais e menos, e isso ai ninguem fala, (e falo a nivel de comunicação social pricipalmente, não sei se me estou a fazer entender.

O exemplo que dei até é capaz de ser 'manhoso' porque neste caso especifico está quase que implicito que quem paga mais é o 'desgraçado'... é o costume... mas pronto,...

Outro exmplo:

Falou-se muito por todo lado "há e tal.. são ums malandros, vão tirar regalias aos deficientes e tal..." O pessoal só dizia mal e sem sequer saber ao certo que é que iria ficar prejudicado e beneficiado. Mas não,.. é logo só a dizer mal sem se saber ao certo o que se passa, eu por mim, se forem tirar regalias aqueles que teem rendimentos de 400 ou 500 contos e forem dar aos que recebem menos de 500€ eu axo mais que bem, e voçes certamente que partilham da minha opinião,... mas o pessoal NAO,... é logo,.. "são ums malandro!!!! vejam lá,.. os deficientes coitadinhos...."

Os exemplos são claro está discutíveis e não é isso que está em causa no que estou a expressar, julgo que quem quiser perceber o que estou a dizer percebe.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas.

Digo já sou militante da JS, mas fiz uma análise não consoante o meu partido mas consoante aquilo que tenho testemunhado...

Eu votei Positivo. Fizeram muita coisa que não concordo mas as coisas que fizeram que eu concordo pesam mais ou foram mais na minha opinião. Não concordo com os valores dos actuais impostos do IVA,IRC,ISP o fecho de algumas urgências e maternidades. Mas todos os programas do Plano Tecnológico para mim bate todas as más acções do governo. E também claro de que a nossa economia já cresce, pouco mas cresce, e o défice já está a baixar.

Concordo com o que disseste, só alterando assim:

O Plano Tecnológico é uma boa iniciativa e nossa economia cresce;

Mas os valores actuais dos impostos do IVA, IRC, ISP e o fecho de urgências, centros de saúde e maternidades bate tudo.

Por isso, o meu voto é NEGATIVO

O aumento dos impostos era necessário,e negálo/baixalos era uma atitude irresponsavél. E não sou eu que o digo mas sim os consultores da união europeia, e muitos bons economistas (o próprio Presidente da Républica concorda, e até o novo presidente do partido social democrata o diz).

Depois quanto ao fecho das maternidades/urgencias,concordo plenamente por varias razões:

1º - Uma urgencia aberta implica no mínimo 1 médico

2º - 2 enfermeiros

3º - 1 auxiliar

4º - mais alguém para tratar da papelada

5º - recursos que se gastam inutilmente

As pessoas falam das urgencias fecharem, no entanto os orgãos de comunicação social não se deram ao trabalho de ver as estatisticas. As que fecharam foram aquelas urgencias que atendiam coisa de 3 ou 4 pessoas por semana por coisas como febres e dores de cabeça. Até porque qualquer outro caso mais grave não pode ser tratado num centro de saúde, e sendo assim as pessoas são de imediato reencaminhadas para um hospital.

Quanto ás maternidades, sinceramente não sei porque é que por exemplo as pessoas "aqui" de barcelos tanto se queixam sempre as ouvi compara a maternidade com um matadouro. Estas maternidades mais uma vez fecharam por falta de "doentes", era algo que estava a gastar recursos que podem servir de forma mais eficaz num outro lugar. Não é admissivel que venha uma mãe dar á luz numa ambulancia. Vejamos então se hoje em dia há alguma necessidade disso, as mães já têm previões de quando poderá nascer o filho, e isto não é hollywood, as mães não têm os filhos assim de uma hora para a outra, existem sempre sinais que evidenciam que poderá vir a nascer o filho, mas a boa maneira portuguesa, vamos aguentando para ver no que dá. E por essa razão éque desde que se fecharam as maternidades nasceram só meia duzia de ganapos em ambulancias.

Portanto eu penso assim

Vemos as noticias, tudo bem, filtramos e guardamos 5% da informação que eles dão, os restantes 95% são maquilhagem sensacionalista para atrair mais povo para os canais. E se queremos saber mais informações podemos sempre vir aqui

http://www.portugal.gov.pt/Portal/PT

e aqui

http://dre.pt/

tem coisas interessantes e sem maquilhagem

xPPPPPPPPPPPPP

Anyway

Eng Jose Socrates :rox:

;)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não assumo qualquer preferência partidária, de modo a tentar fazer as minhas análises e formar as minhas opiniões unicamente com base naquilo que vejo, leio e ouço.

No geral, o trabalho deste governo está a ser positivo. Ou melhor, aparentemente, parece positivo. Passo a explicar-me: a oposição não se fez sentir minimamente nestes últimos dois anos, o maior partido da oposição sai de uma crise e entra noutra e é por isso que as pessoas, em caso de não haver oposição competente, tendem a achar que o balanço de todas as acções do actual governo dá positivo. O fecho das maternidades, o aumento dos impostos e todo o resto das medidas que este governo tem tomado não se fazem sentir tão negativamente, como já foi dito, quanto a evolução do Plano Tecnológico se faz sentir positivamente.

Isto é, existe um partido que está no governo a tomar determinadas medidas e existe um ou mais partidos na oposição que simplesmente não agem como uma oposição devia agir: coesa, forte e sempre determinada a propor melhorias, mesmo que acabe por não as cumprir quando chegam ao governo. Em termos políticos isto tem repercussões que dão origem a deficiências nas opiniões das pessoas. Basicamente, se não há melhor e se de facto este governo, bem ou mal, até está a mexer as perninhas, porquê achar negativo o balanço do actual governo?

Não se me estou a fazer entender, mas a coisa é até bastante simples, na minha opinião. Se até aqui não perceberam releiam e se mesmo assim não perceberam, façam as perguntas.

Outra das razões que de facto leva as pessoas a acharem que o balanço do governo do PS é positivo é o facto de se notar já muito cansaço nos eleitores. Os eleitores estão tão fartos da mentirinha, da campanha do engana-engana, do promete-promete, do abraço e do beijinho e da caneta que é entregue ao eleitor e de todos os numerosos escândalos e dialécticas exageradas, que, ao ver o governo tomar determinadas acções, não as refutam porque finalmente vêm movimento. Mesmo que isso implique para o eleitor perder um emprego, ou ter de pagar mais por bens primários, ou ter de dispender parte do seu salário semanal nos IVAs e outros impostos que eu nem sequer conheço provavelmente.

Acho que de facto se nota cansaço no eleitor, cansaço na oposição e alguma determinação em quem está no governo. Isto normalmente não é bom, nem de perto nem de longe, pois não proporciona um progresso político equilibrado. Venham as novas gerações de políticos para ver se isto anima minimamente. ;)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Também votei positivo, pelas mesmas razões já aqui mencionadas. Em relação aos impostos só tenho a acrescentar uma coisa.

Não me importo ter que pagar mais impostos se o dinheiro for bem investido. E de forma geral acho que neste capítulo o governo tem estado bastante melhor que no passado.

Mas aquele imposto sobre imposto, não está nada bem. Acho que é o único ponto forte negativo. Já receberam várias reprimendas da UE e mesmo assim não arredam o pé...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não me agrada aquilo que este governo fez sobretudo pela arrogância que tem!

A Ota e o TGV, não percebo como é que ainda estão em discussão (com tantas necessidades que o país tem, vão gastar dinheiro numa coisa que pouco ou nada contribuirá para o aumento da qualidade de vida dos portugueses).

A política de ensino tem deixado um pouco a desejar (a lei sobre o regime jurídico das instituições de ensino superior, o seu financiamento ou da nova carreira docente são exemplo disso mesmo). O governo em vez de procurar melhorar a formação dos portugueses, apenas se preocupa em fazer com que haja mais pessoas com diplomas, mesmo que sejam um bando de ignorantes (como é obvio, o que aparece nas estatística é o número de pessoas com um determinado grau, e não a que têm capacidade para obter esse mesmo grau).

Depois temos a questão dos cuidados de saúde, e acho inadmissível, por exemplo, que pessoas sejam obrigadas a ir ter os filhos a espanha! Já para não falar que temos pessoas a horas de distância das urgências (e não custa nada dizer que concordam com isso, que manter uma urgência aberta tem muitos custos, etc., principalmente se não forem vocês que estão nessa situação e/ou não precisarem de ir a uma urgência com alguma regularidade). É curioso que ninguém queira ir viver para o interior.

Quanto ao impostos, ainda é das coisas em que menos critico o governo (apesar disso, não deixa de ser curioso que tenham criticado o aumento do IVA, mas quando chegaram ao governo, não só não o baixaram, como ainda o aumentaram!!!).

Este governo tem o problema de se preocupar muito as aparência, apostando sobetudo na propaganda. Para além de ter atacado de forma inadmissível a liberdade de várias pessoas (começando por jornalistas e acabando em funcionários do estado que o criticaram). E se há coisas que para mim são intocáveis, são as nossas liberdades!

Só mais uma observação, o controlo do défice não está a ser feito à custa do controlo da despesa (que continua a subir), mas sim à custa do aumento da receita. Isto é, está a ser feita à custa dos portugueses que dão mais dinheiro ao estado.

PS1: Mesmo achando que este governo tem um balanço negativo, não sei se haveria alguma alternativa que fosse capaz de ser melhor...

PS2: Se querem realmente ser informados sobre o que se passa no país, consultem a blogosfera (e de preferência blogs de várias facções políticas). Lá lemos as notícias de vários (todos?) pontos de vista, o que nos permite ter uma visão mais real das coisas. Quando alguém inventa coisas, quando alguém apresenta estatísticas falaciosas, etc. em pouco tempo aparecem outros a denunciar a situação.

Agora ir ao portal do governo? Só se for para levar com a propaganda deles...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu votei negativo.

Várias razões: querem acabar com tudo - só os "tachistas" continuam a levar rios de dinheiro! OTA/TGV - não obrigado; milhares de milhões de euros para uso nenhum! Vai melhor o quê afinal? Lisboa? Porto? Os grandes centros? E o interior? Fome? Desemprego? Fábricas a fechar porque a carga fiscal é enorme? 90% do pessoal deste fórum desconhece de certo o qnt custa um empregado a um patrão!

Tenho, na minha ideia que o grave problema é mesmo a obsessão com o défice :| essa treta... enfim... Deixem metade dos ordenados que eles levam para casa no final do mês e a coisa melhora certamente. Mais ainda, libertem o IVA. voltem para 17% e o ganho vai ser maior. Afinal de contas se eu conseguir juntar algum ao fim do mês vou ter tendência em gastá-lo. E isso sim, movimenta dinheiro e imposto! Não consigo perceber o pk dos impostos serem tão elevados! Sinceramente alguém que me explique!

Nos EUA o IVA é 12% e alguém que tem 8empresas lá me disse: "Fugir aos impostos? Para quê? São só 12%! Não preciso de fugir!" <- e isto é um gajo que trabalhou em Portugal mtooooos anos!

Ficava aqui o dia todo a fazer uma dissertação  mas vocês não são "pagos" para me ler!

1abraço!

P.S. - se alguém quiser discutir estamos aí!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Nos EUA o IVA é 12%

Portugal ter o IVA nesse valor é  totalmente impossivel, qualquer país membro da União Europeia não o pode ter inferior a 15% e superior a 25%. Penso que 17% (como tinhamos á uns anos atrás) era um bom valor.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

De lembrar que o IVA foi alterado no governo PSD e que com as restrições orcamentais impostas pela UE o governo está limitado em alguns aspectos !

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas!

Mais um que votou positivo neste governo... Pois o mesmo tem realmente implementado algumas boas reformas, e melhoramentos estruturais em areas chave...

Não posso dizer que está tudo positivo, porque não está, mas no global o trabalho deste PS e do José Socrates, está a ser bom. Foi com surpresa que vi o antigo ministro do ambiente, ser mais capaz de ser primeiro ministro, do que foi quando era ministro do ambiente, se calhar porque também não lhe deixavam fazer nada...

Admito que o JS tem sido uma pessoa apesar de tudo bastante corajosa, pois tem tomado medidas anti-lobbys e sem medo tem conseguido finalmente fazer com o que os que nunca pagavam, e obrigavam outros a pagar em esforço por eles, começassem a contribuir para a causa comum...

Tendo em conta que a oposição é uma risota (o que nunca é bom para um regime democrático), acho que tem sido um governo estável e com boas politicas...

Como tal quando for novamente as eleições o Josélito Socrates terá o meu voto, Isto apesar de me identificar com o CDS PP e o PNR.

Cumprimentos,

LPC

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

De lembrar que o IVA foi alterado no governo PSD e que com as restrições orcamentais impostas pela UE o governo está limitado em alguns aspectos !

Convém lembra que o PSD passou o IVA para 19%, coisa que o PS se fartou de criticar, e quando chegou ao governo, em vez de anular a medida que tanto criticaram, ainda a agravaram, aumenta o IVA para 21% (ou seja, este governo esta a beneficiar da medida tomada pelo PSD, e ainda beneficia da medida tomada por eles!).

Na atirem as culpas para o PSD e para a UE, o governo pode perfeitamente descer o IVA para 17%!

(Da mesma forma que quando o PSD estava no governo, a culpa do IVA estar a 19% era do governo do PSD)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

De lembrar que o IVA foi alterado no governo PSD e que com as restrições orcamentais impostas pela UE o governo está limitado em alguns aspectos !

Convém lembra que o PSD passou o IVA para 19%, coisa que o PS se fartou de criticar, e quando chegou ao governo, em vez de anular a medida que tanto criticaram, ainda a agravaram, aumenta o IVA para 21% (ou seja, este governo esta a beneficiar da medida tomada pelo PSD, e ainda beneficia da medida tomada por eles!).

Na atirem as culpas para o PSD e para a UE, o governo pode perfeitamente descer o IVA para 17%!

(Da mesma forma que quando o PSD estava no governo, a culpa do IVA estar a 19% era do governo do PSD)

Continuo a dizer que baixar o IVA nesta altura para os 19% seria uma atitude irresponsavel, que representaria o Estado em que o país não se encontra. A subida dos impostos foi necessária.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Continuo a dizer que baixar o IVA nesta altura para os 19% seria uma atitude irresponsavel, que representaria o Estado em que o país não se encontra. A subida dos impostos foi necessária.

Foi necessário subir para 21%, mas quando o PSD esteve no governo não era necessário subir para 19%!!! Isto só bem demonstrar que esses imbecis (seja de que partido forem), quando estão na opisição, só sabem criticar as medidas do governo, mesmo quando são necessárias. Por isso em vez de subirem os impostos, podem começar a diminuir o salário dos deputados, porque aquilo que eles estão a fazer no parlamento, não justifica o que ganham.

PS: Como já disse atrás, também acho que a subida dos impostos foi necessária.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Será que foi??

E subir o imposto do tabaco pra recuperar receitas e saiu-lhes o tiro pelo culatra? hein? poisé!

E não digo o IVA a 12% mas a 17% tava-se bem melhor!

Ahhh e a discussão não é partidária! ;) Mas sim do governo actual!

Por isso em vez de subirem os impostos, podem começar a diminuir o salário dos deputados, porque aquilo que eles estão a fazer no parlamento, não justifica o que ganham.

<- onde é que se assina por baixo? :)
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

baixar os salários era o menos! Era de tirar as regalias estúpidas todas! Começando pelos cartões de crédito, a carros e motoristas pessoais, a residências... uma infinidade de coisas... neste aspecto estou-me a referir mais para o lado dos grandes gestores públicos e autarcas! Para quem não sabe quando o Santana Lopes entrou como Presidente da Camara Municipal de Lisboa a primeira coisa que fez foi comprar um Audi A8 com um valor superior a 100.000€ por conta da Camara!!! Isto é escandaloso! E como o Santana fez, a maioria dos Autarcas é igual, todos os dias o Mesquita tem á porta um Classe S á espera dele com motorista lá dentro!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Votei Negativo pelos seguintes motivos:

Primeiro acho inadmissivel um governo de qualquer pais fechar urgências, centros de saúde e maternidades, privando "N" pessoas aos serviços que tem direito já que pagam os seus impostos.O que me faz levantar a questão "então afinal onde vão parar os meus impostos?". É verdade que muitos hospitais não tem médicos, enfermeiros suficientes, porque também muitas pessoas não querem trabalhar, porque os médicos quando são destacados para um dado local, tem desde casa a todas as despesas pagas.

Outro ponto é a questão do TGV visto já ter sido feitos estudos de que a obra nunca trará o retorno financeiro suficiente para cobrir os gastos da sua construção.O aeroporto concordo com a sua construção desde que não seja na OTA porque já está mais que provado que ficará esgotado em anos e os custos são muito superiores ao do outro local que propoem.

Também acho que baixar os impostos era uma medida correcta, isto porque segundo a minha teoria penso que só à dinheiro se houver investimento, então se os impostos baixarem mais investimento vai haver porque vai haver mais dinheiro para gastar.Um dos grandes exemplos do custos dos impostos que temos são os carros...que ao fim ao cabo pagamos metade do preço do veiculo só em impostos.

Se é preciso apertar o cinto então eles que deêm o exemplo e deixem lá algum do dinheiro que levam para casa ao fim do mês e deixem de ter carros de dois em dois anos e deixem de fazer grandes viagens à custa dos nossos impostos.

E como já aqui foi referido não gostei nada das represálias feitas às pessoas que "brincaram" com o grau academico do Jose Socrates.O que este governo tem de bom e graças ao Eng.Socrates é saber-se "vender".

De realçar que não fizeram só coisas más, também fizeram coisas boas...mas na minha opnião as coisas más superam as boas.Também não estou a ver neste momento outro partido a ter qualidade para estar a frente do país pelo menos por enquanto.Mas penso que se devia dar oportunidade aqueles que nunca lá tiveram, pelo menos esses não podem ser acusados do estado do país visto nunca lá estarem.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não posso votar outra vez? É que votava no mesmo!

hehehehhe ;)

1abraço

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Negativo.

Independentemente do partido que lá esteja, não percebo como é possivel governar um pais tão pequeno de uma forma tão incompetente.

A anarquia, gastos, lobies e panelinhas vêm desde que me lembro do 1º Ministro Mario Soares, bem assistido por todos aqueles que o sucederam.

é incompreensivel o estado actual do pais com a quantidade de apoios que teve da UE.

Querem fazer reformas ? optimo 100% acordo, Comecem pelos grupos partidarios, tachos governamentais , lobies, amigos, primos, familiares distantes que já não vêm à algum tempo mas também "mamam", sr doutores e engenheiros que nunca exerceram profissão alguma e estão alocados a gerir empresas e patrimonio de todos, todas. Depois sim passem aos impostos, taxas, organização da saude, justiça, ensino, etc etc.

/ing

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu votei mais ou menos pelas seguintes razões:

mais:

  1ª Pela coragem de fazer algumas reformas necessárias  e enfrentar algumas das classes que paratisam o país

  2ª Por abrir os olhos as pessoas que tem de começar a habituar que nem tudo pode ser grátis.O dinheiro não dá para tudo nem para todos.

  3ª Por começar muito vagamente a fazer uma politica economica orientada inovar,criar e produzir a pensar no mundo.

        Pois o que não conseguirmos fazer melhor cá, vamos ter de ir buscar lá fora.

 

menos:

  1ª Por voltar a falhar na educação, saúde e segurança como todos os governos até agora

  2ª Por ver as coisas como uma questão de números ( no imediato ) e não se preparar para o futuro ( para ganhar dinheiro é preciso gastar )

  3ª Pela demasiada preocupação pela imagem das medidas e não pela execução e o resultado delas

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora