• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

Cuba adopta Linux para «vencer» Windows

24 mensagens neste tópico

O governo de Cuba está a promover o ensino de sistemas baseados em Linux junto da sua população para evitar estar dependente do sistema operativo Windows, da norte-americana Microsoft, avançou a Reuters citando a imprensa oficial do regime de Castro.

A decisão de adoptar software livre remonta a 2005 e desde então a organização União de Jovens Comunistas já criou mais de 600 centros de informática destinados à promoção de Linux.

De acordo com o diário da organização, o Juventud Rebelde, «com a expansão no uso do software livre, Cuba deixaria para trás a sua dependência do sistema Windows e as possíveis exigências judiciais do seu proprietário, a gigante norte-americana Microsoft».

Até agora mais de quatro mil cubanos já receberam formação para poderem utilizar bem aplicações em open source e durante os próximos três anos o governo do país pretende que metade dos computadores a funcionar em escritórios e ministérios migre para Linux.

Actualmente as alfândegas já utilizam Linux e em breve este deverá ser adoptado pelos centros de ensino superior.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em alguma coisa têm de ser bons.

Em saúde e educação são os melhores do mundo basicamente.

Só lhes falta mesmo a paz e o pão para ser um bom sitio para morar.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em alguma coisa têm de ser bons.

Em saúde e educação são os melhores do mundo basicamente.

Só lhes falta mesmo a paz e o pão para ser um bom sitio para morar.

Um sistema de saúde que não os ajuda com a sua saúde e educação que uma percentagem super diminuta da população tem, para mim, não é serem os melhores do mundo. ;)
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em alguma coisa têm de ser bons.

Em saúde e educação são os melhores do mundo basicamente.

Só lhes falta mesmo a paz e o pão para ser um bom sitio para morar.

Esqueceram-se da democracia...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em alguma coisa têm de ser bons.

Em saúde e educação são os melhores do mundo basicamente.

Só lhes falta mesmo a paz e o pão para ser um bom sitio para morar.

Um sistema de saúde que não os ajuda com a sua saúde e educação que uma percentagem super diminuta da população tem, para mim, não é serem os melhores do mundo. ;)

Pois, mas isso é falso. Eles são pobres, vivem na miséria, mas toda a gente vai à escola em cuba, e todos têm cuidados médicos.

Agora, isso não quer dizer que comunismo seja um bom sistema, pois acho que não é.

Quanto à notícia, até é estranho só agora se lembrarem disso, não lhes deve ser fácil pagar licensas à microsoft.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em alguma coisa têm de ser bons.

Em saúde e educação são os melhores do mundo basicamente.

Só lhes falta mesmo a paz e o pão para ser um bom sitio para morar.

Um sistema de saúde que não os ajuda com a sua saúde e educação que uma percentagem super diminuta da população tem, para mim, não é serem os melhores do mundo. :D

Pois, mas isso é falso. Eles são pobres, vivem na miséria, mas toda a gente vai à escola em cuba, e todos têm cuidados médicos.

Da mesma maneira que aquele puto português que foi lá com o apoio da SIC? Os cubanos também têm daquilo? ;) É a isso que me refiro, não é aos cuidados ditos básicos. :)
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Mais uma boa notícia para o mundo open-source, é pena que em Portugal ainda se use pouco linux nas instituições do Estado.

Offtopic:

Em saúde e educação são os melhores do mundo basicamente.

Em saúde são os melhores do mundo? Onde viste isso?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

É uma decisão sensata da parte deles, coisa que o governo português ainda não fez.

Segundo o que sei, e quem me informou foram pessoas que já lá trabalharam, realmente os cuidados de saúde e educação são mesmo para todos, e o que passa cá para fora através dos media não é bem a realidade do país.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

boax ....

Educacao em Cuba... o governo suporta todos os custos. Nao é necessario comprar livros todos os anos. Todos têm de usar uniformes, ( o que evita muitos problemas que as nossas escolas têm). As aulas comecam (mesmo) em todo o pais no dia anunciado.

Saúde, por algum motivo existem tantas pessoas que la vao para as clinicas, inclusive portugueses.

Claro que têm problemas, muitos dos quais se devem aos americanos ( embargo comercial), que dura a anos....

As casas podem nao estar pintadas, nem terem muitos carros recentes, mas em compensação têm praias e aguas que sao demais ...

E pelos vistos, têm uma enorme vantagem sobre nos: querem abolir o windows  ;):D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em alguma coisa têm de ser bons.

Em que te baseias para dizer isso? Ou é mais uma frase atirada ao acaso? Eu já aprendi que tem de haver de tudo, e não estou a ver a vantagem de um mundo onde não houvesse softwares nem SOs pagos.

Atenção que muitos comunistas tentam passar a ideia que a adopção do Linux e o sistema em sí tem bases comunistas mas isso não é verdade. Aliás o próprio Torvalds veio desmentir isso, ou foi o stallman já não me recordo bem :S.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu peço desde já desculpa por ter usurpado a thread.

Ao contrario do que algumas pessoas pensam a educação deles e a saúde são basicamente as melhores do mundo como eu disse.

Em termos de domacracia liberdade, etc é que... mesmo a ihstória das praias tem muito que se lhes diga pois aquilo segundo consta está basante segregado... basicamente as praias pipis sao para os turistas...

A minha resposta era uma referencia a musica do sergio godinho

"a paz o pao, habitação, saude, educação".

penso que liberdade, democracia ou mesmo revoulção ( como eles afirmam estar ) se incluem na palavra "paz", saí a minha resposta... segundo o que consta, por lá há coisas muito boas e muito más.

Não quero estar aqui com discussões politicas pois nunca mais saíamos daqui. Focando-me no assunto da thread: isto é um exemplo paradigmático da liberdade que o gnu/linux promovem.

EDIT:

hipnoted, não podia concordar mais com o primeiro paragrafo. Mas isso de "bases comunistas" e de ser falso... a base do comunismo é o socialismo, um sistema operativo livre como o gnu/linux é basicamente o socialismo elevado ao mais alto nivel por recurso às novas tecnologias.

Têm a mesma base, quanto se relacionam conceitos como o projecto GNU e a doutrina comunista... nem acho que faça sentido estar a discutir isso pois é uma discussão inconsequente.

EDIT2:

O linus torvalds apenas contribuiu com o kernel para o projecto gnu. E mesmo assim este último já tinha um em desenvolvimento e em estado bastante avançado. As primeiras distribuições do gnu/linux tinham menos de 30% de código do escrito por ele. Hoje em dia a percentagem é ainda mais pequena. Ainda assim é notavel o trabalho do homem.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em alguma coisa têm de ser bons.

Em que te baseias para dizer isso? Ou é mais uma frase atirada ao acaso? Eu já aprendi que tem de haver de tudo, e não estou a ver a vantagem de um mundo onde não houvesse softwares nem SOs pagos.

Acho positivo optarem por alternativas livres, daí dizer que em alguma coisa são bons, que em alguma coisa fazem o que é mais correcto. ;)
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em alguma coisa têm de ser bons.

Parece-me que tens uma ideia um tanto ao quanto desfazada de cuba, eles são bons em bastantes coisas, nomeadamente a nivel de saude onde detem dos melhores médicos a nivel mundial !

E tambem possuem um excelente ensino !

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

As casas podem nao estar pintadas, nem terem muitos carros recentes, mas em compensação têm praias e aguas que sao demais ...

E pelos vistos, têm uma enorme vantagem sobre nos: querem abolir o windows  ;):D

Eu continuo a preferir poder insultar o nosso presidente sem represálias, a ter essas beneces todas. Sejamos honestos, para se ter internet em Cuba é preciso ter-se uma profissão importante, e uma autorização especial.

Não podem chegar ao meio da rua e gritar que o presidente é um ditador. Têm o presidente a morrer, e então em lugar de ceder lugar e haver eleições, existe uma coisa de género da monarquia.

Prefiro ter liberdade de escolha de SO, por não ter um embargo económico derivado a uma ditadura...

Comunismo é bom desde que moderado.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

As casas podem nao estar pintadas, nem terem muitos carros recentes, mas em compensação têm praias e aguas que sao demais ...

E pelos vistos, têm uma enorme vantagem sobre nos: querem abolir o windows  ;):D

Eu continuo a preferir poder insultar o nosso presidente sem represálias, a ter essas beneces todas. Sejamos honestos, para se ter internet em Cuba é preciso ter-se uma profissão importante, e uma autorização especial.

Não podem chegar ao meio da rua e gritar que o presidente é um ditador. Têm o presidente a morrer, e então em lugar de ceder lugar e haver eleições, existe uma coisa de género da monarquia.

Prefiro ter liberdade de escolha de SO, por não ter um embargo económico derivado a uma ditadura...

Comunismo é bom desde que moderado.

Para que não fiquem duvidas eu concordo plenamente com este post.

Só há um promenor que me inquieta... ainda nao percebi se é uma ditadura por causa de um embargo ou vice versa. Tipo... se não houvesse embargo nao estavamos aqui a discutir os problemas de cuba, ainda que podesse ter mais do que os que tem hoje.

Mas ya... prefiro poder insultar o presidente, governo e afins, do que ter uma ou duas coisas muito boas a par de problemas serios.

Mas vejamos o exemplo do linux... é uma situação bastante curiosa... eles acabam por ser obrigados a usar linux lá em cuba... ou seja... precisamente o contrario da filosofia do priprio linux. Ok, eu só complico mais a cada post que faço, sou um demagogo do carago.

Agora uma piada: vamos todos assinar um papelinho, já que somos mais de 5000, para o deathseaker se candidatar a presidente da republica? eheheheh.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Comunismo é bom desde que moderado.

Isso existe "comunismo moderado"?

Não vale a pena ter "educação" "grátis" e um sistema de saúde também "grátis", se depois andam a contar as grama de carne, as migalhas do pequeno almoço e não se podem exprimir livremente.

Cuba é tudo menos livre. Humm Software livre / Cuba, que ironia...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sim existe comunismo moderado. Eu posso dizer que não sou comunista, mas que tenho muitas relações com comunistas. Já assisti inclusivé a reuniões da JCP, hoje em dia o comunismo já não tem nada a ver com o comunismo de há uns anos. Pelo menos falo pela parte de Braga.Nota-se um ódio em relação a Americanos e amor a fidel, mas nada que possa achar preocupante.

Tanto quanto sei o embargo económico imposto a Cuba é derivado a certas e determinadas actuações do Sr Fidel Castro, de quem pessoalmente não tenho nada contra.

Agora se há coisa que não suporto é opressão, não me cnsidero um revolucionário, mas também não gosto de não poder exprimir aquilo que penso ou sinto.

Reparemos que se estivesse em Cuba, estas palavras que aqui escrevi já davam direito a passar uns tempos na cadeia.

Dá que pensar não dá????

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Ora bom, já que enunciaram o meu nome (LOL) lá vou eu ter de responder:

Eu estive em Cuba há 4 anos e posso contar-vos um pouco do que vi, ouvi e senti. Cuba é lindo em termos de paisagens. Nada falta aos turistas, são-nos dadas as melhores praias de Havana e Varadero e sentimo-nos num verdadeiro paraíso. Para os turistas existe também Coca-Cola disponível (ainda que com latas um pouco diferentes, mas o sabor é exactamente o mesmo), temos acesso a todo o género de fruta do país e importada, comida em abundância, enfim, a tudo do bom e do melhor que qualquer turista em qualquer parte do mundo pode ter. Devo ainda dizer que, de todas as viagens que fiz, Cuba foi a que mais amei.

Acontece que com o povo cubano a coisa não se passa desta forma: têm uma educação exímia - não vi um cubano que fosse mal-educado ou que fosse incapaz de manter uma boa conversa em espanhol ou inglês com um turista, antes pelo contrário, fartei-me de falar do Figo e do Deco e do FCPorto por lá com alguns indivíduos que se demonstravam bem conhecedores, para além do facto de serem o povo mais bem-educado e acolhedor que até hoje conheci (estive no centro de Havana 3 dias, capital do país) -, têm hospitais fantásticos, com condições excelentes e médicos ainda melhores mas esses hospitais fantásticos são para os estrangeiros porque para o povo cubano há hospitais bons e medianos, do mesmo nível que há, por exemplo, em Portugal.

Pontos negativos? O povo cubano passa fome e vive na miséria: supostamente só podem comer aquilo a que têm acesso na sua senha semanal (o governo entrega senhas mensalmente para cada uma das semanas e as pessoas só podem comprar aquilo que a senha inclui), portanto, a comida é racionada. O povo cubano não pode dizer um "ai" do Fidel publicamente pois leva com toda a repressão possível em cima; o povo cubano é um povo revoltado, sedento de liberdade mas, muito devido à educação e boa formação que têm, têm consciência que, dada as condições do seu país, caso o comunismo caia no seu país e chegue a tão esperada liberdade, Cuba passa a ser o 52º estado dos EUA.

Tive a oportunidade de ter boas conversas com um empregado do meu resort, o Dr. Ponce, arquitecto de curso, empregado de restaurante de profissão devido à dificuldade em encontrar emprego no país (segundo o próprio Ponce, um empregado de mesa em Cuba recebe mensalmente 15 euros e com gorjetas chega a fazer por mês mais 80 a 90 euros, correspondente a 5/6 salários mensais. Um arquitecto não recebe gorjetas) e devido à abundância dos lucros-extra que tinha como empregado de mesa. O Ponce era um indivíduo muito culto, inteligente e calmo, notava-se no seu discurso uma excelente formação e, após a criação de algum clima de confiança com os meus pais e com um casal colega com quem fomos de férias, o Ponce revelou-se um verdadeiro revoltado com o regime. Disse que sonhava poder conhecer um país estrangeiro e não o podia fazer, disse que gostava de saber o que se passava na China naquele momento e não o podia fazer porque simplesmente não tinha acesso directo à informação (como nós temos) e disse que, como trabalhador, gostava de poder um dia ter uma casa e carro próprios e não o podia fazer. Tudo porque vivia num país onde o regime sugava tudo o que era possível sugar e não admitia oposições viessem elas de onde viessem. O Ponce ficou com as revistas que trouxemos de Portugal (eu inclusivé dei-lhe a Exame Informática que levava comigo na época e a Mega Score) porque pelos vistos aquele era o único meio através do qual ele conseguia ter alguma informação verdadeira.

Outra das experiências que tive foi com um motorista privado de uma excursão que compramos apenas para o nosso grupo em que o indivíduo foi tão simpático e tão atencioso que no final, o meu pai deu 50 euros de gorjeta, o colega do meu pai outros 50 e um terceiro casal de portugueses que foi connosco na excursão deu outros 50. 150 euros de gorjeta, correspondem a um ano de trabalho do indivíduo (chamava-se Samuel, penso eu). Resultado: começou a chorar e ajoelhou-se em jeito de agradecimento pelo facto de termos pago um ano do seu trabalho.

Tenho muito mais histórias para contar do que por lá vivi, no entanto não quero fugir demasiado ao tema do tópico (apesar de já o estar a fazer) e quero esclarecer algumas mentes que se enganam um pouco com aquilo que ouvem falar. Se quiserem falar comigo sobre este assunto, estou pelo #p@p @ irc.ptnet.org .

De qualquer modo, espero que estes relatos sirvam para elucidar algumas pessoas e esclarecer alguns pontos. Pessoalmente, prefiro poder escolher entre Windows e Linux, ter a liberdade de poder usar Windows ou Linux e ter a liberdade de poder comprar Windows. Porque ter liberdade não significa apenas usar Linux, mas sim poder escolher. Não sei, portanto, até que ponto será bom o governo impor Linux aos utilizadores... ;)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

As casas podem nao estar pintadas, nem terem muitos carros recentes, mas em compensação têm praias e aguas que sao demais ...

E pelos vistos, têm uma enorme vantagem sobre nos: querem abolir o windows  :(;)

Eu continuo a preferir poder insultar o nosso presidente sem represálias

Ai podes?  LOL  onde tens andado? ;)

http://dn.sapo.pt/2007/06/21/sociedade/socrates_processa_autor_blogue_portu.html

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1294471

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Note, quem processou foi o (Eng.) José Sócrates e não o governo. Sem contar que há mais gente que faz processos desse género, e, por essa ordem de ideias, é tudo obra do Estado! ;)

Tens razão, mas o que eu queria dizer é que não podemos dizer o que queremos de presidente, primeiro ministro ou outros.

No caso do blog é um processo como há muitos... mas no caso do professor que foi suspenso... nem por isso...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

No caso do blog é um processo como há muitos... mas no caso do professor que foi suspenso... nem por isso...

Não foi intervenção do senhor (engenheiro) aka primeiro ministro, mas duma bifa qualquer que estava entre a ministra e o tal professor. E, não podemos acreditar em tudo o que se diz, há muita gente que ganhava com a queda do Sócrates. ;)
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

No caso do blog é um processo como há muitos... mas no caso do professor que foi suspenso... nem por isso...

Não foi intervenção do senhor (engenheiro) aka primeiro ministro, mas duma bifa qualquer que estava entre a ministra e o tal professor. E, não podemos acreditar em tudo o que se diz, há muita gente que ganhava com a queda do Sócrates. ;)

Nos últimos anos houve vários casos de pressões de membros do estado a jornalistas. E não só com o Sócrates, também podemos falar na saída do Marcelo R. S. da TVI.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora