• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

deathseeker25

Campanha da Microsoft pelo território nacional e pela Europa

4 mensagens neste tópico

Esta thread servirá para anexar todos os artigos relativos á campanha da Microsoft por Portugal e pela Europa. Como irão ver de seguida, a campanha da empresa norte-americana.

Microsoft Equipa Judiciária

O contrato com a PJ vai incluir, para além do fornecimento de ‘hardware’ e ‘software’ para a luta contra o cibercrime, a assistência técnica, que se deverá prolongar por quatro anos. A assinatura deste contrato insere-se na visita de Bill Gates a Lisboa para presidir ao encontro internacional Microsoft Government Leaders Forum Europe 2006, que hoje se inicia na capital portuguesa.

Uma visita que está a ser rodeada de medidas de segurança extraordinárias e que preocupa não só a Microsoft Portugal como também o próprio Governo (ver caixa). Afinal, como afirmou uma fonte ao CM, “trata-se do homem mais rico do Mundo”.

VOLUMES SUSPEITOS

A preocupação é tal que os próprios jornalistas estão a ser aconselhados a não transportarem consigo volumes, especialmente os de rádio, na cobertura dos encontros públicos.

Este encontro internacional, que conta com a participação de governantes e altos quadros da administração pública europeia, pretende funcionar como plataforma de discussão e partilha de ideias entre líderes europeus.

Um dos participantes é o comissário europeu dos Assuntos Administrativos, Auditoria e Luta Antifraude, Siim Kallas, que irá encontrar-se ainda a sós com Bill Gates. Siim Kallas pretende debater com o presidente da Microsoft os objectivos da Comissão Europeia no domínio da internet e tecnologias da informação.

O comissário deverá tomar o pequeno-almoço, amanhã, com o presidente da Microsoft e com os ministros da Educação, Ciência e Tecnologia que se prevê participarem no encontro.

Uma das intervenções mais aguardadas do sr. Microsoft é a palestra sobre os desafios da modernização administrativa, no Centro de Congressos de Lisboa. São esperadas mais de mil pessoas para assistir à conferência de 30 minutos do patrão da Microsoft. Para além de todo o Executivo governamental, também estarão na assistência os presidentes dos governos regionais, o presidente da Assembleia da República, o procurador-geral da República, o presidente do Supremo Tribunal Administrativo e vários autarcas e altos dirigentes da Administração Pública. A sessão será encerrada com uma intervenção do ministro da Administração Interna, António Costa.

BENEFÍCIOS PARA PORTUGAL

A realização em Lisboa do Fórum de Líderes da Microsoft, que junta mais de 600 representantes de governos europeus e de empresas da área da investigação e novas tecnologias, beneficia o Plano Tecnológico, a Estratégia de Lisboa e o ensino do Português em Portugal e em África. Segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros, Freitas do Amaral, “todo o programa é gizado em torno de ideias fundamentais da Estratégia de Lisboa”. Os responsáveis políticos e públicos portugueses, salienta Freitas do Amaral, vão poder “ouvir técnicos, governantes e grandes empresários” sobre as melhores formas de aplicar o Plano Tecnológico. O Governo tem prontos para assinatura quatro memorandos de entendimento para o ensino da Língua Portuguesa, através dos métodos audiovisuais e informáticos quer em Portugal quer nos PALOP. Segundo Freitas do Amaral, “há efectivamente a intenção de Bill Gates e da Microsoft de alargar a todos estes países que o desejarem o plano que vai executar em Portugal”.

AGENDA

COMEÇAR CEDO

O Fórum de Líderes da Microsoft começa às 8h45, no Hotel Ritz, e conta com a presença de Gates, Durão Barroso, António Guterres e os ministros da Administração Interna, António Costa, e dos Negócios Estrangeiros, Freitas do Amaral.

CONDECORAÇÃO

Gates será agraciado pelas 17h00 pelo Presidente da República. Jorge Sampaio imporá as insígnias da Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique pelo “esforço e dedicação no combate à pobreza e às doenças no Mundo, especialmente em África”.

AULA AMANHÃ

O patrão da Microsoft dá uma aula amanhã de manhã no Pavilhão do Conhecimento, para 100 alunos de oito escolas da região de Lisboa.

ALTA SEGURANÇA PARA HOMEM MAIS RICO DO MUNDO

Lisboa será, provavelmente, uma das cidades mais bem guardadas do Mundo nos próximos dois dias – ou não recebesse, entre hoje e amanhã, o homem mais rico do Planeta, com tratamento de chefe de Estado. Dezenas de elementos do Corpo de Segurança Pessoal da PSP preparam-se para uma protecção cerrada a Bill Gates e outras altas individualidades, enquanto o Corpo de Intervenção, já no terreno, e o Grupo de Operações Especiais (GOE), de prevenção, estarão em alerta máximo nas próximas 48 horas. A operação há muito que está planeada e o Comando Metropolitano da PSP de Lisboa prevê um reforço generalizado. “Trata-se de uma estadia altamente prestigiante e dignificante para o País, não só pelo número de participantes mas também pelas altas individualidades”, disse ontem ao CM a subcomissária Paula Monteiro, porta-voz da PSP. E, assim, “o patrulhamento será bastante rigoroso e vai abranger todas as áreas da cidade”.

Para além da segurança normal, com muitos agentes uniformizados, entre eles os batedores da Divisão de Trânsito, dezenas de outros elementos operam à civil e não têm uma acção visível perante a população. São os casos do Núcleo de Informações e Divisão de Investigação Criminal da PSP – e dos agentes do Centro de Inactivação de Engenhos Explosivos e Segurança em Subsolo. O Aeroporto da Portela e os melhores hotéis da capital vão estar mais vigiados do que nunca, mas o trânsito, garante a subcomissária Paula Monteiro, “só vai ter pequenos condicionamentos momentâneos, para uma circulação mais rápida das individualidades. Não estão previstos cortes definitivos”. Aliás, a segurança – e a confidencialidade – foram os motivos evocados pelos 13 hotéis de cinco estrelas de Lisboa e Cascais e pela ANA para não divulgarem onde é que Bill Gates irá pernoitar ou a que horas aterra o jacto particular do dono da Microsoft.

Fonte: Correio da Manha

Medidas de alta segurança para receber o dono da Microsoft. Pelo que tenho lido por outros foruns, o home bem precisa visto que existem por aí alguns malucos.... :wallbash:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A Microsoft anunciou hoje a criação de uma aliança com outras empresas do sector para dar formação a 20 milhões de pessoas na União Europeia (UE), nos próximos cinco anos, aumentando a sua capacidade para encontrar emprego.

A notícia é avançada pela agência Lusa que acompanhou o anúncio que foi feito por Jean-Philippe Courtois, presidente da Microsoft International, no início do Fórum de Líderes de Governo, que decorre hoje e quarta-feira, em Lisboa, e reúne mais de duas dezenas de responsáveis e académicos europeus para debater a competitividade através da inovação.

A aliança anunciada pela Microsoft incluirá empresas como a Cisco Systems e a State Street, que investirão 60 milhões de euros no projecto para oferecer às pessoas acesso à tecnologia, formação e certificação das competências requeridas pelos empregadores.

O objectivo da European Alliance on Skills for Employability é apoiar 20 milhões de pessoas na UE, nos próximos cinco anos, com ênfase para os jovens desempregados, trabalhadores mais velhos e deficientes.

Fonte: Infortech United

Parece-me uma forma de tentar acalmar a ira que a UE tem demonstrado nos ultimos tempos. A Microsoft foi condenada a uma multa de 2 milhões de euros diários até ceder ás exigências da União Europeia. E esta jogada da Microsoft vai certamente acalmar a furia da UE. Interessante...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Microsoft quer formar um milhão de portugueses em cinco anos

A iniciativa tem a parceria dos ministérios do Trabalho e da Educação e tem por objectivo fomentar a literacia digital dos portugueses nos próximos cinco anos. O projecto foi anunciado hoje por João Paulo Girbal, director-geral da Microsoft Portugal, no Fórum de Líderes de Governo que reuniu hoje duas dezenas de académicos e responsáveis governamentais em Lisboa.

Durante o evento organizado pela Microsoft, João Paulo Girbal informou que este projecto conta com a parceria dos Ministérios do Trabalho e da Solidariedade Social e da Educação.

A Microsoft vai ser responsável pela formação de formadores. Além da gigante de software também outras empresas conhecidas deverão dar o contributo no combate à info-exclusão.

A formação de um milhão de portugueses no uso de novas tecnologias tem por objectivo dar massa crítica ao mercado e também aumentar as condições de empregabilidade da população.

O projecto está inserido noutro liderado pela Microsoft, que prevê formar 20 milhões de pessoas da UE durante os próximos cinco anos, noticia o Diário Digital.

Fonte: Infortech United

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora