Re: Diferença entre duas listas

    Catarina Almeida
    Por Catarina Almeida,

    Obrigada, já está a dar certo.:)

    • 2 respostas

    Re: Configuração de write cache em servidor

    M6
    Por M6,

    O que acho sempre "estúpido" nestas coisas é que com uns 50€ compras uma UPS e resolves o problema...

    • 7 respostas

    Re: Diferença entre duas listas

    tejano96
    Por tejano96,

    Boas,

    Experimenta este código e podes ver se serve.

    l1 = [10,21,32,5]
    l2 = [21,10,32]
    result = l1
    i = 0
    for i in l1[:]:
        if i in l2:
            result.remove(i)
    print(result)

    Podes ver este link para perceberes um pouco melhor a razão de colocar o [:].

    http://www.python-course.eu/for_loop.php

    tejano96

    • 2 respostas

    Re: Configuração de write cache em servidor

    bubulindo
    Por bubulindo,

    Hmmm, isso é interessante. 

    Obrigado, infelizmente a Siemens (ou qualquer outro fabricante) no que toca a aplicações de história nunca revelam nada e ficam-se pela configuração mais básica. 

    Ter um SSD para o sistema operativo é apenas uma vantagem em caso de haver uma falha. Aplicar uma imagem a um SSD de 60 ou 120Gb demora uns 40 minutos no total, mas aplicar uma imagem com duas partições com 500 Gb no total em RAID1 já leva horas... Se bem que com RAID1 estamos cobertos no que toca a falhas no disco... mas nem por isso no que toca a falhas no controlador RAID. 

    • 7 respostas

    Re: Apple Will Fight 'Right to Repair' Legislation

    bubulindo
    Por bubulindo,
    14 hours ago, Rui Carlos said:

    O problema é que isto limita fortemente a concorrência, e frequentemente leva a preços de reparações absurdos.  Aliás, se os preços das reparações nas marcas fossem mais razoáveis, se calhar este tipo de leis não apareciam.

    Mais outro benefício deste tipo de leis que nem me tinha lembrado.  Se os fabricantes forem obrigados e vender peças, a procura pelos componentes roubados deve diminuir :D 

    Estás a assumir em demasia. A Apple pode (apesar de não parecer interessada) tomar conta da produção de todos os componentes que sejam passíveis de serem trocados. E nesse caso eles ditarão o preço dos ditos componentes levando a que o preço das reparações em lojinhas de esquina sejam iguais ou superiores do que feitos na Apple. Se a lei me obriga a fornecer componentes a outras empresas, certamente que eu não os vou fornecer a preço de custo e arcar com as garantias dos ditos componentes. 

    Mais, os componentes que a Apple não fabrica, podem estar cobertos por um acordo entre os fabricantes em que o fabricante não vende a ninguém que não tenha aprovação da Apple. 

     

    14 hours ago, Rui Carlos said:

    Ninguém está a pedir que se façam produtos diferentes, mais fáceis de reparar.  Está-se a pedir que os fabricantes passem a vender peças para reparação, e disponibilizem manuais técnicos dos produtos e ferramentas de diagnóstico.  E apesar da tendência, continua a haver lojas da esquina a reparar os LCDs da televisão e dos PCs, e acredita que quando não conseguem também se queixam.

    Sim, mas uma invalida a outra... pelo menos nos moldes em que isto tem sido feito ultimamente. 

    Manuais técnicos não são dados há décadas... porquê agora é que isto se torna uma questão tão premente? 

    Quantas lojas de esquina comparativamente a 1990 é que existem? Quantas delas não se dedicam também a actividades menos legais para sobreviver (como desbloquear telemóveis, etc...) ?

    • 11 respostas

    Prestashop

    Anabela
    Por Anabela,

    Boas pessoal, ando há já alguns dias há volta de um problema que tem haver com o product-contaneir da product-list.

    Já fiz vários passos para tentar resolver esta questão e o resultado é sempre o mesmo...não altera nada.

    Resumindo o que eu quero é alterar a largura das colunas dos produtos na list view após o login. Ao fazer a alteração directamente na pagina (inspecionar) sim resulta lol, agora a questão é o que me falta alterar para que a alteração que eu faço na product-list.tpl realmente aconteça. Após cada alteração nas paginas limpo sempre a cache e recarrego as paginas...por isso o erro não vem do esquecimento..pelo menos deste. Ajuda por favor.....

    • 0 respostas

    Diferença entre duas listas

    Catarina Almeida
    Por Catarina Almeida,

    Olá

    Eu estou a tentar fazer um programa onde tenho duas listas, l1 e l2, e queria fazer uma nova lista, result (que é uma copia da lista l1), que contem os elementos de l1 que não estão em l2. O código que fiz está a dar o output pretendido, mas quando as duas listas, l1 e l2, são iguais não dá. Alguém podia me ajudar?  Obrigada

    l1 = [1,2,3]
    l2 = [5,2,4]
    
    result = l1
    i = 0
    while i <= len(l1):
      if i in l2:
        result.remove(i)
      i += 1
    print result

     

    • 0 respostas

    Re: Diferença entre duas listas

    Catarina Almeida
    Por Catarina Almeida,

    Olá

    Eu estou a tentar fazer um programa onde tenho duas listas, l1 e l2, e queria fazer uma nova lista, result (que é uma copia da lista l1), que contem os elementos de l1 que não estão em l2. O código que fiz está a dar o output pretendido, mas quando as duas listas, l1 e l2, são iguais não dá. Alguém podia me ajudar?  Obrigada

    l1 = [1,2,3]
    l2 = [5,2,4]
    
    result = l1
    i = 0
    while i <= len(l1):
      if i in l2:
        result.remove(i)
      i += 1
    print result

     

    • 2 respostas

    Re: Zon

    apocsantos
    Por apocsantos,

    Bom dia,

    @Joaquim Raposo, a NOS faz validação de mac address, logo mesmo com um router da operadora, não terias sucesso, porque o sistema tem associado o Mac Address a um determinado local, logo bastava que o mac address fosse de um router que já não está num cliente, ou que o router fosse ligado numa outra zona que não a zona onde está autorizado, para não teres acesso. É tão simples quanto isto. A melhor solução que poderás conseguir sem colocar cabos, será mesmo usar um repetidor wifi. Colocando cabos, podes perfeitamente usar um AP, tens é de ter um cabo, desde o router da "vizinha" até ao AP no "teu" apartamento.

    Um aspecto a ter em conta, é que a operadora em questão tem total acesso ao router e inclusive, consegue monitorizar quantos equipamentos estão numa rede, os hostnames e ip's de todos os equipamentos. De igual forma conseguem ver que ligações são feitas à internet, protocolo, porto, etc... Fica a curiosidade!

    Cordiais cumprimentos,

    Apocsantos

    • 8 respostas

    Re: Configuração de write cache em servidor

    M6
    Por M6,

    Ah, sendo um SQL Server (desculpa, percebi mal), podes escrever direto para raw partition.

    • 7 respostas

    Re: Zon

    M6
    Por M6,

    Joaquim, o apocsantos estava a referir-se a um repetidor wifi. Já usei um destes (passe a publicidade até porque não morro de amores pela loja): https://www.worten.pt/acessorios-de-informatica/redes/repetidores-de-sinal/repetidor-de-sinal-tp-link-re200-5412340

    Se necessitares de um pouco melhor, aconselho um destes (também já usei): https://www.worten.pt/acessorios-de-informatica/redes/repetidores-de-sinal/repetidor-de-sinal-tp-link-wm-wa855re-5745017

    • 8 respostas

    Re: Olá

    M6
    Por M6,

    Bem vindo.

    • 1 resposta

    Re: Apple Will Fight 'Right to Repair' Legislation

    Rui Carlos
    Por Rui Carlos,
    10 horas atrás, bubulindo disse:

    Essas pessoas podiam, no caso da Apple, trocar a bateria na Apple...

    O problema é que isto limita fortemente a concorrência, e frequentemente leva a preços de reparações absurdos.  Aliás, se os preços das reparações nas marcas fossem mais razoáveis, se calhar este tipo de leis não apareciam.

    (E mais uma vez, a lei não estava a ser feita para a Apple apenas.)

    10 horas atrás, bubulindo disse:

    O problema está sempre na garantia do equipamento. É assim tão levado da breca pensar que alguém que não quer pagar pelos preços de reparação do fabricante vai também optar por uma bateria ou peça que não seja original? E quando algo acontece, não é a lojinha de esquina que vai ficar mal por um telemóvel pegar fogo, é sempre o fabricante mesmo quando o produto foi adulterado.

    Parte da lei destina-se precisamente a que as "lojinhas" passem a ter acesso a componentes originais.  Por isso, até era capaz de ajudar a que algumas pessoas que recorrem às "lojinhas" passassem a ter menos problemas, afectando menos a reputação da marca.

    Em todo o caso, o problema da reputação aplica-se em muitos outros casos (novamente, os carros, impressoras com tinteiros da concorrência, e muitos outros produtos).  Não me parece motivo suficiente para limitar as opções de reparação do equipamento.

    10 horas atrás, bubulindo disse:

    E isso leva-nos a outro ponto interessante que é o facto de muito poucas ou nenhumas empresas à parte do fabricante terem certas peças (originais) para reparar os aparelhos... daí que o mercado de iPhones roubados não tenha desaparecido completamente com todas as medidas de segurança postas em prática já que a vasta maioria dos telemóveis roubados acabam em peças.

    Mais outro benefício deste tipo de leis que nem me tinha lembrado.  Se os fabricantes forem obrigados e vender peças, a procura pelos componentes roubados deve diminuir :D 

    10 horas atrás, bubulindo disse:

    Um carro não é um dispositivo tão integrado como um telemóvel... Sinceramente, gostaria de ter acesso a uma máquina do futuro e de universos alternativos onde a Apple ou qualquer outro fabricante fabricasse um telemóvel onde as pessoas podiam fazer manutenção como num carro para poder ver as reacções ao calhau que o dispositivo é comparado a peças de arte como o iPhone 4 ou 5. E mais uma vez, isto é apenas mais um passo numa tendência que começou há imenso tempo... ninguém se queixa de não poder trocar o LCD da televisão numa loja de esquina...

    Ninguém está a pedir que se façam produtos diferentes, mais fáceis de reparar.  Está-se a pedir que os fabricantes passem a vender peças para reparação, e disponibilizem manuais técnicos dos produtos e ferramentas de diagnóstico.  E apesar da tendência, continua a haver lojas da esquina a reparar os LCDs da televisão e dos PCs, e acredita que quando não conseguem também se queixam.

    9 horas atrás, brunuu disse:

    Vai sempre existir lojinhas por ai que vão reparar produtos da apple de qualquer maneira.

    Não é primeira marca que tenta fazer algo assim.

    De referir que, no contexto da notícia, a Apple não está a fazer nada para impedir as "lojinhas" de reparar produtos.  Simplesmente está contra a obrigação de colaborar com essas "lojinhas".

    • 11 respostas

    Re: Utilizar Webservices da AT

    SchattenMann
    Por SchattenMann,
    24 minutos atrás, derrerter disse:

    Webservice, não há, mas o retorno é um json fácil de consumir.

    Tens os mesmos 300 documentos de restrição (= ao csv),  podes é fazer vários pedidos.

    Hmmm e documentação onde se pode arranjar?

    Precisava de obter todas as "faturas" inseridas no e-factura, de preferencia com webservice ou json

    • 7094 respostas

    Re: Utilizar Webservices da AT

    derrerter
    Por derrerter,

    Webservice, não há, mas o retorno é um json fácil de consumir.

    Tens os mesmos 300 documentos de restrição (= ao csv),  podes é fazer vários pedidos.

    • 7094 respostas

    Re: Apple Will Fight 'Right to Repair' Legislation

    brunuu
    Por brunuu,

    Vai sempre existir lojinhas por ai que vão reparar produtos da apple de qualquer maneira.

    Não é primeira marca que tenta fazer algo assim.

    • 11 respostas

    Re: Apple Will Fight 'Right to Repair' Legislation

    bubulindo
    Por bubulindo,

    Essas pessoas podiam, no caso da Apple, trocar a bateria na Apple... Eu tive um 4S (lançado em 2011) durante 4 anos sem ter um decréscimo na performance da bateria ou se tive não foi suficiente para pensar que precisava de trocar a bateria.

    O problema está sempre na garantia do equipamento. É assim tão levado da breca pensar que alguém que não quer pagar pelos preços de reparação do fabricante vai também optar por uma bateria ou peça que não seja original? E quando algo acontece, não é a lojinha de esquina que vai ficar mal por um telemóvel pegar fogo, é sempre o fabricante mesmo quando o produto foi adulterado.

    E isso leva-nos a outro ponto interessante que é o facto de muito poucas ou nenhumas empresas à parte do fabricante terem certas peças (originais) para reparar os aparelhos... daí que o mercado de iPhones roubados não tenha desaparecido completamente com todas as medidas de segurança postas em prática já que a vasta maioria dos telemóveis roubados acabam em peças.

    Um carro não é um dispositivo tão integrado como um telemóvel... Sinceramente, gostaria de ter acesso a uma máquina do futuro e de universos alternativos onde a Apple ou qualquer outro fabricante fabricasse um telemóvel onde as pessoas podiam fazer manutenção como num carro para poder ver as reacções ao calhau que o dispositivo é comparado a peças de arte como o iPhone 4 ou 5. E mais uma vez, isto é apenas mais um passo numa tendência que começou há imenso tempo... ninguém se queixa de não poder trocar o LCD da televisão numa loja de esquina...

    • 11 respostas

    Re: Zon

    Joaquim Raposo
    Por Joaquim Raposo,

    O problema são por custos de colocar um repetidor. Eu com 5 euros compro um router da zon usado, já o repetidor teria que passar um novo cabo para fazer a ponte. Julgo eu

    • 8 respostas

    Re: Zon

    apocsantos
    Por apocsantos,

    Boa noite,

    Se o sinal é fraco, usa um repetidor e tens o problema resolvido!

    Cordiais cumprimentos,

    Apocsantos

    • 8 respostas

    Re: Zon

    Joaquim Raposo
    Por Joaquim Raposo,
    2 minutos atrás, HappyHippyHippo disse:

    se ja estas atrás do router entao não necessitas de outro

    O outro router  está em casa dela, "senhoria" e o sinal mal chega a minha casa. Ela me disse que se desse, podia ligar um na minha. Ainda não comprei o router com medo que não funcione e tenha gasto dinheiro em vão.

    • 8 respostas

  1. Ver Mais Actividade
Portal by DevFuse · Based on IP.Board Portal by IPS