• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

Piratas informáticos controlam mais de um milhão de computadores

16 mensagens neste tópico

Mais de um milhão de computadores no mundo são controlados por «hackers», que os utilizam para atacar serviços on-line, espalhar correio electrónico não solicitado e roubar informação pessoal, segundo um relatório apresentado esta quinta-feira pelo FBI.

Os autores de redes de «botnets», uma teia de computadores «zombie», é quase impossível de dominar na totalidade, mas o FBI já conseguiu deter alguns dos piratas informáticos que controlam os computadores de outros utilizadores, avançou a «Lusa».

Esta semana, um «hacker» foi detido por ter desligado o sistema de computadores de uma área hospital de Chicago, em 2006, que levou ao atraso de vários serviços médicos.

Outro, também condenado esta semana, era especialista em enviar correio electrónico não solicitado («spam») desde 2003, tendo infectado milhares de computadores no mundo.

A utilização de computadores de terceiros era, há cerca de sete anos, considerada apenas uma piada entre cibernautas, mas hoje em dia evoluiu para esquemas de fraude.

Através do ataque a um site, os «hackers» conseguem aceder a informação pessoal, roubar números de cartões de crédito e informação da segurança social.

Os «hackers» conseguem até comprar e vender acções através de contas pessoais, controlando o preço das acções para ter o maior ganho possível.

Segundo director assistente do FBI, Shawn Henry, este tipo de acções, mesmo com a monitorização existente, continuará sempre a existir e evoluir, utilizando os computadores de pessoas menos atentas e insuspeitas.

Utilizadores devem confirmar se PC está infectado

Os «hackers» criam a rede de «botnets» procurando na Internet os computadores vulneráveis, que depois infectam para os tornar parte de uma rede.

O computador passa a estar controlado por completo pelo pirata e pode ser utilizado para ataques a servidores ou páginas, envio de correio electrónico não solicitado, roubo de informação de autenticação, correr qualquer programa ou aceder a todos os documentos.

O FBI está ainda a investigar milhares de fraudes e casos de intrusão em computadores, embora ainda não saiba quais são os casos que estão ligados a «botnets».

Os utilizadores devem confirmar regulamente se o seu computador está infectado, através do antivírus, e utilizar programas de segurança, como uma «firewall».

«Se as pessoas levam o carro à inspecção uma vez por ano, para ter a certeza que andam em segurança, têm de fazer o mesmo tipo de coisa com o computador», disse Shawn Henry.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

«Se as pessoas levam o carro à inspecção uma vez por ano, para ter a certeza que andam em segurança, têm de fazer o mesmo tipo de coisa com o computador», disse Shawn Henry.

A meu ver estão é a abrir um novo negócio à volta das falhas de segurança, que simplesmente não convêm a essas ditas empresas que acabem. Centros de inspecção para computadores ... ?

Se tivesse a oportunidade de conversar com essas pessoas, dizia-lhes para patrocinarem o desenvolvimento do Linux, GNOME e KDE, e mostrar às pessoas que existem alternativas livres ao lixo da Microsoft.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não tarda muito és multado se não tiveres antivírus.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu concordo com as tres respostas dadas até ao momento.

E por que raio chamam a esses gajo hackers?

Essa malta que faz esse tipo de frauda deve ser punida e ponto final. Não tem nada a ver com hacking, salvo raríssimas excepções as tecnicas utilizadas envolvem força bruta ou roubo de passwords, nada de genialidade.

Força na persiguição a esses aldrabões.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Se tivesse a oportunidade de conversar com essas pessoas, dizia-lhes para patrocinarem o desenvolvimento do Linux, GNOME e KDE, e mostrar às pessoas que existem alternativas livres ao lixo da Microsoft.

Só continuo é sem perceber porque insistem em criticar a Microsoft, a responsabilidade das falhas de Segurança é da má-formação de certas pessoas, não do Sistema Operativo em si.

O Linux, Gnome, KDE e outros que tanto apregoam teriam os mesmos problemas se fossem tão explorados como o SO da Microsoft, mas enfim...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Concordo que fazem da microsoft o bombo da festa de forma demasiado abusiva em tudo quanto é discussao deste tipo.

Sem querer motivar esse tipo de atitude, acho que a explicaçao para o fenómeno "vamos culpar a microsoft" se deve a estas razões:

-O windows é o sistema operativo usado pelo povão, pelos que usam um computador porque são obrigados, pelos que não gostam de computadores

-o windows, pela forma como está concepcionado não incentiva à aprendizagem nem tao pouco à compreensao do funcionamento de um computador ou da propria internet

-a juntar a estas duas razões os factos de não ser um software de código aberto e de ser usado em grande escala, propiciam o aparecimento de ataques a vulnerabilidades que se transformam em enormes crateras de segurança

-os autores das ditas criticas são frequentemente ex-utilizadores frustrados do windows que se fartaram do seu fraco desempenho para um uso mais expedito de um computador. Sejamos razoaveis, a microsoft tem muita coisa boa mas desempenho de ponta pelo seu software é mentira.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Se tivesse a oportunidade de conversar com essas pessoas, dizia-lhes para patrocinarem o desenvolvimento do Linux, GNOME e KDE, e mostrar às pessoas que existem alternativas livres ao lixo da Microsoft.

Só continuo é sem perceber porque insistem em criticar a Microsoft, a responsabilidade das falhas de Segurança é da má-formação de certas pessoas, não do Sistema Operativo em si.

O Linux, Gnome, KDE e outros que tanto apregoam teriam os mesmos problemas se fossem tão explorados como o SO da Microsoft, mas enfim...

regra geral, uma mesma pessoa consegue proteger-se melhor usando linux ou mac do que usando windows. embora essa pessoa pudesse estar segura em windows se tivesse mais alguns conhecimentos, em linux não precisa desses conhecimentos, isto porque os sistemas unix incentivam boas práticas de segurança.

"Só continuo é sem perceber porque insistem em" dizer que o linux só é seguro porque não é tão explorado como o windows.

será que não há por aí nenhum hacker farto de ouvir este tipos do linux com a mania que são os maiores e que queira criar um vírus para linux? um daqueles que se propagam sozinhos na net e que são executados sem ordem explícita do utilizador?

pedrotuga, será que são os "ex-utilizadores frustrados do windows" que usam linux, ou são os frustrados do linux que usam windows?

pelo menos eu comecei a usar Linux por ser obrigado e não por estar frustrado com o windows (afinal tinha crescido a ver BS e no XP as coisas já não estavam assim tão más neste aspecto).

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A microsoft sempre foi a culpada de tudo o que estava errado :P. Mas o Windows está cheio de falhas e isso não se pode negar. No entanto, para mim, não são as falhas do windows mas a publicidade que se faz em torno do mesmo, isto é, não me incomoda que existam falhas, consigo viver com isso e não vem mal ao mundo por algumas falhas num SO, o que incomoda é a publicidade que engana os utilizadores a pensarem que estão seguros usando windows, é a publicidade enganosa que me chateia e que penso que seja culpada de tanta "desinformação".

Um utilizador de windows tem sempre uma firewall, um anti-virus, um anti-spam, e mais não sei quantos programas de segurança e pensa que está protegido, a própria microsoft tem sistemas para te avisarem que não tens anti-virus, que o anti-virus não está actualizado, que a firewall está desliga... por amor de Deus, se o meu Linux fizesse isso acho que atirava o PC pela janela! Esse sentimento de segurança, errado quase sempre, e motivado por tanta publicidade em torno do SO da microsoft é que não aceito. Engana o utilizador, torna-o escravo desse tipo de software.

Lembro-me a minha primeira discusão neste fórum foi sobre isto mesmo, na altura chamaram-me "script kid", "pirata" e mais umas quantas coisas, só porque disse, e continuo a acreditar, que toda a segurança tem de partir primeiro do utilizador, windows ou linux é tudo o mesmo se o utilizador não tiver cuidado com o que faz. Eu posso dizer-vos que tenho apenas a firewall do windows e um Avast Home edition como anti-virus, do avast tenho apenas 1 dos 6 sistemas de protecção que ele oferece. Mas a segurança não a deixo a cargo desses sistemas, é com o meu comportamento como utilzador que me defendo.

É claro que um anti-virus é útil, nunca disse o contrário, no entanto ter um anti-virus sem sequer saber o que ele faz é o mesmo que não ter.

Para acabar uma história. Tive um colega em informática que um dia, em conversa sobre o assunto, me disse que estava a navegar na internet e de repente lhe apareceu um popup a dizer "O seu computador está infectado", a primeira coisa que ele fez foi puxar o cabo do PC.

Na altura fiquei tão parvo que nem tive coragem para lhe dizer que aquilo que lhe apareceu era apenas um popup com um pequeno gif a tentar puxar o utilizador a comprar um anti-virus, era pura publicidade, nada no computador dele estava infectado, era apenas mais um dos muitos popups que apareciam a quem navegava com IE, na altura não havia Firefox para ninguém :D

Isto apenas para dizer que com tanta coisa em torno da segurança, dos vírus e das invasões que se esquecem do fundamental, o utilizador tem de estar informado.

Acabando com o off topic :), a questão das botnets é das que mais preocupa a policia neste momento. Num seminário que assisti com dois inspectores da PJ, esse foi uma das questões que eles focaram, e segundo eles, mesmo em Portugal a coisa está a ficar complicada. Embora não tenham dado detalhes sobre casos, disseram que encontraram uma rede de algumas centenas de PCs infectados em Portugal, embora essa rede fosse gerida por pessoas no estrangeiro.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

pedrotuga, será que são os "ex-utilizadores frustrados do windows" que usam linux, ou são os frustrados do linux que usam windows?

pelo menos eu comecei a usar Linux por ser obrigado e não por estar frustrado com o windows (afinal tinha crescido a ver BS e no XP as coisas já não estavam assim tão más neste aspecto).

Ha alguns ( muitos ) que tentam migrar para linux sem saber porquê.... obviamente que se nao encontrarem razões voltam para o windows.

Ok, se calhar estou a generalizar o meu caso: o windows não me permite dar o uso que eu quero ao meu computador, nomeadamente:

-nao conheço nada semelhante ao cron

-tenho que intalar todo o tipo de bibliotecas e modulos para tudo e mais alguma coisa manualmente

-da-me erros que nunca descobri o que quere dizer: estilo "falha no endereço de memória x600AF5" porreiro

-houve coisas que nao consegui por a funcionar no windows

ps: o que é 'BS'?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Bem, uma coisa já tenho dito e acho que estamos de acordo. Na minha opiniao, tirando depois do MS-DOS que apesar de limitado era fiável o windows xp é o único sistema operativo aceitavel que a MS lançou. Qto ao vista acho que nunca o vou experimentar :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Só um pequeno aparte, espero que vos estejas a referir ao Windows Xp SP2, porque o Xp quando foi lançado era muito vulnerável. Apanhei vírus e erros forte e feio!!

Depois quando veio o XP SP2 aí sim que tinha um Windows em condições e menos vulnerável.

Pedrotuga, quanto ao Vista, se tiveres um PC em condições (pelo menos 2 Gb de RAM e outras características) aconselho-te a experimentar. Tive-o instalado no meu PC durante uma semana e gostei de certos pormenores, outros nem tanto mas nesta altura já deve haver mais suporte.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Só um pequeno aparte, espero que vos estejas a referir ao Windows Xp SP2, porque o Xp quando foi lançado era muito vulnerável. Apanhei vírus e erros forte e feio!!

Depois quando veio o XP SP2 aí sim que tinha um Windows em condições e menos vulnerável.

Pedrotuga, quanto ao Vista, se tiveres um PC em condições (pelo menos 2 Gb de RAM e outras características) aconselho-te a experimentar. Tive-o instalado no meu PC durante uma semana e gostei de certos pormenores, outros nem tanto mas nesta altura já deve haver mais suporte.

Estava a referir-me à estabilidade. Acho que nao se pode comparar o xp com o win 2000 por exemplo, seja qual sp for.

Epa... "um pc em condições" com pelo menos 2gb... porra.... já disse por aí que nao nado em notas de 100 euros.

Tirando os jogos o que é que fazes no teu pc que nao farias num pentium a 1000MHz? agra há tempos tive que usaar um pc antigo com 9 anos e acho que era um pc em condições. Pelo menos fiz lá todo o trabalho que correntemente faço no meu, sem problemas. Um editor de ficheiros, um browser, acesso ssh e mais umas poucas ferramentas de desenvolvimento. Porque é que havia de ter um pc com 2 gigas de memoria? quase nem preciso disso de espaço em disco.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

"Só continuo é sem perceber porque insistem em" dizer que o linux só é seguro porque não é tão explorado como o windows.

será que não há por aí nenhum hacker farto de ouvir este tipos do linux com a mania que são os maiores e que queira criar um vírus para linux? um daqueles que se propagam sozinhos na net e que são executados sem ordem explícita do utilizador?

E para que é que alguem se iria dar ao trabalho de criar algo que pouca notariedade teria, pois os utilizadores de pc menos de 3% usa o Linux, para quê perder tempo ?

Eles querem é ser conhecidos, e isso só conseguem explorando falhas no Windows !

Mas nenhum SO é mais seguro que o outro, o que faz a segurança do SO são as boas prácticas do utilizador !

Eu posso andar meses sem anti-virus, alias neste momento não tenho nenhum, só a firewall do SP2 e já nem me lembra do que é um virus !

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

"Só continuo é sem perceber porque insistem em" dizer que o linux só é seguro porque não é tão explorado como o windows.

será que não há por aí nenhum hacker farto de ouvir este tipos do linux com a mania que são os maiores e que queira criar um vírus para linux? um daqueles que se propagam sozinhos na net e que são executados sem ordem explícita do utilizador?

E para que é que alguem se iria dar ao trabalho de criar algo que pouca notariedade teria, pois os utilizadores de pc menos de 3% usa o Linux, para quê perder tempo ?

Eles querem é ser conhecidos, e isso só conseguem explorando falhas no Windows !

Mas nenhum SO é mais seguro que o outro, o que faz a segurança do SO são as boas prácticas do utilizador !

Eu posso andar meses sem anti-virus, alias neste momento não tenho nenhum, só a firewall do SP2 e já nem me lembra do que é um virus !

claro, como se vêem tão poucos vírus para windows, consiguires desenvolver um vírus para este SO é que te permite ser muito reconhecido (entre as pessoas que não percebem nada de informática, talvez, mas não me parece que seja isto que um pseudo-hacker queira).

já reparaste que quando alguém descobre uma falha de segurança em mac, todo o mundo (pelo menos o ligado à informática) fica a saber em poucos dias? porquê, simples, porque este é considerado o SO mais seguro (independentemente de o ser ou não) e, como tal, é o que te dá mais credibilidade no meio informático.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora